Tabela IPCA-E 2021 mensal e acumulado: valores atualizados!

Confira a tabela do IPCA-E 2021 e entenda o que é esse índice, como ele é calculado e qual sua importância para você como consumidor.

Data Variação em % Variação no Ano Acumulado 12 meses
janeiro/2021 0,78 0,78 4,30
fevereiro/2021 0,48 1,26 4,57
março/2021 0,93 2,21 5,52
abril/2021 0,60 2,82 6,17
maio/2021 0,44 3,27 7,27
junho/2021 0,83 4,13 8,13
julho/2021 0,72 4,88 8,59
agosto/2021 0,89 5,81 9,30
setembro/2021 1,14 7,02 10,05

Todos Valores

Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Acumulado anual
2021 0,78 0,48 0,93 0,60 0,44 0,83 0,72 0,89 1,14 - - - 7,02
2020 0,71 0,22 0,02 -0,01 -0,59 0,02 0,30 0,23 0,45 0,94 0,81 1,06 4,23
2019 0,30 0,34 0,54 0,72 0,35 0,06 0,09 0,08 0,09 0,09 0,14 1,05 3,91
2018 0,39 0,38 0,10 0,21 0,14 1,11 0,64 0,13 0,09 0,58 0,19 -0,16 3,86
2017 0,31 0,54 0,15 0,21 0,24 0,16 -0,18 0,35 0,11 0,34 0,32 0,35 2,94
2016 0,92 1,42 0,43 0,51 0,86 0,40 0,54 0,45 0,23 0,19 0,26 0,19 6,58
2015 0,89 1,33 1,24 1,07 0,60 0,99 0,59 0,43 0,39 0,66 0,85 1,18 10,71
2014 0,67 0,70 0,73 0,78 0,58 0,47 0,17 0,14 0,39 0,48 0,38 0,79 6,46
2013 0,88 0,68 0,49 0,51 0,46 0,38 0,07 0,16 0,27 0,48 0,57 0,75 5,85
2012 0,65 0,53 0,25 0,43 0,51 0,18 0,33 0,39 0,48 0,65 0,54 0,69 5,78
2011 0,76 0,97 0,60 0,77 0,70 0,23 0,10 0,27 0,53 0,42 0,46 0,56 6,56
2010 0,52 0,94 0,55 0,48 0,63 0,19 -0,09 -0,05 0,31 0,62 0,86 0,69 5,79
2009 0,40 0,63 0,11 0,36 0,59 0,38 0,22 0,23 0,19 0,18 0,44 0,38 4,19
2008 0,70 0,64 0,23 0,59 0,56 0,90 0,63 0,35 0,26 0,30 0,49 0,29 6,10
2007 0,52 0,46 0,41 0,22 0,26 0,29 0,24 0,42 0,29 0,24 0,23 0,70 4,36
2006 0,51 0,52 0,37 0,17 0,27 -0,15 -0,02 0,19 0,05 0,29 0,37 0,35 2,96
2005 0,68 0,74 0,35 0,74 0,83 0,12 0,11 0,28 0,16 0,56 0,78 0,38 5,88
2004 0,68 0,90 0,40 0,21 0,54 0,56 0,93 0,79 0,49 0,32 0,63 0,84 7,54
2003 1,98 2,19 1,14 1,14 0,85 0,22 -0,18 0,27 0,57 0,66 0,17 0,46 9,86
2002 0,62 0,44 0,40 0,78 0,42 0,33 0,77 1,00 0,62 0,90 2,08 3,05 11,99
2001 0,63 0,50 0,36 0,50 0,49 0,38 0,94 1,18 0,38 0,37 0,99 0,55 7,51
2000 0,65 0,34 0,09 0,47 0,09 0,08 0,78 1,99 0,45 0,18 0,17 0,60 6,04
1999 0,68 0,64 1,22 0,78 0,51 -0,02 0,79 0,81 0,47 0,80 0,99 0,91 8,92
1998 0,54 0,64 0,39 0,22 0,41 0,34 -0,11 -0,37 -0,44 0,01 -0,11 0,13 1,66
1997 1,13 0,71 0,59 0,68 0,50 0,55 0,31 0,17 -0,05 0,25 0,07 0,49 5,53
1996 1,63 1,20 0,62 0,70 1,32 1,11 1,37 0,70 0,11 0,14 0,41 0,20 9,92
1995 1,78 1,22 1,28 1,95 2,77 2,25 2,59 1,49 0,97 1,34 1,46 1,36 22,47
1994 39,17 39,70 43,63 41,25 44,21 44,65 5,21 5,00 1,63 1,90 2,95 2,25 890,88
1993 29,47 26,72 25,96 27,34 28,61 27,61 30,67 31,99 34,38 35,17 33,90 36,69 2 376,40
1992 26,10 22,03 19,83 23,45 23,27 21,01 23,14 23,33 25,48 23,70 23,49 - 888,46

Qual foi o valor do IPCA-E em setembro?

O valor do IPCA-E no mês de setembro foi de 1,14%. A variação no ano de 2021, até o momento, é de 7,02% e nos últimos 12 meses chegou a 10,05% de forma acumulada.

O que é IPCA-E?

IPCA-E é a sigla para Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo Especial, e é responsável por avaliar a variação de valores de diversos produtos e serviços do mercado comercial. O indicador funciona de maneira semelhante ao IPCA e o IPC Fipe, índice popularmente conhecido como o indicador oficial de inflação do Brasil, e difere apenas na referência utilizada para cálculo.

Continua após a publicidade

Inclusive, o IPCA-E também é medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e foi criado em 1991, com o intuito de avaliar o balanço trimestral da inflação.

Como ele é calculado?

Inicialmente, o IPCA-E é determinado a partir das taxas acumuladas trimestralmente pelo IPCA-15. Nesse caso, o indicador realiza a coleta das suas informações entre o dia 16 do mês anterior e o dia 15 do mês atual. Posteriormente, o índice especial reúne esses dados e apura a média percentual da variação trimestral. Ou seja, sua divulgação depende da avaliação de outro indicador variante, mas com as informações acumuladas dos últimos três meses.

Continua após a publicidade

No mais, o IPCA-E 2021 continua seguindo as determinações do índice de preços ao consumidor amplo, realizando uma pesquisa de preços de mais de 400 itens nas principais regiões metropolitanas do país.

Além disso, o indicador apenas considera o preço das mercadorias para pagamentos à vista, de modo que possa obter uma porcentagem mais imparcial. A análise dos produtos e serviços são divididos nos seguintes grupos:

  • alimentação e bebidas; 
  • artigos de residência; 
  • lazer; 
  • despesas pessoais
  • educação; 
  • saúde e cuidados pessoais; 
  • transporte e vestuário. 

Também existe a possibilidade de pesquisa por subgrupos, para facilitar o cálculo do índice e abranger o maior número possível de bens e serviços.

Assim como a metodologia do índice IPCA, o cálculo do índice especial abrange famílias com rendimento de 1 a 40 salários mínimos, de modo que possa fornecer uma ampla cobertura de dados.

Continua após a publicidade

Para que ele é usado? Como posso entender o impacto desse número no dia a dia?

O IPCA é um dos índices mais importantes para o cenário econômico, assim como suas variantes, que incluem o IPCA-E 2021. Ele é responsável por reunir informações que auxiliam o consumidor a entender as movimentações do mercado e como isso reflete no seu bolso.

No caso do índice especial, que é calculado a cada três meses, é possível avaliar as alterações de preços a longo prazo, com porcentagens mais concretas sobre os bens e serviços.

Além disso, os indicadores de inflação são fundamentais para determinar outros componentes, como reajustes financeiros e correções monetárias, de modo que o poder de compra do consumidor não sofra um grande impacto.

O IPCA-E 2021 também pode influenciar em alguns títulos do Tesouro Direto, que utilizam esse indicador como referência. É o caso do Tesouro IPCA, por exemplo.

Continua após a publicidade

Por fim, o índice especial não é importante para o consumidor apenas como indicador do mercado e comércio, mas também no ajuste de impostos. Nesse caso, o IPCA-E é usado diretamente no reajuste do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

Qual é a diferença entre o IPCA e o IPCA-E?

A única diferença entre o IPCA e o IPCA-E é o período em que são calculados. A princípio, o índice de preços principal é analisado entre o dia 1° e 30, ou 31 de cada mês, também chamado de avaliação de mês cheio. Enquanto isso, sua variante quinzenal, o IPCA-15, como o nome indica, analisa as variações de preços das mercadorias entre os dias 16 do mês anterior e dia 15 do mês de referência.

Posteriormente, o IPCA-E reúne as informações e porcentagens quinzenais e realiza uma média de cada trimestre.

Quanto aos demais quesitos, ambos os indicadores possuem metodologias semelhantes e buscam fornecer resultados completos sobre a avaliação de preços em diferentes períodos.

Continua após a publicidade

Por que é interessante fazer uma boa análise da tabela do IPCA-E 2021?

Embora seja parecido com outros índices, é fundamental acompanhar a tabela do IPCA-E 2021 periodicamente. Com essa referência, você poderá realizar uma análise mais completa sobre as alterações de preços do comércio e varejo, o que impacta diretamente no seu poder de compra.

Além disso, o IPCA-E 2021 também será essencial para definir o reajuste dos impostos urbanos, bem como influenciará em outros ajustes no futuro. Sendo assim, vale a pena acompanhar a tabela desse índice regularmente, e comparar seus dados com outros indicadores importantes.

Dessa forma, você poderá ter um entendimento melhor sobre a economia do país, bem como os impactos que isso poderá trazer para o seu bolso, principalmente.

Continua após a Publicidade