Workana vale a pena? É interessante trabalhar na plataforma?

Ana Julia
Ana Júlia Ramos
Freelancer fazer anotações para analisar se a Workana vale a pena
Está em dúvida se a Workana vale a pena ou não? Confira nosso conteúdo completo com todos os detalhes sobre a plataforma de trabalho.

Workana vale a pena? É interessante trabalhar na plataforma?

Confirmar se a Workana vale a pena é um dos primeiros passos dos freelancers que estão interessados em atuar na plataforma, sabia?

Afinal, trata-se de um dos sites mais populares do ramo, com uma série de diferenciais que o tornam a maior plataforma para trabalho freelancer da América Latina.

Continua após a publicidade

No entanto, muitos profissionais podem ter dúvidas sobre o funcionamento dos projetos e se existe demanda para sua área de trabalho.

Por isso, o iDinheiro preparou um conteúdo especial para te ajudar a decidir se a Workana vale a pena ou não, e como começar a trabalhar nela.

Continua após a publicidade

Vamos lá?

O que é a Workana?

Workana é uma plataforma latino-americana que realiza a conexão entre profissionais autônomos e clientes.

Além disso, também é responsável por gerenciar os pagamentos e realizar a mediação dos projetos, para garantir que os lados da negociação não sejam prejudicados.

O site surgiu em 2012, na Argentina, com a ideia de criar uma plataforma voltada para o mercado de trabalho independente.

Segundo seus co-fundadores, o segmento se tornaria cada vez mais popular no futuro, de modo que seria necessário um sistema que atendesse essa demanda.

E, de fato, a atuação no mercado freelance aumentou consideravelmente nos últimos anos e especialistas o chamam de Gig Economy ou, economia de demanda.

Continua após a publicidade

Somente em 2020, por conta da pandemia do novo coronavírus, o site registrou cerca de 1,6 milhões de novos usuários, em apenas alguns meses, de acordo com informações apuradas pelo G1.

Atualmente, além de ser considerada um dos maiores sites do segmento dentro da América Latina, também é uma das mais populares do mundo, atraindo clientes e profissionais de todos os continentes.

Como funciona a plataforma?

Para definir se a Workana vale a pena ou não, é fundamental conhecer como a plataforma funciona.

Basicamente, ela atua como mediadora no contato entre profissionais e clientes, através de publicações de anúncios.

Continua após a publicidade

O usuário indica o que ele está procurando em um trabalho, e os freelancers cadastrados podem enviar propostas, se oferecendo para o serviço.

Em seguida, o cliente pode analisar as mensagens e os perfis de cada profissional, inclusive entrando em contato individualmente.

Após escolher o freelancer para realizar o projeto, a plataforma estabelece uma fase de garantia.

O cliente realiza o pagamento acordado, que fica retirado no site até que o profissional entregue o trabalho.

Continua após a publicidade

É importante que o usuário confirme o recebimento do projeto, pois é apenas depois dessa verificação que o site realiza a liberação do pagamento.

Dessa forma, o cliente tem a garantia de que terá em mãos o trabalho que estava esperando, e o freelancer não corre o risco de produzir o projeto sem receber pelo trabalho.

Além disso, uma funcionalidade da plataforma permite avaliar tanto contratante quanto contratado ao final do serviço, e tais recomendações ficam visíveis para serem lidas por outros usuários.

A Workana também conta com um sistema de suporte e uma seção de perguntas e respostas, onde a comunidade pode interagir e ganhar benefícios ao responder as perguntas, como planos premium por um mês.

Continua após a publicidade

Como se cadastrar na Workana?

Um dos principais diferenciais da plataforma é seu cadastro gratuito. Ou seja, qualquer usuário pode se inscrever, sem precisar pagar nada.

A princípio, é possível preencher a inscrição inicial com as principais informações do freelancer, como área de atuação e experiência.

No entanto, o perfil é enviado para análise pela plataforma e liberado apenas depois da confirmação do site.

Geralmente, esse processo demora de um mês a 40 dias, mas é possível adiantar o prazo mediante pagamento de R$ 40.

Continua após a publicidade

Finalmente, depois de aprovado, o freelancer já pode começar a enviar propostas e realizar trabalhos.

Inclusive, para o registro, vale usar um endereço de e-mail ou fazer o acesso via rede social válida, como o Facebook.

No entanto, é necessário incluir o CPF, ou seja, você só pode ter um cadastro como usuário da plataforma.

Workana vale a pena?

Mesmo depois de conhecer a plataforma, muitos freelancers ainda têm dúvida se a Workana vale a pena ou não.

Continua após a publicidade

Afinal, é preciso investir no perfil e se dedicar às propostas, o que pode demandar tempo e esforço.

Todavia, existem vários diferenciais que tornam o site popular e confiável, fazendo dele uma alternativa interessante para profissionais independentes.

Veja alguns dos fatores que podem te ajudar a decidir se vale a pena trabalhar na Workana.

Variedade de projetos

A princípio, a variedade de projetos da plataforma é um dos pontos que chama a atenção de freelancers.

Continua após a publicidade

Com mais de 3 milhões de usuários cadastrados, milhares de trabalhos são publicados mensalmente.

Dessa forma, o profissional conta com uma grande diversidade de serviços, o que possibilita o envio de mais propostas e, consequentemente, mais chances de conseguir o trabalho.

E não existe apenas uma grande variedade de projetos, mas também de categorias que possuem clientes interessados em contratar freelancers.

Por exemplo, algumas das principais áreas são:

  • tradução e revisão de textos;
  • design e edição;
  • produção de conteúdos;
  • suporte administrativo;
  • programação;
  • finanças.

Assim, a plataforma abrange diferentes segmentos, oferecendo oportunidades para profissionais de várias atuações, formações e habilidades.

Além disso, a maioria das oportunidades são para trabalhos sob demanda e remotos, ou seja, você executa um projeto, recebe, mas não tem nenhum vínculo empregatício com o cliente, assim como também pode trabalhar em homeoffice.

Continua após a publicidade

Certificação de habilidades

Além de ser possível inscrever o perfil em uma categoria principal, a plataforma oferece um sistema de certificação de habilidades.

São testes aplicados pela própria Workana com o intuito de comprovar os conhecimentos do profissional.

Com isso, ele pode aumentar sua área de atuação, comprovando que possui as habilidades técnicas para o trabalho.

Por exemplo, um perfil cadastrado na categoria de Tradução e Revisão pode ter uma certificação dos pacotes Adobe, e, assim, enviar propostas para serviços de edição.

Continua após a publicidade

As certificações são gratuitas, mas limitadas de acordo com o nível do perfil.

Incentivo de crescimento na plataforma

A Workana conta com um programa de incentivo para freelancers que atuam na plataforma. Dessa forma, eles ficam motivados a continuar utilizando o site de forma regular.

A princípio, profissionais iniciantes são incluídos na categoria Iron, mas, à medida que realizam propostas e conseguem projetos, podem aumentar o nível.

Cada nova categoria de perfil traz uma série de benefícios para o freelancer, além de maior visibilidade.

Ou seja, quanto mais trabalhos realizar, maiores as chances de conseguir mais projetos no futuro.

Continua após a publicidade

Além disso, a plataforma oferece outras vantagens, como:

  • taxas de uso mais baixas;
  • maior número de conexões gratuitas;
  • visibilidade na página de freelancers;
  • insígnias visíveis no perfil;
  • prioridade nas propostas e mensagens.

Esses incentivos são um diferencial do site, e podem ser atrativos para novos freelancers.

Inclusive, não é preciso pagar nenhum tipo de assinatura para crescer de nível na plataforma, apesar dos pacotes adicionais também garantirem outros benefícios.

Plano de assinaturas

Os planos de assinaturas são pacotes com diferentes tipos de vantagens para cada perfil. São três categorias disponíveis:

  • plus;
  • premium;
  • profissional.

Cada categoria tem um valor e número de benefícios distintos. Geralmente, o pacote plus é o mais indicado para freelancers iniciantes.

Assim, é possível conhecer mais a plataforma e como funcionam os planos. Futuramente, profissionais estabilizados podem optar por planos superiores.

Continua após a publicidade

De forma geral, as assinaturas possibilitam uma série de gratificações para o usuário, como:

  • ter acesso a mais conexões por mês;
  • mais opções de saque dos pagamentos;
  • maior visibilidade do perfil;
  • realizar propostas diferenciadas e com maior destaque entre as concorrentes.

Com isso, o profissional pode se destacar no site, mesmo com um maior volume de candidatos ou concorrentes, por exemplo.

Além disso, não é necessário ter um plano de assinaturas para trabalhar na Workana e aumentar o nível do perfil.

Segurança

Um dos principais pontos que precisam ser avaliados para decidir se a Workana vale a pena é a segurança que ela oferece.

Neste quesito, a plataforma conta com um sistema de depósito de segurança, que só autoriza o início do projeto depois do pagamento.

Continua após a publicidade

Dessa forma, o freelancer não corre o risco de realizar o trabalho e não receber por ele.

Ainda, o pagamento só é liberado depois da confirmação do cliente, o que também oferece maior garantia para esse grupo.

A plataforma é responsável por mediar todo o andamento do projeto, podendo intervir em caso de disputas ou ocorrências de uma das partes.

Isso promove uma proteção maior para o profissional, que pode acionar o suporte a qualquer momento.

Continua após a publicidade

Em caso de arbitragens, a Workana entra em contato com o freelancer para solicitar todos os detalhes da situação.

Assim, é possível concluir que o sistema de segurança do site possui diversas garantias, e os usuários possuem respaldo oficial da empresa.

Plataforma acessível

Além de contar com serviços e ferramentas gratuitas, a Workana também é uma plataforma acessível.

Ela conta com uma estrutura traduzida em três línguas:

  • português;
  • inglês;
  • espanhol.

Não apenas os anúncios, mas todo o conteúdo do site, como ferramentas e perfis. Dessa forma, profissionais de todas as partes do mundo podem utilizar o site.

Continua após a publicidade

Ainda, existem várias opções de pagamento e inclusão de saldo na conta, como:

Dessa forma, o freelancer pode optar pela melhor maneira de administrar seu saldo, considerando suas finanças pessoais e, fazer a retirada dos pagamentos de forma estratégica.

O sistema da Workana possui filtros de busca para localização de projetos e categorias específicas. Por exemplo, através de determinada habilidade ou orçamento.

Enquanto isso, uma vez que a plataforma facilita o contato entre profissional e cliente, todos os detalhes podem ser acordados diretamente entre as partes.

Ou seja, com uma burocracia menor e sem intervenção direta do site, que apenas delimita o valor mínimo para o projeto.

Continua após a publicidade

Quanto ganha um freelancer na Workana?

De fato, o valor de recebimento é de extrema importância para o freelancer determinar se a Workana vale a pena ou não.

Especialmente porque o mercado de trabalho independente pode ser competitivo e desvalorizar o trabalho dos profissionais, principalmente dos iniciantes.

Dentro do site, os ganhos podem variar a partir de alguns fatores, como:

  • número de propostas enviadas e aceitas;
  • nível do perfil;
  • valor acordado com o cliente;
  • média de trabalhos na área.

No entanto, você pode conferir algumas médias de ganhos na Workana para as principais categorias. Trouxemos algumas neste conteúdo para você.

Revisão e tradução

A área de revisão e tradução inclui trabalhos como:

Geralmente, a média de orçamento para esses trabalhos é abaixo de R$ 250. Este valor é informado pelo cliente no momento do anúncio.

Continua após a publicidade

Dependendo do volume, o valor pode variar entre R$ 70 e R$ 200 por trabalho, de acordo com os projetos disponíveis na plataforma.

Como são serviços mais pontuais, é comum que profissionais dessa área realizem mais serviços mensalmente, aumentando a média de ganhos.

Programação

Enquanto isso, os projetos de programação podem incluir:

  • desenvolvimento de sites e aplicativos;
  • configuração de sites WordPress;
  • produção de jogos;
  • ajustes em sites já publicados.

Dessa forma, trata-se de trabalhos mais longos, e, consequentemente, com um orçamento maior.

A média dos anúncios no site varia de R$ 200 a R$ 500 para projetos mais simples, chegando a R$ 2000 a R$ 2600 para serviços mais complexos.

Workana vale a pena para quem oferece serviços de suporte administrativo?

Os trabalhos de suporte administrativo incluem, principalmente, serviços de atendimento e agendamento para empresas.

Nesses casos, é comum que profissionais definam seu valor por hora de trabalho.

Enquanto isso, a média de orçamento para essa área é de R$ 260 a R$ 500, dependendo do serviço.

Continua após a publicidade

Design e multimídia

Freelancers de Design terão acesso, principalmente, a projetos como:

  • criação de logos;
  • edição de vídeos e imagens;
  • ajuste em sites;
  • otimização de redes sociais.

O orçamento médio dessa categoria também varia entre R$ 260 a R$ 500 e atrai, entre outros perfis profissionais, designers gráficos e até mesmo, fotógrafos pela noção de estética de imagem e domínio de ferramentas de edição. 

O valor final é acordado entre o profissional e o cliente, sendo esta apenas uma orientação do preço para as propostas.

Bônus: enquanto cliente, vale a pena contratar o serviço da plataforma? Ela é confiável?

Por outro lado, muitas pessoas podem se perguntar se a Workana vale a pena na hora de contratar serviços.

De forma geral, ela oferece o mesmo suporte e segurança para usuários que buscam freelancers.

Continua após a publicidade

Ou seja, garantia do trabalho, mediação e suporte durante arbitragens.

Além disso, a plataforma conta com milhões de profissionais cadastrados. Assim, o contratante tem a liberdade de escolher o perfil que melhor combina com o projeto.

Todas as avaliações ficam visíveis, orientando futuros usuários na hora de fechar um serviço.

Limitações do cliente na Workana

Entretanto, mesmo o contratante possui certas limitações para utilizar a plataforma, assim como os profissionais. 

Caso escolha o plano gratuito, é possível convidar apenas três profissionais por projeto, e visualizar apenas as duas últimas avaliações do freelancer escolhido. 

Entretanto, caso escolha realizar a contratação de algum plano, o mais em conta é o Plus, a partir de R$ 170.

Continua após a publicidade

Já as categorias Prime e Enterprise são destinadas a médias e grandes empresas que precisam da curadoria de profissionais da Workana na busca de um bom profissional para desenvolver o trabalho de maneira estratégica. 

Formas de pagamento

Ainda, a plataforma é igualmente acessível em termos de disponibilidade e variedade na forma de pagamento.

Para realizar a contratação do freelancer escolhido, aqui listamos os meios de pagamento disponíveis:

Conclusão: Workana vale a pena como plataforma freelancer?

A Workana é considerada a maior plataforma de freelancers da América Latina, e são inúmeros os motivos que nos levam a essa constatação.

Afinal, ela possui uma série de diferenciais interessantes para seus profissionais, além de grande diversidade de categorias.

Continua após a publicidade

Dessa forma, oferece um amplo catálogo para clientes e freelancers.

Além disso, o site incentiva o crescimento de usuários ativos, possibilitando o envio de mais propostas e melhoria em suas carreiras. Enquanto freelancers podem ter mais ganhos mensais, clientes contam com mais opções de qualidade para escolher.

De maneira geral, a Workana é uma plataforma segura e confiável para ambos os lados, com diversas vantagens e oportunidades.

Gostou do conteúdo? Não se esqueça de ativar as notificações do Push e assinar a newsletter do iDinheiro para receber todas as novidades sobre economia e finanças.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.