#finanças

Você sabia que pode ter “dinheiro esquecido” para sacar?

#finanças

O Banco Central anunciou que cerca de R$ 8 bilhões estão esquecidos em contas ou foram cobrados indevidamente, e devem ser devolvidos para os clientes de instituições financeiras.

#finanças

Segundo a autarquia, serão devolvidos R$ 3,9 bilhões de “dinheiros esquecidos” na primeira fase e o restante, ao longo de 2022.

#finanças

Diante disso, foi disponibilizado o Sistema Valores a Receber para que pessoas e empresas possam consultar se têm algum valor a receber de bancos e demais instituições financeiras.

#finanças

No entanto, um dia depois, o sistema foi tirado do ar após um grande número de acessos provocar instabilidade e quedas no sites do Banco Central.

#finanças

As consultas ao Sistema Valores a Receber serão retomadas em 14 de fevereiro.

#finanças

Aqueles que tiverem algum valor a receber, serão imediatamente informados sobre a data em que poderá solicitar a transferência dos recursos para sua conta.

#finanças

Essas solicitações de transferências poderão ser agendadas a partir de 07 de março de 2022, na data informada pelo sistema.

#finanças

Ainda segundo o BC, os cidadãos não devem se preocupar com a manutenção de seus recursos não procurados nesse período.

#finanças

Não há risco de prescrição ou perda desses recursos, que permanecerão guardados pelas instituições financeiras à espera de seus proprietários.

#finanças

Sistema para consulta de valores a receber

#finanças

Segundo o Banco Central, nesta primeira fase do serviço são cerca de R$ 3,9 bilhões de valores a serem devolvidos para 24 milhões de pessoas físicas e jurídicas. Esses valores decorrem de:

#finanças

1. contas-correntes ou poupança encerradas com saldo disponível;

#finanças

2. tarifas e parcelas ou obrigações relativas a operações de crédito cobradas indevidamente, desde que a devolução esteja prevista em Termo de Compromisso assinado pelo banco com o Banco Central;

#finanças

3. cotas de capital e rateio de sobras líquidas de beneficiários e participantes de cooperativas de crédito; e recursos não procurados relativos a grupos de consórcio encerrados.

#finanças

Já o restante do valor será disponibilizado no decorrer do ano de 2022. Estes são referentes a:

#finanças

1. tarifas e parcelas ou obrigações relativas a operações de crédito cobradas indevidamente, previstas ou não em Termo de Compromisso com o BC;

#finanças

2. contas de pagamento pré-paga e pós-paga encerradas com saldo disponível;

#finanças

3. contas de registro mantidas por corretoras e distribuidoras de títulos e valores mobiliários encerradas com saldo disponível; e

#finanças

4. outras situações que impliquem em valores a devolver reconhecidas pelas instituições.

#finanças

Como acessar o Sistema Valores a Receber

#finanças

Devido a sobrecarga do grande número de acessos ao site, o Sistema Valores a Receber ainda está indisponível.

#finanças

Quando voltar ao funcionamento, o serviço poderá ser acessado a partir da aba “Valores a Receber” no sistema Registrato, no site do Banco Central.

#finanças

Caso tenha valores a receber, o usuário poderá solicitar o resgate de duas formas:

#finanças

1. no caso de bancos ou instituições financeiras que aderiram a termo específico junto ao BC: diretamente via Pix na conta indicada pelo beneficiário no Registrato; ou

#finanças

2. nos outros casos, o beneficiário informará seus dados de contato no sistema e o meio de pagamento ou de transferência será informado pela instituição.

#finanças

Gostou do conteúdo? No iDinheiro abordamos os principais temas sobre finanças!