#pix

Golpe QR Code do Pix: saiba como não cair

#pix

Uma nova modalidade de golpe envolvendo o Pix foi identificada neste início de ano pela empresa de programas de segurança Kaspersky.

#pix

Essa é a primeira vez, de acordo com a companhia, que criminosos estão utilizando o QR Code do sistema de pagamentos eletrônicos.

#pix

Apesar da novidade do uso da tecnologia do Pix, golpes que usam boletos ou contas falsas são antigos.

#pix

Os golpistas copiam a identidade visual de prestadores de serviços e enviam por email falsas contas de consumo ou propostas de adesão.

#pix

Nos casos identificados pela Kaspersky, os criminosos disfarçaram as fraudes em uma conta de telefonia/internet e em uma oferta de desconto de um serviço de streaming.

#pix

Confira a seguir mais detalhes sobre os golpes usando o QR Code do Pix e saiba como se proteger, segundo especialistas.

#pix

Golpe QR do Pix: boleto falso

#pix

O primeiro golpe usando o QR Code do Pix já é bastante conhecido: o golpe do boleto falso. Os criminosos criaram uma falsa conta de telefonia/internet.

#pix

Para tornar o golpe mais convincente, segundo a Kaspersky, os criminosos ainda criaram uma técnica para disfarçar o e-mail real que realizou o envio da mensagem falsa.

#pix

Já na segunda mensagem fraudulenta identificada, os golpistas se passavam por plataforma de streaming popular em parceria com duas grandes redes de cinema.

#pix

A isca dos criminosos era um suposto plano trimestral para assistir filmes em cartaz no conforto de casa por R$ 267,99.

#pix

Nesse golpe, a única opção de pagamento oferecida era o QRCode do Pix.

#pix

Como identificar um golpe via Pix?

#pix

Transações via Pix já são o método de pagamento mais usado no Brasil atualmente.

#pix

A facilidade do uso foi o que permitiu a grande adoção, tanto por consumidores quanto pelas empresas.

#pix

No entanto, a ferramenta também tem sido usada para ações de criminosos, como o golpe do QR Code do Pix.

#pix

Segundo o especialista em segurança da informação da ESET Daniel Barbosa, a melhor forma de se proteger é desconfiar de tudo.

#pix

Isso porque esse tipo de golpe tenta convencer as vítimas através de temas urgentes como, por exemplo, uma passagem aérea com muito desconto, uma dívida desconhecida ou um amigo precisando de ajuda financeira.

#pix

Segundo o especialista em segurança da informação da ESET Daniel Barbosa, a melhor forma de se proteger é desconfiar de tudo.

#pix

Dicas para conseguir identificar os golpes

#pix

Diante do acontecido, a Kaspersky destacou os seguintes pontos para conseguir identificar os golpes via QR code do Pix:

#pix

1. Atenção ao destinatário

Nesses golpes o endereço usado é genérico e não tem relação com as marcas citadas no golpe.

#pix

2. Fique de olho no código de barras

Contas de consumo (gás, energia, telefonia) sempre começam com o número 8.

#pix

Nesses golpes, por se tratar de uma fatura falsa, o código de barra começa com o número da instituição financeira na qual a fatura foi gerada.

#pix

3. Verifique a veracidade da promoção no site oficial das empresas

Se não houver nada, ainda é possível entrar em contato com eles pelos canais oficiais.

#pix

3. Confirme os dados do destinatário antes de concluir o pagamento via PIX

Criminosos usam nomes de laranjas para receber o dinheiro dos golpes.

#pix

Apenas pagamentos legítimos mostrarão os nomes das empresas (razões sociais) corretos.

#pix

Gostou do conteúdo? No iDinheiro cobrimos as principais notícias que impactam no seu bolso!