Áreas do comércio e serviços estão com vagas abertas para o público trans em SP. Ao todo, são 470 oportunidades abertas, e as inscrições vão até hoje às 20h pelo site do Processo Seletivo Exclusivo para o Público Trans.

Os salários variam de R$1.045 até R$1.600, e a seleção para aprovados será feita no dia 26 de agosto, de forma presencial. Oportunidades são para a zona oeste da capital e município de Osasco.

Continua após a publicidade:

Saiba agora sobre outros detalhes do processo, pré requisitos e inscrição.

Informações são do Valor Investe.

Vagas para o público trans em SP

A iniciativa é das secretarias do Desenvolvimento Econômico e Trabalho e Direitos Humanos e Cidadania da capital de São Paulo. Selecionados para a pré-seleção presencial deverão levar currículo atualizado.

Entre outras vagas, 280 são para profissionais operadores de telemarketing, e o salário pode ser até R$1.065,00.

A exigência é de ensino fundamental a médio completo, e algumas vagas específicas exigem noções de informática dos candidatos.

Estão abertas também vagas para empregado doméstico, sendo 50 oportunidades com salário de R$1.200 até R$1.600. Para algumas específicas, o valor será combinado diretamente com o entregador.

Sobre a experiência, será exigido conhecimento de atividades como limpeza, cozinhar e passar roupa. Cartas de recomendação poderão ser avaliadas.

Por fim, existem também vagas para atuação em vendas, sendo 140. Não será exigida experiência, mas é preciso ter ensino médio completo ou estar cursando.

Em relação ao salário, ele é de R$1.045 e tem acréscimo de comissões.

Números importantes sobre o grupo reforçam necessidade de inclusão

A BBC Brasil fez uma reportagem reforçando a necessidade de incluir as pessoas transgênero no mercado de trabalho. Por mais que a conscientização sobre o tema tenha aumentado, ainda existem vários estigmas relacionados ao tema.

De acordo com a organização Transgender Europe, o Brasil é o primeiro entre as nações com maior número de morte de transexuais no mundo.

Esta cultura que reforça a violência faz com que a evasão escolar seja muito alta, chegando aos 82% de pessoas que não concluíram seus estudos. Dados são da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

O instituto Center for Talent Inovation apurou que, no Brasil, 61% da comunidade LGBT esconde sua identidade de gênero ou sexualidade no trabalho.

Nesse sentido, é importante investir em conscientização sobre o tema, incluindo cada vez mais profissionais capacitados e abrindo as portas para que esse abismo social seja diminuído exponencialmente.

Quer continuar acompanhando as novidades sobre as vagas para o público trans em SP? Então, assine a newsletter do iDinheiro e receba tudo em tempo real. 

Publicidade