O mercado de crédito brasileiro vem se modificando nos últimos anos devido ao surgimento das fintechs. Voltadas para a oferta de serviços financeiros com facilidade, sem grandes burocracias e atendimento totalmente online, elas conseguem oferecer taxas de juros mais atrativas. E uma das possibilidades existentes é o empréstimo da Geru.

A empresa promete “um jeito inteligente de fazer empréstimos”. As perguntas que ficam são: que maneira é essa? Vale a pena contratar um crédito com a Geru? O que ela realmente oferece?

Continua após a publicidade


Se você tem essas dúvidas, continue lendo. Neste post, apresentamos os principais detalhes para você contratar o dinheiro de que precisa. Continue lendo!

A Geru

A Geru é uma plataforma de empréstimos online criada em 2015. A empresa alega querer mudar o mercado de crédito brasileiro por oferecer taxas menores e personalizadas de acordo com o perfil do consumidor.

Além disso, destaca que aumentou o perfil de empréstimos atendidos em 2018 e tem informações transparentes, totalmente sem pegadinhas. A empresa fica localizada em São Paulo e, por ser totalmente online, não tem agências físicas. O atendimento é feito por canais digitais.

Segundo o site da Geru, a empresa foi a primeira plataforma brasileira de empréstimos 100% online. Mais de R$ 6 bilhões em pedidos de empréstimos já foram contabilizados desde 2015.

Os serviços oferecidos pela Geru

O foco da fintech é oferecer empréstimos pessoais e consignados de forma rápida e menos burocrática. Por isso, esse é o único serviço oferecido.

Uma fintech é uma startup de tecnologia que trabalha especificamente com serviços financeiros. Essas empresas não são instituições financeiras, mas são autorizadas a operarem no mercado de crédito brasileiro.

Os empréstimos da Geru

Tanto o crédito pessoal quanto o consignado têm um funcionamento similar. O que acontece é a mudança de algumas particularidades. Por exemplo, o segundo tipo de empréstimo implica desconto em folha de pagamento. Com isso, as taxas de juros costumam ser mais baixas.

Entenda melhor sobre outros detalhes dos empréstimos oferecidos pela Geru.

Quais são as condições e as taxas?

A Geru divide os consumidores em duas faixas de perfis:

  • A a E: apresenta menos riscos;
  • F a H: oferece mais riscos.

Dentro dessas categorias, há algumas subdivisões. Assim, quando o consumidor passa pelos critérios iniciais de aprovação, é enquadrado em uma dessas classificações, que definirá a taxa de juros cobrada. A política de avaliação de crédito da Geru está disponível no site.

De toda forma, quem tem perfil de A a E pode contratar até R$ 50 mil e faze o pagamento em, no máximo, 36 parcelas. As taxas variam de 2% a 5% ao mês. Para um empréstimo de R$ 15 mil, o valor das prestações fica entre R$ 798 e R$ 1.104. A quantia paga ao final totaliza entre R$ 19.157 e R$ 26.511. Essas são as indicações do próprio site.

Para o perfil de F a H, o limite diminui para R$ 30 mil em até 24 parcelas. As taxas sobem para a faixa entre 5,5% e 8,2%. Para a mesma quantia contratada, o valor das parcelas fica entre R$ 1.160 e R$ 1.486. O empréstimo final varia de R$ 27.858 a R$ 35.676.

Quais são os canais para contratar o serviço?

A contratação é feita somente pelo site. No simulador de empréstimo, você confere as informações passadas acima e pode definir: 

  • quanto precisa, variando de R$ 2 mil a R$ 50 mil;
  • em quantas parcelas pretende quitar, considerando de 12 a 36;
  • finalidade, que pode ser refinanciar dívidas, fazer uma reforma, investir em um negócio, pagar cartão, comprar um carro, fazer o casamento, comprar, tirar férias, mudar-se, entre outros.

Depois é só clicar em “Solicitar empréstimo” e colocar seu nome, e-mail e CPF. Preencha o restante das informações e envie os documentos solicitados. A análise dos dados leva aproximadamente 5 minutos e já são apresentadas as condições e as taxas de juros.

Caso aceite a proposta e feche negócio, o contrato é assinado pelo celular ou pelo computador. O dinheiro é depositado na sua conta-corrente em até 1 dia útil.

Qual é a reputação da Geru no mercado?

Apesar de ser relativamente recente, os empréstimos da Geru já são bastante conhecidos. No perfil do Reclame Aqui, a empresa tem um nota boa e índices positivos. Contudo, ao comparar com o passado, percebe-se que houve uma pira na percepção dos usuários.

Considerando os dados gerais, a nota é 8 de um total de 10 pontos. São 1.380 reclamações, com 93,1% de respostas. Do total, 68,3% voltariam a fazer negócio. O índice de solução é de 86,4% e a nota do consumidor é de 7,38. Os dados são de 10 de julho de 2020.

Avaliando somente o primeiro semestre de 2020, a nota cai um pouco e vai para 7,8. Os outros índices são positivos:

  • 76% de reclamações respondidas;
  • 73,8% voltariam a fazer negócio;
  • 86,9% é o índice de solução;
  • 7,42 é a nota do consumidor.

Os principais problemas relatados no Reclame Aqui são:

  • cancelamento;
  • dificuldades em realizar acordo;
  • propaganda enganosa;
  • cobrança indevida.

Com esses apontamentos, fica claro que a Geru é uma boa alternativa, mas isso não isenta uma análise antes da contratação.

Algum público pode se beneficiar com o empréstimo da Geru?

Não, porque a empresa tem o crédito consignado, mas as condições são iguais ao do empréstimo pessoal. Nesse caso, não existem vantagens.

Há facilidades extras em relação à concorrência?

A facilidade do empréstimo Geru é sua contratação pela internet. No entanto, essa não é uma exclusividade, já que muitas fintechs trabalham dessa forma. Outro detalhe interessante é a transparência com os dados. Tudo fica claro antes mesmo da contratação e isso é um ponto positivo.

Assim, você já sabe o que precisa conhecer antes de contratar o empréstimo Geru. Com essas informações, é só tomar a sua decisão e usar o dinheiro da forma que quiser.

Achou interessante, mas ainda tem dúvidas sobre as linhas de crédito? Veja 5 situações em que vale a pena pegar empréstimo.