Segundo pesquisa realizado pelo Google em 2019, mais da metade dos brasileiros contrata empréstimo para conseguir honrar com os seu pagamento. Apesar do dado recente, não é novidade que grande parte da população costuma administrar suas finanças com a ajuda do crédito oferecido pelas instituições financeiras.

Entretanto, ao optar por alguma das opções de crédito do mercado, como o empréstimo Caixa, por exemplo, é preciso ter acesso às principais informações e compreender como tudo funciona.  

Continua após a publicidade


Existem muitas modalidades de empréstimos que atendem a necessidades específicas, seja uma conta que saiu do controle ou a aquisição de um novo veículo, os bancos têm liberações de créditos disponíveis para diversos objetivos. 

A Caixa Econômica Federal é um dos bancos com mais destaque no país e fornece inúmeras facilidades a seus clientes. Se você estiver precisando daquele dinheiro extra, é recomendável que conheça um pouco mais sobre as linhas de crédito antes de se decidir qual deles deve contratar. Além, obviamente, de analisar as demais opções de instituições do mercado que oferecem esse tipo de crédito. 

Tipos de empréstimos Caixa 

Antes de realizar a solicitação de crédito é necessário entender como funciona cada tipo de empréstimo e para quais situações cada um deles é mais recomendado. Separamos a seguir as principais opções de empréstimos oferecidos pela Caixa. Confira: 

Crédito Consignado

O empréstimo consignado é um tipo de empréstimo em que as parcelas são descontadas diretamente do seu salário mensal ou benefício.

Pode ser liberado para aposentados, pensionistas, servidores públicos federais, estaduais e municipais, trabalhadores CLT (quem tem carteira de trabalho assinada) e militares das Forças Armadas. Por esse motivo, é um empréstimo em que não há a necessidade de avalista. Para quem já recebe o salário pela Caixa, aposentados e pensionistas do INSS existem vantagens e condições especiais.

O contratante do empréstimo consignado deve ter entre 18 e 80 anos e, tanto o valor de crédito liberado quanto o número de parcelas para quitação variam de acordo com a idade. 

O valor liberado para empréstimo é calculado de acordo com sua renda e a parcela de pagamento não pode ultrapassar 30% de sua renda mensal comprovada e a taxa de juros é um pouco mais baixa que os outros empréstimos, pois o banco tem uma garantia de que será pago. 

Crédito rural

Este tipo de empréstimo é dividido em algumas categorias que se enquadram de acordo com a necessidade do produtor rural. Seja para investimentos de melhorias ou custeio de dívidas. Cada um com prazos e taxas diferenciadas.

Grande Produtor – O grande produtor pode escolher entre 2 tipos de empréstimo: Crédito Custeio ou Crédito Estocagem. 

  1. Crédito custeio: esse tipo tem a finalidade de cobrir despesas relacionadas à agricultura e pecuária. O prazo de pagamento fica entre 12 e 24 meses, dependendo da finalidade do crédito e a taxa de juros é de 8% ao ano.
  1. Crédito Estocagem: nessa categoria os recursos são disponibilizados para custear o armazenamento e conservação da produção para que na hora da comercialização o produto esteja em boas condições. O prazo de pagamento é de 90 a 240 dias dependendo do produto e a taxa de juros também é de 8% ao ano.

Médio Produtor – Nesta modalidade o produtor pode contar com o Custeio PRONAMP e o Investimento Caixa PRONAMP Pecuário.

  1. O Custeio PRONAMP também tem finalidade de cobrir despesas relacionadas a agricultura e pecuária, o prazo de pagamento é de 12 a 24 meses e a taxa de juros é de 6% ao ano.
  1. O Investimento Caixa PRONAMP Pecuário é um empréstimo que o produtor rural pode fazer para modernizar a infraestrutura da sua produção, seja com máquinas e equipamentos ou serviços de finalidade agrícola ou pecuária. O produtor tem uma carência de 2 anos para começar a pagar e tem até 8 anos para quitar os pagamentos. Existem 2 taxas de juros, a prefixada, que é de 7% ao ano e a pós-fixada, que é de 2,5% ao ano somada com a atualização monetária.

Cooperativas – Este tipo de negócio conta com diversos tipos de empréstimos para melhor atender às cooperativas agropecuárias.

  • Custeio de integração: tem a finalidade de custear os insumos necessários para produção.
  • Fornecimento a cooperados: este empréstimo deve ser usado para custear insumos em grande escala que podem ser vendidos posteriormente aos cooperados por preços competitivos.
  • Adiantamento a cooperados: têm a finalidade de ajudar os cooperadores a pagarem os produtores enquanto os produtos ainda estão armazenados, assim a comercialização futura poderá ter um preço melhor.
  • Estocagem: para custear o armazenamento dos produtos para que sejam comercializados com melhor preço.
  • Industrialização: disponibiliza recursos para custear os gastos do processo de industrialização e beneficiamento do produto (como custo de embalagens e rótulos).
  • Industrialização Pronaf: tem finalidade de beneficiar pequenos produtores de cooperativas agropecuárias que se enquadram no Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar). Disponibiliza crédito para que os produtores possam ter recursos suficientes para as produções.
  • Financiamento para Garantia de Preços ao Produtor (FGPP): garante a aquisição de matérias-primas por um preço justo.

Agroindústria – Nessa modalidade o produtor conta com dois tipos de crédito.

  1. Custeio de Integração: tem como objetivo o financiamento das despesas com aquisição de insumos e serviços com prazo de pagamento de até 1 ano e taxa de 8% ao ano.
  1. Financiamento para Garantia de Preços ao Produtor: fornece uma linha de crédito que permite a aquisição de produtos a um preço inferior ao mínimo para produtores que se enquadram na Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM). O prazo máximo para pagamento é de 1 ano.

Crédito Investimento –  esta modalidade de empréstimo tem a finalidade de ajudar quem deseja melhorar e modernizar sua produção. Pode ser utilizado para a compra de máquinas, equipamentos, animais e até mesmo para recuperação de espaços como pastos, cercas ou galpões. Os prazos são entre 6 e 12 anos e a taxa de juros é de 8,75% ao ano.

Financiamento habitacional

A caixa disponibiliza linha de crédito para financiamento de casas e apartamentos, sejam novos ou usados, com prazo de pagamento de até 35 anos.

Você pode fazer uma simulação no próprio site da caixa para saber qual o tipo de financiamento melhor se encaixa com sua renda e com o imóvel escolhido. Na simulação irá aparecer todas as informações como forma e prazo de pagamento e também qual taxa de juros será aplicada. Clique aqui para realizar a simulação

Para finalizar a solicitação a Caixa irá avaliar as condições do imóvel e também as condições de pagamento e solicitar algumas documentações. É possível utilizar o saldo do FGTS como forma de entrada do financiamento e o valor das parcelas não deve ultrapassar 30% do valor total da renda comprovada.

Construcard

Esta modalidade de crédito tem a finalidade de beneficiar aqueles que têm o desejo de reformar. Pode ser solicitado apenas em lojas credenciadas pela Caixa. É permitida a compra de qualquer tipo de material de construção, desde os mais simples como tijolos, telhas e pisos até os mais caros como piscinas, elevadores e painéis solares. 

O prazo para a compra de todo o material é de 6 meses e apenas depois disso é que se inicia o pagamento das parcelas que podem ser divididas em até 240 vezes.

Crédito viagem

Dentre os empréstimos da caixa, também podemos citar o financiamento para viagens. Existem 2 formas de financiamento de viagem.

  1. CDC Turismo: nesta modalidade existe um limite pré-aprovado e as parcelas serão descontadas diretamente na conta caixa com prazo de 24 meses para pagar.
  1. Cartões Turismo: é como um cartão convencional e te dá a opção de parcelar as viagens em até 48 vezes. Esses cartões também dão direito a descontos em alguns estabelecimentos como bares, restaurantes, pousadas e hotéis.

Crédito veicular

Pode-se dizer que é um dos créditos mais utilizados no país, afinal, as pessoas estão constantemente comprando e trocando seus veículos. Você pode escolher entre 2 modalidades.

O Crédito Auto-Caixa, que financia até 80% do valor do veículo a ser adquirido, com uma taxa de juros pré-fixada, sem a cobrança de outras tarifas.

Já para quem deseja utilizar o valor do veículo como empréstimo, existe o Aporte Auto. Nesta modalidade, um veículo quitado serve como garantia para um empréstimo de até 70% do valor e prazo de pagamento de até 48 meses.

Educação

Na área da educação, a Caixa oferece o FIES (Fundo de Financiamento Estudantil), um programa que financia os estudos de quem possui renda até 3 salários mínimos, tendo também a possibilidade de juros zero para os menos favorecidos. Os prazos de pagamentos são bem facilitados. As primeiras parcelas, por exemplo, podem ser pagas quando o curso for finalizado.

Empréstimo Caixa para empresas

Esta modalidade de empréstimo é voltada para os empreendedores. Tem a finalidade de contribuir com o capital do negócio, ajudando no investimento em máquinas, equipamentos ou até mesmo reformas para o local de trabalho. O empreendedor tem várias opções de crédito para escolher de acordo com a necessidade.

Crédito

Além de todas essas modalidades de financiamentos e empréstimos, a caixa ainda oferece algumas linhas de crédito para seus clientes. A saber: 

CDC Automático – uma linha de crédito pré-aprovado que pode ser contratado através do caixa automático ou aplicativo de internet banking. O valor é liberado direto na conta e o prazo para pagamento é de até 48 meses.

CDC Salário – é bem parecido com o CDC Automático, mas nesta modalidade as parcelas são debitadas diretamente da conta no dia em que você recebe o seu salário.

Antecipação do 13º salário – o valor é creditado diretamente na conta e o pagamento ocorre quando o 13º salário é recebido.

Antecipação da Restituição do Imposto de Renda – liberação de até 75% do valor da restituição do IR.

A Caixa também oferece outros benefícios a seus clientes como cartões de crédito e débito e cheques especiais.

Conhecendo as linhas de crédito fornecidas pela Caixa fica mais fácil saber em qual delas você se encaixa de acordo com sua necessidade. Lembre-se de avaliar também as propostas de outros bancos para fazer a melhor escolha e faça tudo com cautela e muito planejamento para não acabar entrando em uma bola de neve de dívidas. 

Aqui você pode saber mais sobre empréstimos e tirar todas as suas dúvidas. E para ter acesso a um material semanal exclusivo para te ajudar a organizar sua vida financeira assine a newsletter do iDinheiro.