Você já conhece a Conta Fácil, a conta digital do Banco do Brasil? Disponível para pessoas físicas e Microempreendedores Individuais (MEIs), o serviço promete facilitar a realização de transações financeiras.

Basicamente, seu funcionamento é similar ao das modalidades tradicionais. No entanto, o ideal é que o cliente use apenas os canais digitais.

Continua após a publicidade


Tem interesse e um perfil digital para fazer essa conta do BB? Então, conheça mais sobre o serviço, veja como ele funciona e decida se essa alternativa é a melhor.

O que é a conta digital Banco do Brasil?

A Conta Fácil é uma modalidade de acesso aos serviços financeiros. Ela foi criada para atender às demandas do público mais jovem, que quer fazer o máximo de operações possível pela internet. Por isso, a conta digital BB já trabalha com a tecnologia open banking, uma das mais recentes e inovadoras.

Open banking

O open banking é a aposta do mercado financeiro para os próximos anos. Ele prevê que todas as instituições precisam de uma camada de tecnologia padronizada. Com ela, ficaria mais fácil se comunicar e simplificar a portabilidade dos dados.

O que isso significa na prática? Você, consumidor, terá mais liberdade e controle sobre seus dados bancários. Se quiser mudar de banco, por exemplo, tem o direito de solicitar todas as informações armazenadas para já chegar com essa vantagem na próxima instituição financeira.

Com isso, você deixa de começar sempre um relacionamento do zero. Ao mesmo tempo, há redução da burocracia e uma expectativa de personalização do atendimento.

Por ser digital, a Conta Fácil do BB é mais flexível. No entanto, você sabe que sempre pode contar com o atendimento da agência, se necessário. Por isso, o banco abriu mais de 1 milhão de contas digitais somente em 2019.

Ao mesmo tempo, ela não é nem conta-corrente nem poupança. É uma terceira via, chamada de conta de pagamento. Apesar do nome parecer estranho, essa prática já é adotada por muitas fintechs do País, como o Nubank.

O que acontece é que o dinheiro disponível na conta é aplicado em títulos públicos federais. Isso significa que há mais segurança ao deixar a quantia parada. No entanto, há menos serviços disponíveis do que as opções tradicionais, como veremos mais para frente.

Uma característica da conta digital do Banco do Brasil é a possibilidade de uso tanto por pessoas físicas quanto por MEIs.

Conceito de conta digital

As contas digitais são bancárias, mas elas não exigem que os clientes compareçam à agência. Assim, é possível realizar qualquer atividade diretamente pelo app do celular ou internet banking.

Boa parte delas é oferecida pelas chamadas fintechs, que são as empresas de serviços financeiros totalmente digitais. Alguns exemplos são o Nubank, o Banco Inter e o Original.

Apesar disso, as instituições financeiras tradicionais também optam pelas contas digitais para inovar em seus serviços, atrair novos consumidores e reduzir as taxas cobradas. Como a estrutura necessária para funcionar é menor, os valores são menores ou até isentos.

Dos bancos tradicionais, o BB foi um dos últimos a adotar essa modalidade. A Conta Fácil foi criada em 2016. Apenas para comparação, o Itaú criou a iConta em 2011 e até já descontinuou a alternativa.

Por isso, atualmente, o Banco do Brasil é uma das únicas instituições financeiras tradicionais que trabalha com a modalidade digital.

Conta Fácil PF x MEI: quais as diferenças?

Os serviços destinados aos Microempreendedores Individuais são específicos para as necessidades desse público. Por isso, existem algumas mudanças em relação à conta digital BB para pessoas físicas. Entenda!

Conta digital BB para pessoas físicas

Os serviços disponibilizados são direcionados para pessoas que querem facilitar seu dia a dia. Entre eles estão:

Saques, depósitos, transferências e pagamentos

As opções já estão disponíveis a partir da abertura da conta. O limite de movimentação inicial por mês é de R$ 500. No entanto, pode chegar a R$ 5.000, sempre respeitando a barreira de R$ 1.000 por dia.

Débito automático

As contas mensais de água, luz, telefone e outras podem ser cadastradas no débito automático. Assim, o pagamento é automático e você precisa apenas deixar o dinheiro na conta.

Recarga de celular

O aplicativo do BB permite colocar crédito no seu pré-pago. Basta selecionar o valor e a operadora.

Ourocard Conta Fácil

O cartão de crédito é enviado para o endereço cadastrado depois de você depositar o primeiro valor na conta.

Recebimento de salário

O dinheiro chega direto na conta digital do BB. Para isso, basta registrar a Livre Operação Bancária (LOB).

Empréstimos, poupança e investimentos

As opções estão disponíveis, mas é preciso fazer um upgrade de conta, ou seja, mudar para outra modalidade. Caso tome essa decisão, deve apresentar comprovantes de renda e residência, e documento de identificação pessoal.

BB Conta Fácil Microempreendedor

A solução é voltada para os MEIs com o objetivo de simplificar a abertura de conta e personalizar os serviços para esse público, que já chega a mais de 10 milhões de pessoas. Nesse caso, você abre a conta pelo app e envia os documentos necessários.

Uma vantagem é a solução Cielo Mobile com leitor, voltada para as vendas feitas com cartão de débito ou crédito. Você também recebe o Ourocard na função débito para comprar o que é necessário.

Com essa conta, você ainda cadastra o pagamento do Documento de Arrecadação Simplificada (DAS) no débito automático. Para fazer parte, é cumprir a exigência de movimentação mensal de R$ 10.000, com limite de valor diário de R$ 1.000 no autoatendimento.

Quais são as taxas cobradas na conta digital BB?

Existem duas opções de contas digitais Fácil. Uma delas é a Gratuita. Como diz o nome, não são cobradas mensalidades e as transferências também são isentas. Estão disponíveis 1 saque e 1 extrato por mês.

Por sua vez, a Conta Fácil Bônus custa R$ 9,90 por mês. Ela também tem transferências gratuitas, mas oferece 4 saques e 2 extratos. Além disso, ela tem uma vantagem: a possibilidade de converter os benefícios extras em bônus para celular. Assim, é uma alternativa válida para quem usa pré-pago.

Quais são as principais soluções da conta digital BB?

Apesar da Conta Fácil ser mais restrita, ela traz várias possibilidades para os clientes. Conheça as principais:

  • financiamento de automóveis pelo app;
  • saque móvel, ou seja, você consegue o dinheiro de que precisa no caixa eletrônico sem precisar do cartão. Basta usar o celular;
  • pulseira Ourocard, que funciona com a tecnologia NFC e permite fazer compras com o dispositivo vestível;
  • Apple Watch, que pode ser usado para consulta de saldo e outras informações da conta;
  • app Ourocard, que foi criado especificamente para o cartão de crédito e integra todas as funções nesse ambiente. Assim, você acompanha as compras em tempo real, paga a fatura e obtém segunda via;
  • Ourocard-E, que é um cartão virtual feito para as compras pela internet.

NFC

A tecnologia Near Field Communication (NFC) é sem fio e permite trocar informações de forma segura entre dois dispositivos. É o caso de fazer um pagamento ao aproximar o celular da maquininha de cartão.

No caso da Conta Fácil, a pulseira é aproximada do dispositivo de pagamento para realizar a compra. Ela tem um chip acoplado e, por isso, funciona. O cliente pode solicitá-la nas cores amarela, preta e azul. 

Como abrir a sua conta digital Banco do Brasil?

Para ter acesso ao serviço, é necessário acessar o site do BB e clicar em “Produtos e Serviços”. Depois, selecione “Abra sua conta” e “Conta eletrônica ou especial”. Você terá que preencher um formulário.

Depois de fazer o processo, precisa entregar seus documentos em uma agência física. É necessário apresentar:

  • documento de identidade;
  • CPF;
  • comprovante de endereço;
  • comprovante de renda.

Esse processo libera o limite de movimentação de R$ 500. Caso queira aumentar para R$ 5.000 por mês, é importante enviar uma foto de algum documento de identificação oficial e uma selfie para liberar o restante.

Caso já seja cliente BB, você pode simplesmente ir à agência e solicitar a migração da conta-corrente para a digital.

Vale a pena contratar a conta digital BB?

Caso você queira realizar serviços básicos e pagar tarifas mais baixas, a Conta Fácil vale muito a pena. No entanto, se precisar de empréstimos, financiamentos, investimentos e outras opções mais qualificadas, pode não ser a melhor alternativa.

Além disso, considere que os serviços, mesmo básicos, não são totalmente gratuitos. Existe uma limitação. Por isso, vale a pena fazer as contas e colocar na ponta do lápis todos os gastos, de acordo com os seus hábitos bancários durante o mês.

Assim, você identifica se essa opção é mais indicada ou se é melhor optar por uma fintech, que traz mais serviços gratuitos. De todo modo, é uma forma de ter acesso a um banco tradicional, que pode ser importante para algumas operações diárias.

Agora só falta saber se a conta digital do Banco do Brasil vale para a sua rotina. Então, chegou a hora de pensar e fazer as contas. Você verá que a decisão calculada vale a pena!

Assine a Newsletter do iDinheiro e receba toda semana conteúdo exclusivo sobre o que importa para o seu dinheiro.