A história do Banco Pan Financiamentos é longa. Seus principais acionistas eram a Caixa Econômica Federal e o Grupo Silvio Santos, até que o apresentador e empresário brasileiro vendeu suas ações para o Banco BTG Pactual S.A.

A partir daí, houveram outras mudanças estruturais e societárias, mas, esse DNA mostra que o Banco Pan, e sua unidade de financiamento, é uma opção segura e com boas condições para realizar seu projeto de comprar um veículo.

Continua após a publicidade


Sim, o banco Pan tem outros produtos, como cartões de crédito, crédito consignado, consórcios e opções de investimentos. Mas, como a ideia desse post é falar sobre seus financiamentos, concentramos as informações naquele disponível na instituição, ou seja, para aquisição de veículos. Faz sentido para você?

Que bom, porque temos informações importantes para que você faça uma escolha economicamente consciente na hora de financiar seu carro. Confira a seguir.

O que é o Banco Pan Financiamento?

Banco Pan Financiamento é uma instituição financeira que oferece, de forma independente, produtos e créditos financeiros para seus clientes diretos ou que buscam sua rede de parceiros conveniados, como é o caso das concessionárias e revendedoras de carros.

Apesar de suas estratégias serem independentes, o Banco Pan já recebeu aportes financeiros das duas gigantes do mercado que detém a maioria de suas ações, ou seja, a Caixa Econômica Federal, por meio da Caixapar e o Banco BTG Pactual.

Mas, porque isso importa para você, potencial contratante de um de seus financiamentos? Simples! Com mais recursos financeiros, o Banco Pan Financiamento pode ser mais competitivo no mercado, ou seja, pode oferecer condições mais vantajosas para conquistar mais clientes.

Pagar taxas mais atrativas já é um assunto que te interessa, certo? Mas, será que você tem o perfil de contratante do Banco Pan Financiamento?

Quem pode contratar o financiamento do Banco Pan?

O Banco Pan Financiamento não restringe suas operações de financiamentos para correntistas, portanto, qualquer pessoa física pode ter sua análise de crédito aprovada.

Para você contratar o financiamento do banco, basta iniciar a negociação em qualquer uma de suas mais de 5000 lojas conveniadas. São concessionárias, revendedoras, multimarcas e outras tantas espalhadas em todo Brasil.

Para a aprovação do financiamento, é feita uma análise de crédito e dos documentos solicitados pela revendedora que, inicialmente são:

  • documentos legais de identidade que comprovem a maioridade do contratante;
  • cópia da Carteira Nacional de Habilitação (CNH);
  • Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • comprovante de endereço recente;
  • comprovante de renda ou patrimônio recente, como holerite do emprego, prolabore da empresa ou última Declaração do Imposto de Renda;
  • consultas recentes do CPF em bancos de dados de proteção ao crédito;
  • certidões negativas no cartório de protestos local
  • certidão de regularidade do CPF na Receita Federal.

Apesar de parecer uma lista grande, com todos esses documentos apresentados na loja credenciada Pan, o interessado no financiamento pode receber a isenção da taxa de cadastro do veículo cobrada pelo banco.

Outros documentos podem ser solicitados para a análise de crédito a critério da loja ou do Banco Pan Financiamentos.

Além disso, para a continuidade da negociação, dados do veículo e do vendedor, caso seja um intermédio realizado pela loja, também devem ser anexados ao processo.

Porém, como o trâmite é realizado dentro da loja conveniada, todos esses dados serão apresentados sem dificuldades.

A análise de crédito é ágil, portanto, antes que ela seja aprovada para você, é preciso entender o que é preciso analisar na proposta de financiamento Pan.

Será que é o mais vantajoso do mercado?

Como funciona o financiamento do Banco Pan?

O financiamento do Banco Pan funciona como as soluções dos outros bancos e financeiras, ou seja, depois da aprovação do crédito, uma proposta é definida com as regras do contrato que envolvem:

Número de parcelas e formas de pagamento

O financiamento do veículo pode ser feito em até 60 meses com uma carência de até 45 dias para a primeira parcela do pagamento.

O financiamento pode ser gerenciado com um carnê para pagamentos ou, boletos que são enviados para o endereço do titular do contrato ou podem ser emitidas no site do Banco Pan.

Porcentagem financiada

Diferentemente de algumas instituições, o Banco Pan pode financiar até 100% do valor do veículo, o que pode ser um diferencial para alguns interessados que não têm recursos para dar entrada na compra.

Esse também é o motivo para o número de parcelas ser maior ou menor, afinal de contas, a instituição financeira tem uma preocupação com o crédito consciente, que não compromete o orçamento mensal dos seus clientes.

Um posicionamento, ao contrário do que se pensa, é positiva para o negócio, pois diminui os casos de inadimplência, contratos em atrasos ou a necessidade de tomarem medidas judiciais que também são um custo significativo para o negócio.

Modalidade de contrato

O financiamento do Banco Pan é feito na modalidade CDC, ou Crédito Direto ao Consumidor.

Dica do blog

Além do CDC, é comum encontrar no mercado a opção de leasing para o financiamento do veículo. Eles possuem diferenças importantes que você precisa saber.

No CDC, como é o caso do Banco Pan Financiamentos, o veículo fica em nome do comprador e alienado para a instituição que realizou o financiamento como forma de garantia.

É como se fosse um empréstimo e, portanto, tem cobrança de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) e a taxa de juros é, na maioria das vezes, maior do que o leasing.

No caso do leasing, a taxa de juros pode ser menor, porém, o veículo fica em nome da instituição financeira e seus prazos de parcelamentos são mais alongados. Porém, o arrendatário que decide antecipar as parcelas, não terá um bom desconto como aconteceria no CDC, pelo contrário, em alguns casos, teria que pagar uma multa.

Veículos que podem ser financiados

Automóveis e motos seminovas das lojas que fazem parte da rede do Banco Pan.

Taxas de juros

O Banco Pan Financiamentos cobra em suas operações de CDC as seguintes taxas, impostos e multas:

  • taxa de contrato, que pode ser isentada em ações promocionais e apresentação completa de documentos;
  • Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), por questões legais;
  • juros remuneratórios, que varia conforme negociação e análise de crédito;
  • multa de de 2% do valor em atraso, quando o pagamento não for realizado na data de vencimento da parcela;
  • juros de mora de 1% do valor em atraso, durante o período em que não houver o pagamento do débito.

O Banco Pan Financiamentos costuma oferecer outro produto de crédito disponível em sua carteira quando a análise do potencial cliente é reprovada. O consórcio.

Nesse caso, não é necessário realizar análise de crédito para a contratação, porém, a carta de crédito só é liberada por sorteios ou oferta de lances, ou seja, não existe uma garantia de que a compra será realizada naquele momento.

O consórcio não cobra taxa de juros, mas tem a cobrança da taxa administrativa que também onera a parcela. Porém, pode ser uma ferramenta para compra do bem que encaixa no seu perfil.

Sabe como descobrir isso? Buscando novas informações, dicas e estratégias financeiras para otimizar suas escolhas de compra e investimento como essa que você acabou de ler sobre o Banco Pan Financiamento.

Por isso, assine agora a newsletter do iDinheiro e receba toda semana uma seleção de conteúdos sobre o que é importante para o seu dinheiro.