Foi aberto novo programa de trainee na Vivo, para atuação na cidade de São Paulo. Empresa de telecomunicações seleciona 30 profissionais com salários de R$ 6.800.

O processo seletivo reserva 30% das oportunidades para candidatos negros. Os benefícios incluem a possibilidade de trabalho remoto, smartphone corporativo com plano de dados ilimitado e MBA subsidiado pela empresa na ESPM, cursado em horário de trabalho.

Continua após a publicidade:

Vagas de trainee na Vivo; saiba mais

A Vivo busca encontrar candidatos com competências técnicas e habilidades humanas, como empatia, coragem, criatividade e inovação. Os dez trainees que apresentarem melhor desempenho durante o programa receberão um curso de curta duração na Universitas (Universidade Corporativa Telefônica), na Espanha.

O objetivo do programa é desenvolver jovens para atuar com foco nas áreas de negócios da Vivo e com cultura e transformação, fortalecendo clusters de marketing, comercial, produtos, estratégia, inovação, dados e inteligência artificial, diz a vice-presidente de pessoas da organização, Niva Ribeiro.

As inscrições ocorrem pelo site do programa da empresa. Para inscrição, inglês não é pré-requisito.

Outras empresas têm programas em aberto

Além da Vivo, mais de 50 empresas têm vagas em aberto em programas de estágio ou trainee. 

Uma delas é a Vale, que está inscrições abertas para dois programas de trainee, visando beneficiar 130 recém-graduados que desejam ocupar posições de liderança na organização.

Como a Vivo, a Vale também se preocupa com a diversidade dos funcionários. Todo o processo seletivo ocorrerá online e às cegas, para evitar informações sobre o gênero, etnia, idade e faculdade. Além disso, empresa reserva 50% das vagas para mulheres. 

A Alpargatas também está contratando, oferecendo salários de R$ 7 mil para pessoas com bacharelado com graduação entre dezembro de 2017 e dezembro de 2020 em qualquer curso e inglês avançado.

Quer continuar acompanhando as novidades sobre vagas de trainee? Então, assine a newsletter do iDinheiro e assine o push. 

Publicidade