Desvendando o Trademap: saiba tudo o que importa sobre essa plataforma de investimentos

 

Com o que podemos chamar de “desbancarização”, devido ao crescente aumento do número de corretoras e fintechs no mercado brasileiro, temos tido cada vez mais acesso à diversificação de investimentos por meio dessas novas plataformas que surgiram para inovar e facilitar o acesso aos principais tipos de aplicações financeiras.

Desse modo, as conhecidas plataformas de investimento, que ainda estão em processo de consolidação, possibilitam o acesso dos clientes a vários tipos de ativos financeiros.

Continua após a publicidade:

Como, por exemplo, os pertencente à classe de investimentos em renda fixa, queridinha dos investidores conservadores, e a renda variável, adorada pelos investidores mais agressivos. 

Nesse sentido, as corretora de valores disponibilizam as diversas opções de aplicações financeiras.

Por outro lado, surgiram também fintechs focadas em reunir a sua carteira de investimentos em um só lugar, é o caso do Trademap, que também possibilita a análise de ativos.

Continua após a publicidade

Nesse artigo, você vai descobrir tudo o que precisa saber sobre o Trademap, a plataforma de investimentos cuja missão é levar o mercado financeiro para todos.

O que é o Trademap?

O Trademap nada mais é do que uma plataforma que apresenta as mais diversas opções de investimentos no mercado e suas principais características por meio da análise em tempo real de cada ativo.

Além disso, também possibilita a simulação da sua carteira de investimentos desejada em comparação com a carteira divulgada de outros fundos do país.

O mais interessante é que essa análise se dá por meio de gráficos, interações, notícias e fatos relevantes atualizados. 

Continua após a publicidade

Atualmente, essa plataforma está disponível para dispositivos mobile, tanto no Google Play quanto na App Store, e também possui a versão web.


Aplicativo de Investimento: os 13 melhores para gerenciar a sua carteira, investir e receber notícias do mercado


Como se cadastrar no Trademap?

Se você estava pesquisando uma plataforma de investimentos e encontrou o Trademap, é muito simples fazer o seu primeiro acesso.

Para utilizá-lo, você precisa fazer o download do App TradeMap na App Store ou no Google Play, caso queira acessar por um dispositivo mobile ou mesmo acessar o trademap via Web.

Continua após a publicidade

Após fazer isso, você deve preencher todas as informações cadastrais solicitadas no momento do cadastro.

Dados como o seu nome, CPF, e-mail, data de nascimento e telefone serão necessários nesse momento.

Print da tela de cadastro do Trademap

Então, caso não saiba seu CPF decorado, precisará dele em mãos para completar o cadastro.

Até porque, ele é necessário para garantia do controle da segurança da informação exigida pela B3, Bolsa de Valores do Brasil.

Continua após a publicidade

E é isso! Ao finalizar seu cadastro, você pode utilizar as funcionalidades disponíveis para os usuários.

Trademap é seguro?

Essa fintech possui a segurança como um dos seus pilares.

Porém, para que você tenha ciência de que seus dados estão de fato seguros, é de suma importância que você conheça as políticas de privacidade da plataforma. 

Por isso, sugerimos que você confira os termos de uso do Trademap.

Dá para investir através do Trademap?

No ano passado, essa fintech apareceu com uma nova funcionalidade.

Com o chamado Multibroker, hoje, você pode não somente analisar ativos em tempo real, como também enviar operações de compra e venda que você deseja realizar.

Tanto na bolsa de valores brasileira quanto na bolsa norte- americana, por meio da integração da sua corretora de valores com o sistema da plataforma.

Continua após a publicidade

Print explicando o Multibroker Trademap


Home Broker: a tecnologia a favor dos seus investimentos


Trademap é gratuito?

Não por muito tempo!

O Trademap Premium está na versão trial, a qual ficará gratuita por tempo indeterminado. Logo, durante esse período, ele é totalmente sem custo!

Mas, como afirmei anteriormente, isso não deverá durar tanto tempo.

Dessa forma, ao término desse período de “degustação”, o Multibroker, por exemplo, estará disponível apenas para usuários Premium.

Trademap é uma corretora de valores?

Diferentemente de uma “corretora de verdade”, que serve como uma ponte entre o investidor e sua aplicação financeira, a plataforma de investimentos Trademap permite apenas “rotear” ordens dessas instituições financeiras.

Ou seja, ela serve como uma ponte entre você e suas corretoras, facilitando o processo e a análise dos seus investimentos

Continua após a publicidade

O que eu posso te dizer é que você conseguirá enxergar ainda mais utilidade na funcionalidade Multibroker, que é um grande potencial dessa plataforma.

Principalmente, se você for cliente de mais de uma corretora.

Lembrando que, para que ocorra essa unificação, as corretoras precisam estar integradas ao seu sistema.

E mais, a corretora mais interessante para você é aquela que melhor supre as suas necessidades.

Dessa forma, caso consiga aproveitar os benefícios de mais de uma dessas instituições, não há problemas.

Continua após a publicidade


Saiba quais são as 10 melhores corretoras de valores do Brasil


Como fazer a liberação da sua corretora no Trademap?

O Multibroker já conta com seis corretoras parceiras.

Para que você habilite a sua, primeiro precisa verificar se é possível sua integração.

Caso seja, veja como em cada um dos dispositivos.

Via Web

Clique no botão no canto superior direito da tela, onde consta as iniciais do seu nome e sobrenome.

Após isso, clique em “configurações” e, na aba Corretoras, selecione o nome da sua corretora para sincronizar com o Multibroker. 

Via mobile

Acesse o módulo de ações do aplicativo e selecione a opção “custódia”.

Feito isso, escolha sua corretora e faça a sincronização com o Multibroker.

Como conectar o Trademap ao CEI?

O Canal Eletrônico do investidor (CEI) nada mais é do que é um serviço disponibilizado pela B3, que funciona via internet e permite consultar todas as nossas informações relacionadas às transações financeiras realizadas na bolsa de valores brasileira.

Assim sendo, podemos consultar (por meio dele) não somente dnosso saldo no Tesouro Direto, como também no mercado de opções, saldo diário e extrato mensal de custódia de ativos, entre outros.

Continua após a publicidade

Ao conectar seu Trademap ao CEI, ele busca automaticamente sua carteira de investimentos para atualizar sua plataforma. 

Então, caso você tenha esquecido de registrar a compra ou venda de algum ativo manualmente, estando ativa a sincronização com o CEI, seus dados estarão sempre atualizados.

Facilitando, assim, o controle e análise de toda sua carteira de ativos, em uma ou mais corretoras. 

Basta seguir os passos abaixo para conectar o Trademap ao CEI (via mobile):

1. Clique no botão azul na parte inferior do app, na tela inicial (botão Home);

Continua após a publicidade

2. Depois, clique no botão “CARTEIRA”;

Print 1 sobre como conectar o Trademap ao CEI

3. Em seguida, toque no ícone de sincronização, na parte superior do aplicativo;

4. Logo após, digite a sua senha de acesso ao CEI

Print 2 sobre como conectar o Trademap ao CEI

Pronto, após colocar sua senha, é só confirmar! Você será notificado assim que a importação das informações for concluída.


Veja quais são os melhores investimentos para 2020


Trademap web – Como acessar

Se você não sabia que o Trademap possuía a versão web ou simplesmente despertou o interesse por essa versão agora, siga as seguintes instruções:

  1. No aplicativo, selecione o botão Home;
  2. Toque no ícone de Perfil;
  3. Escolha a opção “acesso ao portal”;
  4. Escaneie o QR Code no navegador.

Achou complicado?

Você também pode simplesmente pressionar o ícone da plataforma Trademap em seu celular e escolher a opção “QR Code Acesso Web”.

Feito isso, você poderá definir sua senha de acesso.

Com essa senha, você conseguirá acessar o portal a qualquer momento, usando seu CPF e a senha que criou. 

Continua após a publicidade

Print sobre como acessar o Trademap web

O que significam as cores de oscilação do trademap?

Se você já utiliza o Trademap, ou simplesmente deu uma olhada rápida para ver o visual da plataforma, certamente já notou algumas setas abaixo dos gráficos de oscilação das ações.

Também deve ter percebido que as setas possuem cores diferentes. Estou certa?

Print sobre as telas do Trademap

 

Pois bem, essas cores representam como as ações estão se comportando ao longo do dia em comparação com o Ibovespa (IBOV), principal índice da B3.

As setas possuem as seguintes cores e representam a seguinte performance de um ativo financeiro:

  • Azul: Ativo financeiro subindo, porém, menos que o IBOV;
  • Amarela: Ativo financeiro caindo, porém, menos que o IBOV;
  • Verde: Ativo financeiro subindo mais que o IBOV;
  • Vermelha: Ativo financeiro caindo mais que o IBOV.

Print das oscilações de um ativo no Trademap

Conhecer o que significa cada uma das setas vai facilitar muito sua compreensão no momento da análise da oscilação dos ativos na Bolsa.

Continua após a publicidade

Por isso, não esqueça do significado delas, tá bem?


5 motivos para investir na Bolsa de Valores e melhorar seus rendimentos


Como cancelar sua conta no Trademap?

Já é usuário do Trademap, acabou não gostando tanto da plataforma ou basicamente acha que deixaram a desejar em suas expectativas e quer cancelar sua assinatura?

É muito simples:

Entre em contato, via e-mail, com o suporte do Trademap – suporte@ttrademap.com.br – e peça o cancelamento. Só isso!

Bem prático, não?

Conclusão

Atualmente, o interesse dos brasileiros por assuntos relacionados ao mundo dos investimentos têm crescido a cada dia.

Na mesma medida, vemos o aumento de instituições responsáveis pela intermediação desse processo, pessoas se capacitando para o auxílio de investidores, e grandes empresas do ramo também crescendo.

Continua após a publicidade

Foi nesse cenário que surgiram algumas plataformas responsáveis por facilitar a análise e unificação desse processo, é o caso do Trademap!

Por isso, é sempre necessário ficar de olho nas novidades e opções já disponíveis no mercado de investimentos.

De todo modo, antes mesmo de investir, o fundamental é nunca esquecer da importância do controle e gerenciamento financeiro.

Afinal, quanto mais dinheiro você tiver e maior capacidade de fazer aportes em suas aplicações financeiras, melhor.

Nesse sentido, a orientação é que você utilize um app de controle financeiro ou planilha para gerenciar suas finanças de maneira mais eficiente!

E aí, o que achou deste artigo sobre o Trademap? Quer receber outros conteúdos exclusivos sobre ferramentas e investimentos? Então, assine a newsletter do iDinheiro.

Publicidade