Investimentos

Tesouro Direto ou Poupança: qual a melhor opção de investimento?

Luana de Oliveira
Luana de Oliveira

Está na dúvida sobre qual investimento aplicar o seu dinheiro? Tesouro Direto ou Poupança? Leia este artigo para descobrir qual é o melhor!

 

A fim de desbravar novas opções de investimentos, é bastante comum se deparar com dúvidas referentes à poupança e as outras aplicações em renda fixa.

Assim, vamos mostrar neste artigo as principais características do Tesouro Direto e  da Poupança. E a partir disso, acreditamos que você vai conseguir avaliar qual opção melhor se adequa aos seus objetivos.

Continua após a publicidade

Então, neste artigo você vai aprender:

  • o que é a Caderneta de Poupança;
  • a rentabilidade da poupança;
  • liquidez;
  • taxas e tributações;
  • riscos ao investir neste ativo;
  • vantagens da poupança;
  • o que é Tesouro Direto;
  • como funciona e os tipos de Tesouro;
  • taxas e custos;
  • prazos do investimento;
  • as vantagens dos títulos públicos;
  • Tesouro Direto ou Poupança – qual vale a pena;
  • a construção de uma carteira diversificada.

O que é a Poupança

A caderneta de poupança é um dos investimentos mais antigos e populares entre os brasileiros. Isso porque, à primeira vista, ela é considerada como uma aplicação simples e muito segura.

Mas atualmente, com o aparecimento de novos tipos de aplicações, existe um questionamento sobre a facilidade em investir na poupança com os bons resultados na rentabilidade. Afinal, você acredita que a sua praticidade e rendimentos andam lado a lado?

Continua após a publicidade

A rentabilidade da poupança

Até maio de 2012, o rendimento da poupança era calculado com base na seguinte fórmula: 0,5% + Taxa Referencial (TR). Logo após este período, este cálculo passou a depender de mais uma nova taxa, a Taxa Selic. Então, o seu cálculo começou a ser realizado da seguinte forma:

  • Quando a Taxa Selic está acima de 8,5%, a caderneta segue a regra de 0,5% + TR.
  • Quando a Taxa Selic está igual ou abaixo de 8,5%, o rendimento é de 70% da Selic, mais a variação da TR.

E como a taxa Selic, conhecida também como taxa básica de juros, vem apresentando expressivas quedas, então a remuneração da poupança que já era pequena, passou a ser ainda menor.

Desse modo, por causa deste fenômeno econômico, muitos brasileiros estão percebendo que o rendimento da caderneta tem deixado a desejar e estão em busca de outros investimentos mais rentáveis.

Liquidez da caderneta da poupança

A poupança é reconhecida no mercado pela sua liquidez diária. Isto significa que o investidor pode resgatar o seu dinheiro a qualquer momento.

Continua após a publicidade

Caso você possua um dinheiro aplicado na poupança e apareça um imprevisto inesperado, então é possível sacar uma parcela ou até mesmo todo o seu capital no mesmo dia.

Taxas e Tributações

Apesar da possibilidade de retirar o dinheiro a qualquer momento da conta poupança, os bancos possuem a sua própria regra sobre a tarifação na quantidade de saques realizados no mês. Portanto, não deixe de conferir com a instituição escolhida qual o valor da tarifa para saque e transferência bancária.

Um ponto interessante para os investidores da poupança é a isenção na declaração do Imposto de Renda (IR) para pessoas físicas.

Riscos ao investir na poupança

Este tipo de investimento é considerado de baixo risco. No entanto, a principal preocupação deve ser sobre a solidez da instituição financeira que você aplicou o seu dinheiro, já que em casos de falência o investidor pode sair prejudicado.

Continua após a publicidade

Entretanto, existe o Fundo Garantidor de Crédito (FGC) que garante ao investidor o ressarcimento de até R$250 mil por CPF em caso de falência do banco. Ou seja, quem tem R$500 mil em uma mesma conta Poupança corre risco de perder dinheiro, caso a instituição feche as portas.

Caderneta de Poupança: conheça as vantagens desse investimento

Podemos dizer que a principal vantagem da poupança é a capacidade de realizar o resgate a qualquer hora. E como explicamos logo acima, isto é conhecido como liquidez diária.

Além disso, existem outros pontos positivos sobre este investimento, como:

  • baixo custo;
  • praticidade e segurança;
  • não possui carência para o resgate;
  • isenção de Imposto de Renda;
  • garantido pelo FGC em até R$250 mil;

O que é o Tesouro Direto?

Idealizado em 2002, o Tesouro Direto é um programa do Tesouro Nacional com o objetivo de negociar os títulos públicos do governo para pessoas físicas, de forma simplificada e online.

Os títulos do Tesouro também são considerados aplicações seguras e de baixo custo para investir. Isso quer dizer que você pode começar a investir no Tesouro a partir de R$100 reais. Em alguns casos até com menos, veja aqui.

Continua após a publicidade

Como funciona o Tesouro Direto

Os títulos do tesouro funcionam como um empréstimo que você faz ao governo. Em troca do dinheiro, o governo te fornece um título de crédito, com um prazo de vencimento definido.

Desse modo, o governo te devolverá no prazo definido o dinheiro, acrescido dos juros oferecidos na aplicação.

Conheça os tipos de Tesouro Direto

O programa do governo oferece 3 formas diferentes de títulos públicos, que possuem diferença sobre o seu vencimento, rentabilidade e preço. Entenda melhor:

  • Prefixados: onde o investidor conhece o retorno no momento da compra;
  • Pós-Fixados: o rendimento desses papéis está ligado diretamente a movimentação da Taxa Selic;
  • Híbridos: uma parcela da rentabilidade é prefixada, enquanto a outra está atrelada ao rendimento do índice IPCA.

Taxa e custos ao investir no Tesouro

Apresentarei de forma breve os custos e tributações que incidem ao investir nos títulos públicos.

Continua após a publicidade

  • Taxa de Custódia – este valor é cobrado pela B3 (antiga BM&F Bovespa) e incide sobre o valor do título. Normalmente, esta taxa equivale a 0,25% ao ano e possui cobrança semestral.
  • Taxa de Corretagem – esta cobrança é realizada pelas corretoras e o seu valor pode variar de instituição.
  • IOF – cobrado apenas para investimentos com resgate em menos de 30 dias.
  • Imposto de Renda – os títulos do Tesouro Direto são tributados pelo IR e a sua alíquota pode variar de acordo com o prazo do investimento.

Prazos do investimento no Tesouro Direto

Esta aplicação também oferece uma ótima liquidez aos seus investidores. Isso significa que você pode comprar um título do Tesouro Direto com vencimento para daqui 20 anos, mas não precisa aguardar até a data de vencimento para fazer o resgate.

Assim que você solicita o resgate do seu dinheiro, automaticamente o governo recompra esses títulos e paga a rentabilidade referente ao dia da retirada. Isto é, você não vai receber o seu dinheiro acrescido do rendimento estabelecido no momento da compra.

Por causa disso, realizar o resgate antecipado pode não ser vantajoso, pois a taxa estipulada no dia da retirada pode ser ainda maior do que a contratada.

Tesouro Direto – as vantagens desse investimento

  • liquidez diária e baixo risco;
  • valor mínimo acessível para começar a investir;
  • oferece títulos com curto, médio ou longo prazo;
  • taxa de custódia e administração com valores baixos;
  • utilização como margem de garantia para investir na Bolsa;

Tesouro Direto ou poupança: qual é o melhor?

Agora que você entendeu o que é e como funciona cada aplicação, é bem provável que esteja se perguntando sobre qual opção realmente vale a pena. Mas é necessário frisar que esta decisão depende muito dos seus objetivos como investidor.

Continua após a publicidade

A poupança, por exemplo, você pode utilizá-la para começar uma reserva emergencial. Assim, o dinheiro fica guardado em uma conta separada com a conta corrente, diminuindo as chances de gastar.

Enquanto o Tesouro Direto, você pode buscar por títulos que possuem prazo mais extenso. Com isso, você pode utilizar este capital investido para incrementar a sua aposentadoria.

Nós apresentamos apenas uma suposição para utilizar a poupança ou o Tesouro direto como investimento. Entretanto, existem várias formas de incluir essas aplicações na sua estratégia e, consequentemente, na carteira de investimentos.

Mas antes de tomar qualquer decisão, nós recomendamos que utilize um simulador para conferir se realmente a rentabilidade do ativo escolhido está de acordo com o seu objetivo financeiro.

Continua após a publicidade

Caso você tenha interesse, confira a nossa indicação de simuladores:

A importância de ter uma carteira diversificada

A diversificação nos investimentos é uma estratégia bastante utilizada por investidores que desejam proteger o seu patrimônio.

Mas para montar a sua carteira de investimentos, você precisa entender que a diversificação não contribui apenas para diminuição nos riscos. Também é possível aumentar a rentabilidade alocando o seu dinheiro em diversos produtos.

No entanto, a forma de diversificação da carteira é uma decisão particular de cada investidor. Entretanto existem corretoras que possuem profissionais capacitados para ajudar neste processo, ou então, se preferir, você pode se aventurar nos estudos e na construção da sua estratégia.

Caso tenha interesse em entender cada ativo disponibilizado no mercado, além de ter com mais facilidade todos as notícias e informações exclusivas sobre investimentos, então não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro. Certeza que será uma ótima alternativa para otimizar a suas pesquisas sobre o universo financeiro.

Continua após a publicidade

Conclusão

Depois de ter lido este artigo, acreditamos que você tenha compreendido que ambos os investimentos são interessantes e podem apresentar bons resultados.

Lembre-se, o que deve ficar claro na avaliação do investimento é se ele atende ao seu objetivo. A escolha do ativo certo para o seu momento financeiro é o que vai proporcionará rendimentos expressivos, além de contribuir para diminuição no risco de perdas.

Para você que está em busca de investimentos seguros, como o Tesouro Direto e a Poupança, recomendamos então o cadastramento na newsletter do iDinheiro. Você receberá conteúdos exclusivos e de extremo valor sobre renda fixa e também renda variável.

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *