Taxas do PicPay: será que as tarifas da plataforma compensam?

Karina Carneiro
Karina Carneiro
taxas do picpay
Confira quais as taxas do PicPay para diferentes operações e tire todas as suas dúvidas antes de começar a usar a plataforma

Taxas do PicPay: será que as tarifas da plataforma compensam?

Conhecer quais são as taxas do PicPay é essencial para os usuários que desejam utilizar a plataforma e os recursos que ela oferece.

Dessa forma, o cliente pode ficar por dentro de todas as funcionalidades que o aplicativo disponibiliza.

Continua após a publicidade

Além disso, também proporciona maior autonomia financeira, já que é possível escolher qual a forma de pagamento que melhor atende suas necessidades, com as menores tarifas.

Sendo assim, o iDinheiro preparou um conteúdo especial, com todas as taxas do PicPay e quanto você pagará para realizar cada operação dentro da plataforma.

Continua após a publicidade

Vamos lá? Tenha uma ótima leitura!

O que é o PicPay?

PicPay é uma plataforma que funciona como carteira digital, sendo atualmente o maior aplicativo de pagamentos do Brasil nesta categoria, com mais de 30 milhões de usuários.

Foi desenvolvido por uma fintech brasileira em 2012, com matriz localizada no Espírito Santo. 

O objetivo da empresa ao criar o aplicativo era trazer mais praticidade para as operações financeiras do dia a dia.

Inclusive, as funcionalidades acessíveis do PicPay são um dos motivos que tornaram a plataforma tão popular.

Hoje, ela pode ser usada para pagamentos em estabelecimentos físicos e virtuais. Além disso, oferece uma série de transações, como:

Continua após a publicidade

  • transferências entre contas;
  • parcelamento de compras e boletos;
  • cadastro de cartões de crédito;
  • recarga de celular;
  • operações com o PIX;
  • entre outros.

Como a plataforma funciona?

A princípio, o aplicativo pode ser baixado gratuitamente, estando disponível para sistemas Android e iOS.

Depois de fazer o download, o usuário já pode se cadastrar, utilizando apenas algumas informações básicas. Por exemplo:

  • CPF;
  • e-mail;
  • senha;
  • telefone;

Posteriormente, é possível completar o perfil com dados como nome completo e endereço.

Uma vez que a conta é cadastrada, o cliente já pode utilizar todas as ferramentas que o PicPay oferece.

Na carteira digital, é possível incluir saldo a partir de:

Além disso, o usuário poderá cadastrar um ou mais cartões de crédito, e utilizá-los pelo celular, inclusive para fazer parcelamentos.

Continua após a publicidade

Dessa forma, o aplicativo oferece a possibilidade de fazer pagamentos sem precisar de dinheiro físico, apenas com a leitura de um QR Code.

Quais são os benefícios da plataforma?

A plataforma proporciona diversos benefícios para seus usuários, inclusive ficam em destaque as taxas do PicPay praticadas aos consumidores de modo geral. 

Agora, você pode conferir algumas das principais vantagens de usar o aplicativo:

Praticidade

De fato, a praticidade que o PicPay oferece é um de seus grandes destaques.

Afinal, com a plataforma, é possível diminuir o uso do dinheiro em espécie ou evitar o uso de cartões físicos, por exemplo.

Em alguns casos, é possível pagar contas e boletos sem precisar sair de casa. O aplicativo oferece essa e outras funcionalidades que facilitam o dia a dia do usuário.

Continua após a publicidade

Além disso, o cadastro é gratuito, com ferramentas acessíveis que permitem operações financeiras simples com maior rapidez e segurança.

Disponibilidade de pagamentos

Atualmente, o PicPay é aceito em milhares de estabelecimentos, além de ter parceria com as máquinas de cartão Cielo.

Dessa forma, o cliente pode pagar suas compras utilizando apenas o aplicativo, de maneira rápida e prática.

Basta fazer a leitura do QR Code e o saldo já será debitado na carteira ou pelo cartão de crédito.

Continua após a publicidade

Variedade de operações

Uma das principais vantagens do PicPay é sua variedade de operações, já que o usuário pode realizar uma série de transações financeiras em uma única plataforma.

Não apenas guardar dinheiro na carteira digital, mas também fazer pagamentos, transferências e parcelar valores.

Desde serviços essenciais, até diferenciais que facilitam o dia a dia, o aplicativo disponibiliza várias ferramentas, e de forma gratuita.

Quais são as principais taxas do PicPay?

Por outro lado, muitas pessoas se preocupam com as taxas do PicPay. Afinal, é importante se atentar para as tarifas que um aplicativo pode cobrar.

Continua após a publicidade

De forma geral, as operações financeiras cobram taxas no envio e recebimento de dinheiro, pagamentos parcelados e uso do cartão de crédito.

Por isso, as principais tarifas envolvidas no uso do PicPay estão relacionadas a essas modalidades. Especialmente:

  • pagamento de boletos;
  • uso de cartões cadastrados;
  • saques.

Qual é o limite de pagamentos?

A princípio, o limite de pagamentos que o usuário da plataforma pode realizar por mês é de R$ 800 com o cartão de crédito.

Assim, se o cliente ultrapassar essa quantia, será cobrada uma taxa de 1,99% sobre o valor excedente.

Continua após a publicidade

Além disso, a plataforma entende pagamentos como qualquer transação que envolve o envio de dinheiro, por exemplo:

  • pagamento de compras com QR Code;
  • envio de dinheiro para outros usuários;
  • parcelamento de contas e boletos.

Enquanto isso, não existe limite para o uso do saldo da carteira. Consequentemente, também não existem taxas do PicPay sobre esse meio de pagamento.

Existe taxa do PicPay para envio de dinheiro a outros usuários?

O envio de dinheiro é uma das operações mais comuns feitas com a plataforma.

Isso porque é possível enviar dinheiro de diferentes maneiras, seja para outros usuários, para contas externas ou pessoas jurídicas.

Entretanto, usuários do PicPay podem ficar despreocupados, pois o aplicativo não cobra taxas para enviar dinheiro.

Continua após a publicidade

As transações são gratuitas para envios utilizando o saldo ou o cartão de crédito. Todavia, é preciso ficar atento para não ultrapassar o limite mensal e precisar pagar a tarifa.

E quais são as tarifas para receber dinheiro?

Da mesma forma que é possível enviar dinheiro, usuários da plataforma também podem receber pagamentos.

Essa função está disponível tanto para contas pessoais, quanto para empresas.

Recebimentos entre usuários do aplicativo não possuem taxas. E o limite é relacionado apenas ao envio com o cartão de crédito.

Enquanto isso, se você está considerando adotar a plataforma para o seu negócio, as taxas do PicPay cobram 2,99% por receita com o QR Code.

Continua após a publicidade

Qual é a taxa do PicPay para o pagamento de boletos?

A ferramenta para pagar boletos com o PicPay oferece praticidade para o usuário.

A princípio, o PicPay só cobra taxa de operação para pagamentos com cartão de crédito. Ou seja, não existem tarifas para quitar boletos com o saldo da carteira.

Se o usuário optar por usar o cartão na modalidade crédito, ou o PicPay Card, precisará pagar uma taxa de 2,99% sobre o valor do boleto.

Entenda quais são as taxas do PicPay para transferências

Além de pagamentos, o PicPay também permite que os clientes façam transferências do saldo para outras contas.

Pode ser entre usuários da plataforma ou para contas externas, de outras instituições bancárias.

A boa notícia é que não existem taxas do PicPay para essa funcionalidade. Ou seja, o usuário pode fazer transferências sem custos para contas da mesma titularidade, ou para terceiros.

Continua após a publicidade

No entanto, a plataforma passou a cobrar tarifas para quem deseja transferir o auxílio emergencial do aplicativo Caixa Tem para o PicPay.

A taxa é de 1,99% sobre o valor da transação, através do cartão de débito virtual da Caixa.

Quais são as taxas do PicPay para parcelamento?

Um dos diferenciais do aplicativo de pagamentos é a possibilidade de parcelar os pagamentos.

Dessa forma, o usuário pode administrar suas finanças e dividir o valor de compras, contas e boletos.

Entretanto, é importante ficar atento para as taxas do PicPay para essas operações.

O parcelamento de boletos realizado pelo cartão de crédito possui uma tarifa de 3,49% do valor sobre cada parcela, além dos juros.

Continua após a publicidade

Outras taxas do PicPay: Conheça as principais

Existem algumas taxas do PicPay que o usuário precisa conhecer antes de realizar as operações.

A plataforma cobra um valor de R$ 6,90 a partir do segundo saque da conta, uma vez que o primeiro é gratuito.

Além disso, também é possível incluir saldo na carteira digital com cartão de débito, mediante taxa de 1,99% por transação.

Por fim, usuários do PicPay Empresas pagarão 0,99% por recebimento através do PIX, a partir de janeiro de 2021.

Continua após a publicidade

Conclusão: mesmo com as taxas, vale a pena usar o PicPay?

Cada vez mais pessoas estão adotando o PicPay como forma de pagamento no dia a dia.

Isso porque suas funcionalidades são acessíveis e práticas, oferecendo uma série de possibilidades para o usuário.

Além disso, muitas das taxas do PicPay são gratuitas para operações financeiras básicas, o que também atrai clientes para o aplicativo.

Com o crescente número de usuários, milhares de estabelecimentos passaram a se adaptar para receber pagamentos com a plataforma.

Continua após a publicidade

Por isso, trata-se de uma alternativa interessante para quem busca comodidade e modernidade na hora de administrar as finanças.

Sendo assim, vale a pena conferir as ferramentas da plataforma e medir o custo-benefício de cada operação, com taxas reduzidas e, em muitos casos, zeradas.

Quer receber todas as novidades do universo financeiro? Assine a newsletter do iDinheiro e ative as notificações do Push.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.