De acordo com o informe realizado pela SulAmérica, a conclusão das vendas das operações de seguros da empresa foram transferidas para a Allianz em caráter definitivo. 

A transação, que foi anunciada em 23 de agosto do ano passado, recebeu a autorização final da Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) no final de junto. 

Continua após a publicidade


Com a conclusão das negociações, a Allianz passa a ser a detentora dos seguros da SulAmérica e a operar as companhias de seguros automotivos e ramos elementares que estavam em funcionamento com a empresa vendida.

Segundo o documento divulgado pela empresa, “Em contrapartida à aquisição, foi pago pelo Grupo Allianz o preço ajustado de R$ 3,18 bilhões pela carteira da SulAmérica em território brasileiro”, disse comunicado. 

Os recursos representam um resultado não recorrente no lucro líquido da ordem, de aproximadamente R$ 1,4 bilhões no terceiro trimestre.

A SulAmérica ainda reiterou que os recursos recebidos da Allianz serão destinados ao pagamento da aquisição da Paraná Clínicas, execução do plano de recompra de ações de até 5% das units em circulação, além de pagamentos de dividendos mínimos no mercado. 

Como fato interessante a ser apontado entre a negociação das duas empresas, as operações desinvestidas irão constar nas demonstrações financeiras da companhia referentes ao segundo trimestre de 2020.

Quer continuar acompanhando as novidades sobre o mercado de seguros brasileiro? Não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro para ficar por dentro de todas as notícias.