A startup SaqJá fechou uma parceria com a empresa de maquininha de cartões Stone, e agora permite saque em dinheiro. Procedimento poderá ocorrer para qualquer quantia e em qualquer estabelecimento que conta com a solução de pagamentos de cartão de crédito da empresa. 

A Stone pretende fazer com que o saque em dinheiro se torne mais frequente entre os usuários da startup, principalmente em cidades onde o acesso à agências bancárias é mais restritos. 

Continua após a publicidade:

As transações terão curso de 6,39% sobre qualquer valor que precise ser retirado das maquininhas de cartão. Ou seja, para retirar R$ 10, o usuário arcará com a quantia média de R$ 10,64.

Dessa maneira, a taxa em questão será dividida entre o lojista (1%), a adquirente do cartão (2%) e para a startup (3,9%).

Informações são do Valor Econômico.

Startup permite saque em dinheiro

Para o presidente da SaqJá, Leandro Fiuza, a taxa cobrada é necessária por conta do serviço disponibilizado e principalmente, pela facilidade em realizar o saque em dinheiro com esta parceria.

“Pela comodidade que a startup disponibiliza, a taxa cobrada faz bastante sentido. Quanto à segurança, também sabemos os riscos que um caixa eletrônico e uma agência bancária podem oferecer para o cidadão. Agora, quando sacamos dinheiro em um posto de gasolina, em um restaurante, ou em uma loja, ninguém sabe exatamente o que estamos fazendo”, disse.

Como fazer o saque em dinheiro utilizando a Startup?

Esse modelo de negócios está focado, principalmente, em atender pequenas cidades que não tenham tantas opções e agências para realizar o saque em espécie como em grandes metrópoles.

Afinal, segundo estatísticas divulgadas pelo Banco Central, aproximadamente 40% das cidades brasileiras não contam com uma agência física, e 300 delas, sequer possuem um terminal de saque em espécie.

Por isso, a SaqJá está em operação em 24 cidades espalhadas entre os estados de São Paulo e Minas Gerais. Algumas das cidades que já contam com esta solução, são:

  • Araçatuba (SP);
  • Araras (SP);
  • Bauru (SP);
  • Belo Horizonte (BH);
  • Capelinha (BH);
  • Santa Luzia (BH);

Sobre a SaqJá

A ideia da startup surgiu a partir da própria necessidade do fundador em precisar sacar uma quantia em dinheiro e precisa dirigir cerca de 10 quilômetros para ter acesso a um caixa eletrônico, pois não conseguiu fazer a retirada em um posto de gasolina. 

Com isso, ele se ofereceu para fazer um pagamento a mais para o estabelecimento, em troca da quantia física, e teve a solicitação negada. 

Foi nesse momento, em que ele percebeu que havia uma grande lacuna no mercado financeiro brasileiro em relação ao dinheiro em espécie. 

Quer continuar acompanhando as novidades sobre o mercado financeiro? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações do Push para receber todas as informações em tempo real.

Publicidade