Procon-RJ divulga lista com 200 sites que devem ser evitados na Black Friday

Além dos sites a evitar na Black Friday, a lista do Procon-RJ inclui lojas que não entregam e não respondem o consumidor. Confira como acessar.

Isabella Proença
Isabella Proença

O Procon-RJ divulgou uma lista composta por 200 sites a evitar no decorrer da Black Friday 2020.

Além de sites falsos, a entidade de defesa do consumidor também incluiu empresas que não respondem às notificações, às reclamações dos consumidores e não entregam os produtos. A lista foi elaborada com base em diversos indicadores que podem mostrar possível fraude.

Continua após a publicidade

A seguir, confira todas as informações sobre o desenvolvimento desta listagem.

Lista de sites a evitar na Black Friday

Para formular a lista, o Procon-RJ averiguou se os sites selecionados possuem cadastro ativo na Receita Federal e se eles estão aptos para emitir nota fiscal.

Além disso, a entidade também observou se essas empresas informavam o número do CNPJ, endereços, números de telefone ou outras opções de canais de contato.

“Todos os sites foram checados, foi um trabalho de pesquisa grande. É importante que os consumidores consultem a lista para não cair em armadilhas”, ressalta o presidente do Procon-RJ, Cassio Coelho.

O presidente ainda aconselha que os consumidores não enviem cópias de documentos via e-mail ou por meio de aplicativos de mensagens, sob nenhuma hipótese.

“Sites fraudulentos têm usado o pretexto que os documentos são necessários para emissão da nota fiscal, é uma mentira. Não caiam nessa armadilha a pretexto de oferecer desconto”, afirma.

Ademais, prazos de entrega e preços muito abaixo daqueles que normalmente são praticados no mercado também podem ser um indicio de golpe.

Por fim, sites que aceitam apenas o boleto bancário como forma de pagamento devem ser evitados, pois caso haja algum tipo de problema com a compra, o consumidor enfrentará mais dificuldades para ser reembolsado.

Para conferir a lista formulada pelo Procon-RJ com os 200 sites que devem ser evitados durante a Black Friday 2020, clique aqui.

Esta matéria foi útil? Então, assine a newsletter do iDinheiro e receba nossas atualizações diretamente no seu e-mail.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.