A Serasa Experian anunciou uma parceria com os Correios para garantir a renegociação de dívidas atrasadas ou negativadas. Lançado na última segunda (29), a operação está disponível para mais de 7 mil agências conveniadas no Brasil.

O consumidor que deseje fechar negócio para limpar o nome, precisa comparecer a uma agência dos Correios com seus documentos pessoais de identificação. A consulta é feita diretamente no guichê de atendimento e a expectativa de tempo médio entre a análise do CPF e a impressão do boleto é de até 5 minutos.

Continua após a publicidade


Segundo o diretor da Serasa Experian, Pedro Dias Lopes, o propósito é suprir a necessidade dos consumidores sem acesso à internet. Com a ampliação do Serasa Limpa Nome, as dívidas com empresas de diversos segmentos podem ser negociadas. Entre elas estão:

  • Santander;
  • Itaú;
  • Claro;
  • Embratel;
  • Anhanguera;
  • Ipanema;
  • Sky;
  • Banco BMG;
  • Nextel;
  • Oi;
  • Porto Seguro.

Funcionamento do Serasa Limpa Nome

A renegociação de dívidas pelos Correios é válida para qualquer município brasileiro. O desconto para os inadimplentes chega a 90% do total do débito em aberto, desde que fique entre R$ 200 e R$ 1.000.

A partir da solicitação na agência dos Correios, o consumidor precisa arcar somente com as taxas de administração. Cada dívida renegociada custa R$ 3,60. A impressão de segunda via de boletos tem cobrança de R$ 2,60 por acordo.

Ainda é possível fazer a autoconsulta pelo Meu Serasa por R$ 14 e analisar dados de terceiros pelo Você Consulta por R$ 21,60.

Parceria para renegociação de dívidas

Essa não é a primeira vez que a Serasa Experian faz parceria com os Correios para facilitar o pagamento dos débitos em aberto. Já houve duas outras situações em que a operação foi realizada.

Somente nos últimos dois anos, já foram realizados mais de 9,7 milhões de acordo. No total, foram concedidos cerca de R$ 344 bilhões em descontos pelo Serasa Limpa Nome.

Caso o consumidor prefira fazer a operação por outros canais, a renegociação das dívidas também está disponível no site da Serasa Experian e nos pontos de atendimento da empresa.

Inadimplência no Brasil

Os últimos dados da Serasa Experian sobre a inadimplência no Brasil mostraram que há 63,8 milhões de pessoas com o nome sujo. A informação é relativa a janeiro de 2020 e houve um crescimento de 2,6% em comparação com o mesmo mês de 2019.

O total de brasileiros com contas em atraso já chega a 40,8% da população adulta do País. Entre os estados, o que tem o maior índice de inadimplência é o Amazonas, com 55,5%. Por outro lado, o Piauí está na melhor posição, com 33,6%.

A principal dívida é referente a bancos e cartões, com participação de 28%. Utilities vêm em segundo lugar, com 20,5%, seguido por telecomunicações, com 10,7%.

Com a parceria, a Serasa Experian espera um volume alto de renegociação de dívidas. Isso porque o Serasa Limpa Nome “é a maior plataforma de renegociação de dívidas do Brasil e fica ainda mais forte com essa nova opção de atendimento”, ressaltou Lopes.

E você, o que achou da iniciativa? Deixe seu comentário!