Governo, Notícias

Semana do Brasil 2020 pretende aquecer comércio em ano de pandemia

Lucas Pavanelli
pessoa com cartão de crédito e computador, representando semana do brasil

A Semana do Brasil 2020 acontece entre 3 e 13 de setembro.

A Semana do Brasil 2020 começa nesta quinta-feira, 3, e pretende aquecer as vendas do comércio em todo o país. Embora não haja uma estimativa oficial sobre a expectativa do volume de vendas para a data, a versão brasileira da “Black Friday”, criada nos Estados Unidos, deve injetar bilhões de reais na economia.

O comércio do Rio de Janeiro, por exemplo, espera que os próximos 10 dias de vendas movimentem cerca de R$ 3,9 bilhões. Caso concretizado, esse número representa quatro vezes mais que as vendas do Dia das Mães, uma das melhores datas do comércio brasileiro.   

Continua após a publicidade:

O objetivo é aliar a comemoração do dia da Independência, em 7 de setembro, com uma grande campanha de descontos no varejo. Quem coordena a Semana do Brasil 2020 é o IDV (Instituto para Desenvolvimento do Varejo), em parceria com o governo federal.  

Semana do Brasil 2020: expectativa de aumento de vendas

A ideia por trás da criação da Semana do Brasil é transformar o mês de setembro. Sem datas comemorativas, o novo mês do ano é considerado fraco, do ponto de vista comercial.

Com a Semana do Brasil, o governo federal pretende dar maior apelo comercial e turístico, unindo o feriado da Independência a uma campanha de estímulo ao consumo.

No ano passado, a Semana do Brasil 2019 contou com a adesão de mais de 4,6 mil empresas. Segundo dados apurados pela Ebit/Nielsen, as vendas online durante a Semana Brasil de 2019 cresceram 41%. No entanto, no varejo, o crescimento foi menor. Dados da operadora de cartões Cielo, apontaram para um crescimento de 11,3%. 

Em 2020, a expectativa é de que a Semana do Brasil eleve esses resultados. Setores do comércio encaram a data como uma espécie de salvação do ano. Afinal, 2020 foi marcado pela pandemia do coronavírus, que resultou no fechamento de lojas e no impacto financeiro a diversos setores. 

Neste ano, a campanha articulada pela Secom (Secretaria de Comunicação) do governo federal tem como lema  “Vamos em frente, com cuidado e confiança”. 

Confira quem vai oferecer desconto

De acordo com o IDV, 83 associações varejistas aderiram à Semana do Brasil 2020. A campanha é voluntária e destinada a diferentes setores econômicos que se propõem a oferecer descontos aos consumidores.

Confira: 

  • Alimentação
  • Eletrônicos
  • Eletrodomésticos
  • Móveis
  • Cosméticos
  • Produtos de higiene
  • Material esportivo 

Saiba quais são as lojas participantes da Semana Brasil 2020

Os consumidores que quiserem também podem se cadastrar no site da Semana do Brasil 2020 para receberem promoções diretamente na caixa de entrada do email. 

Quer saber mais sobre a Semana do Brasil 2020? Então, assine a newsletter do iDinheiro e receba tudo em tempo real.

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *