Cartão de Crédito

Salário mínimo nos EUA: Ele é suficiente para ter uma vida confortável?

Karina Carneiro
Karina Carneiro
salário mínimo eua
Se você planeja se mudar e procurar emprego no exterior, entender qual o valor do salário mínimo nos EUA e o custo de vida no país é essencial.

Salário mínimo nos EUA: Quanto ganha um americano?

Conhecer o salário mínimo nos EUA é um dos primeiros passos para quem deseja se mudar para o país.

Quando a situação da economia brasileira se complica, muitos brasileiros acabam se lembrando do sonho de trabalhar na América do Norte.

Continua após a publicidade

Afinal, trata-se de uma potência mundial, com diversas oportunidades de emprego, além de ser possível ganhar boas remunerações nos país, mesmo como imigrante. 

Sendo assim, o iDinheiro preparou um conteúdo para tirar todas as suas dúvidas sobre o salário mínimo nos EUA e qual o custo de vida no país.

Continua após a publicidade

Qual o salário mínimo nos EUA?

Antes de saber qual o salário mínimo nos EUA, é preciso entender algumas diferenças desse sistema.

Ao contrário do Brasil, a remuneração nos Estados Unidos é calculada por hora, e não por mês.

Dessa forma, o ganho mínimo pode variar de acordo com a função e a jornada semanal, por exemplo.

Além disso, os estados possuem independência para determinar suas leis. Assim, cada região tem liberdade de determinar seu salário mínimo.

Continua após a publicidade

No momento, o Governo Federal estabeleceu o valor de U$ 7,25/hora como base para as remunerações mínimas.

E mesmo que exista uma tabela padrão, a maioria dos estados não segue essa diretriz. Por isso, a média do salário mínimo nos EUA costuma ser de U$ 10 por hora.

Ainda, alguns estados apresentam valores maiores ou menores.

Por exemplo, Columbia e Massachusetts possuem os maiores salários, de U$ 14/hora. Entretanto, nos estados como Geórgia e em Wyoming o mínimo é de U$ 5,15/hora, menor que a lei federal.

De forma geral, é recomendável que pessoas em busca de trabalho nos Estados Unidos verifiquem o valor mínimo em cada estado antes de tomar sua decisão.

Continua após a publicidade

Quanto um americano ganha por mês? 

Como o valor do salário mínimo nos EUA é pago por hora, o ganho mensal de um americano pode variar.

Isso porque depende da sua função, das horas trabalhadas por dia e quantos dias possui a jornada semanal.

Sendo assim, é possível calcular uma remuneração aproximada de acordo com a média do país.

Enquanto no Brasil a maioria das jornadas conta com 8 horas diárias, nos Estados Unidos é comum que se trabalhe de 4 a 6 horas.

Continua após a publicidade

Podemos considerar um trabalho de 6 horas semanais, de segunda a sábado. Levando em conta o valor mínimo de U$ 10/hora, um americano de classe média receberá U$ 60 em um dia.

Na semana, poderá ganhar até U$ 360, e, em um mês, seu salário será de U$1440, aproximadamente.

No entanto, a maioria das pessoas fazem jornadas mais extensas, consequentemente, recebendo um salário maior.

Com isso, podemos dizer que o rendimento “normal” no país varia entre U$ 2 mil e U$ 4 mil.

Continua após a publicidade

Veja também nosso conteúdo sobre como juntar dinheiro e conquiste a sua independência financeira.

Qual o salário mínimo de outros países?

Os Estados Unidos e o Brasil não são os únicos a possuírem salário mínimo. De fato, grande parte dos países contam com leis que definem um valor base.

A Austrália e Luxemburgo são uma das nacionalidades com melhores remunerações, já que oferecem aproximadamente U$ 10 por hora. Essa quantia é equivalente a quase U$ 2 mil por mês.

Além disso, Holanda, Bélgica e França também estão na frente dos Estados Unidos no ranking de melhores salários mínimos.

Nesses países, a média varia entre U$ 1,5 mil e U$ 1,7 mil.

Porém, é importante frisas que essas são remunerações intermediárias, considerando os valores mínimos definidos pela lei de cada local. 

Continua após a publicidade

Além disso, algumas cidades do mundo também possuem tetos consideravelmente altos.

Recentemente, a cidade de Genebra, na Suíça, aprovou o salário mínimo de 23 francos suíços por hora. Em uma rotina de trabalho de 41 horas semanais, é o equivalente a 4 mil francos suíços.

Segundo o portal G1, o valor corresponde a quase R$ 25 mil. O salário brasileiro representa 4% desse valor.

Comparação do salário mínimo nos EUA e no Brasil 

Agora, ao comparar o salário mínimo nos EUA e no Brasil, os resultados podem ser surpreendentes.

Atualmente, a menor remuneração formal brasileira é de R$ 1.045. Enquanto isso, o ganho médio nos Estados Unidos é U$ 1,5 mil.

Continua após a publicidade

No entanto, é preciso considerar a conversão do dólar para o real. Nos últimos tempos, a moeda brasileira sofreu grande desvalorização, impactando os números de maneira direta.

Em novembro de 2020, a média do dólar atingiu R$ 5,50. Fazendo a conversão, o salário mínimo dos EUA equivale a R$ 8,2 mil.

Por outro lado, a base nacional convertida representa apenas U$ 190. Ou seja, quase 8 vezes menos.

Esse conceito foi instituído como uma forma de garantir as necessidades básicas do cidadão.

Mas, dependendo do custo de vida de cada país, esse valor mínimo pode influenciar, e muito, o poder de compra individual.

Continua após a publicidade

Qual o custo de vida nos EUA?

Além do salário nos EUA, pessoas interessadas em se mudar para o país também precisam pesquisar sobre o custo de vida.

Para viver confortavelmente, com todas as necessidades atendidas, uma pessoa deve ganhar, em média, de U$ 2 mil a U$ 3 mil.

Basicamente, podemos dizer que os custos acima já estão inclusos questões principais como:

  • moradia;
  • transporte;
  • alimentação;
  • lazer;
  • educação;
  • necessidades básicas diárias, como internet, energia elétrica.

Dessa forma, o salário mínimo deve refletir e suprir cada um desses aspectos.

Dito isso, é importante ressaltar que os Estados Unidos possuem custos variados de sobrevivência.

Assim como cada estado tem autonomia para definir suas próprias leis, eles também apresentam uma média de vida variada, principalmente os estados considerados como grandes metrópoles do País.

Por exemplo, é mais caro viver em Nova York, um grande centro urbano, do que no Texas.

Continua após a publicidade

Assim como acontece por aqui, se levarmos em consideração o custo de vida em São Paulo e Rio de Janeiro (capital) e cidades no interior dos mesmos estados.

Cidades universitárias

Por outro lado, os cálculos de moradia comuns não se aplicam em cidades que possuem universidades.

Isso porque o custo de vida é maior por diferentes motivos, como o volume da população, mas principalmente entre ofertas e procura, especialmente do público mais jovem.

Por exemplo, o aluguel, contas básicas, materiais de estudo e atividades de lazer.

Boston, em Massachusetts, é uma das cidades mais caras para se viver. 

Ela é a casa de duas das universidades mais prestigiadas do mundo, Harvard e o MIT (Massachusetts Institute of Technology).

Continua após a publicidade

Um aluguel pode chegar a U$ 2,3 mil. Um almoço comum custa, em média, U$ 20 por dia. Por isso, é preciso se preparar caso deseje morar em uma cidade universitária.

Cidades turísticas

Por outro lado, o salário mínimo nos EUA pode ser suficiente para moradia e alimentação em algumas das cidades turísticas mais famosas.

Na Flórida, por exemplo, o custo de vida é de apenas U$ 1,5 mil. 

Enquanto isso, pessoas que querem se mudar para Los Angeles vão precisar de menos de $ 1 mil dólares por mês.

Cidades turísticas, especialmente no litoral, oferecem um estilo de vida mais barato que grandes centros, como Manhattan e Califórnia.

Continua após a publicidade

No entanto, é preciso se atentar para os custos de estadia compartilhada e individual. 

Para viver sozinho na maioria das cidades dos Estados Unidos, o custo aumenta. A média aumenta para U$ 3 mil, considerando uma qualidade de vida razoável.

O que é preciso para receber salário mínimo nos EUA?

Por fim, para receber um salário mínimo nos EUA, é preciso considerar alguns fatores.

Primeiramente, a cidade ou região que deseja morar. Isso influencia não somente na remuneração, mas também no custo de vida.

Dessa forma, escolher cidades muito caras sem um bom emprego pode não ser uma boa ideia.

No entanto, a boa notícia é que muitos trabalhos formais, como lavador de pratos, cozinheiro ou garçom, já pagam um salário mínimo. 

Continua após a publicidade

Assim, imigrantes que estão tentando uma vida nova podem se adaptar ao estilo americano sem muitas dificuldades.

Mas se você deseja sair do Brasil por conta das ofertas de emprego, saiba que pode procurar outras alternativas aqui no país.

Existem várias formas de ganhar dinheiro, especialmente pela internet.

Você pode conferir diferentes opções para ganhar até R$100 por dia em nosso conteúdo especial.

O salário mínimo nos Estados Unidos é suficiente para ter uma vida confortável?

O salário mínimo nos EUA foi projetado para atender as necessidades básicas do indivíduo. Isso quer dizer que é o suficiente para a sobrevivência dentro do país

Continua após a publicidade

No entanto, quem está planejando uma vida confortável no país pode não alcançar seus objetivos com uma remuneração simples.

Por isso, para obter maior qualidade e bem-estar, é interessante considerar maneiras de aumentar a renda. 

Como o salário nos Estados Unidos é pago por hora, uma das alternativas é elaborar jornadas semanais maiores.

Ou, ainda, encontrar maneiras de conseguir um faturamento maior. Existem várias formas de ganhar dinheiro, especialmente pela internet. 

Continua após a publicidade

Você pode conferir nossas dicas sobre como ganhar uma renda extra online em nosso conteúdo especial.

Inclusive, essa também é uma opção viável para pessoas que moram no Brasil. Dessa forma, não é preciso se mudar para os EUA para ter uma vida confortável e bons rendimentos.

Quer receber as melhores informações sobre o universo financeiro mundial? Então não deixe de ativar as notificações do Push e fazer sua assinatura na newsletter do iDinheiro.

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *