Finanças Pessoais

Como preencher cheque? Aprenda a usá-lo de forma segura!

Cristina Boscolo
Cristina Boscolo
Como preencher um cheque
Como preencher cheque? Aprenda a usá-lo de forma segura!   As opções de transações financeiras […]

Como preencher cheque? Aprenda a usá-lo de forma segura!

 

As opções de transações financeiras e pagamentos estão cada vez mais diversas e seguras, mas há quem ainda prefira os métodos mais tradicionais. É importante que você conheça a fundo cada uma delas para escolher a que melhor se encaixa ao seu perfil. 

Os cheques já foram uma escolha bastante popular no passado, e até hoje são utilizados como uma alternativa ao pagamento com dinheiro vivo. 

Continua após a publicidade

Se você quer entender mais sobre como eles funcionam, quais as vantagens e desvantagens e como preenchê-los, continue lendo este artigo!

Como pedir folhas de cheque?

Para começar, é importante salientar que é necessário ter uma conta corrente no banco para poder utilizar um cheque.

Continua após a publicidade

Isso é feito por meio de um requerimento, que pode ser feito pelo internet banking ou pelo caixa eletrônico (a depender da instituição financeira). A partir daí, os talões são fornecidos aos clientes e chegam prontos para serem utilizados.

Em cada folha de cheque, estão impressos alguns dados do cliente como número do banco, número da agência e conta, nome completo do titular e número do talão.

Como preencher cheque?

Além dos dados que já vêm preenchidos na folha de cheque, existem alguns espaços em branco para que o cliente possa escrever com caneta, à mão.

É por meio deste preenchimento que os comandos de transação serão dados – por isso, é importante que o preenchimento das áreas do cheque seja realizado com cuidado. 

Continua após a publicidade

Todas as etapas precisam estar corretas, ou o valor não poderá ser compensado pelo seu destinatário. Além disso, é importante se atentar a alguns detalhes para garantir a segurança da transação.

Primeiro passo: escrevendo o valor do cheque em numeral

No canto direito superior, onde se lê “R$”, é preciso escrever com numerais o valor do pagamento que será feito por meio do cheque. Para garantir que essa quantia não será alterada, o recomendado é que você a coloque entre hashtags, como por exemplo: #R$ 80,00#.

Segundo passo: valor por extenso

Já após a frase “Pague por este cheque a quantia de”, o proprietário deverá escrever por extenso o mesmo valor novamente. Por exemplo: oitenta reais.

Certifique-se de que os valores estão batendo e que não tenha nenhuma rasura durante a escrita – caso contrário, o cheque não será validado pela instituição financeira.

Continua após a publicidade

Terceiro passo: para quem é o pagamento?

No campo seguinte, após a letra “a”, o cliente pode escrever (ou não) a quem está pagando. Esse é o espaço que será utilizado para identificar o destinatário do cheque, seja ele pessoa física ou jurídica.

O preenchimento só é obrigatório para operações acima de R$ 100,00, mas é recomendado que você o faça para se certificar de que o cheque não será compensado por terceiros em casos de roubo.

Quarto passo: preenchendo a data e a cidade

Depois, é preciso escrever a cidade em que o cheque foi utilizado e uma data específica para que ele seja compensado. Por exemplo: São Paulo, 13 de novembro de 2020.

Quinto passo: a assinatura

Por fim, resta apenas assinar a folha com a mesma assinatura firmada no momento de abertura da conta no banco.

Continua após a publicidade

Vale lembrar que, por segurança, você nunca deve assinar um cheque em branco – pois, caso caia em mãos erradas, será fácil compensar qualquer valor na sua conta uma vez que a assinatura está correta.

Como fazer um pagamento com cheque?

Após o correto preenchimento dos dados na folha de cheque, o destinatário – ou seja, quem recebe – precisa levá-lo ao banco para compensá-lo.

Nesse sentido, se tudo estiver correto, o valor descrito no talão será descontado da conta corrente do proprietário do talão e poderá ser recebido em dinheiro vivo pelo solicitante ou ainda depositado em alguma conta.

Quais são suas vantagens?

Apesar de ser um método um pouco obsoleto de pagamento nos dias de hoje, as folhas de cheque podem apresentar ainda algumas vantagens, dependendo da situação.

Continua após a publicidade

A primeira delas é a segurança se comparado ao dinheiro vivo. Em caso de roubo, é possível cancelar o talão junto ao banco e o cliente não toma prejuízo, diferente de dinheiro em espécie.

Além disso, alguns estabelecimentos ainda aceitam o parcelamento em cheque, com pagamentos para 30, 60 ou 90 dias – embora essa opção esteja cada vez mais rara no comércio.

E desvantagens?

Frente a cartões de créditos, débitos e transferências instantâneas entre contas bancárias, o pagamento via cheque tem perdido cada vez mais espaço. É uma operação pouco prática, com necessidade de se deslocar até o banco para que o valor caia, de fato, na conta.

Além disso, o preenchimento do talão, apesar de simples, pede por atenção redobrada para que ele seja efetivamente validado e, desta forma, não cair em falhas de segurança. 

Continua após a publicidade

Como aumentar a segurança do cheque?

Além das dicas já dadas nesse artigo sobre nunca assinar um cheque em branco e sempre escrever a quem se destina, há também a possibilidade de “cruzar o cheque” para aumentar sua segurança.

Cruzar o cheque nada mais é que, após preencher a folha corretamente com todas as informações, fazer dois traços paralelos em um dos dois cantos superiores da folha.

Ao optar por fazê-lo, o cliente escolhe fazer esse pagamento apenas por meio de depósito em conta corrente – sendo impossível a qualquer pessoa sacar o valor no caixa do banco. Dessa maneira, associada à nominação, o valor só consegue ser depositado na conta da pessoa informada na folha.

Conclusão

Atualmente pouco utilizado, o pagamento por meio de cheque ainda pode ser considerado uma opção nos dias de hoje – especialmente em setores como educação e serviços liberais.

Continua após a publicidade

Caso você decida utilizar seu talão de cheques, lembre-se de preenchê-lo com atenção, sem rasuras e, se possível, nomeando o destinatário e cruzando a folha. Dessa maneira, a transação fica mais segura para ambas as partes.

Ainda assim, apps de pagamento, cartões de crédito e outras tecnologias tendem a ganhar cada vez mais espaço na vida financeira dos brasileiros – o que fará, aos poucos, com que o cheque caia em desuso.

E então? Gostou de entender como preencher cheque? Se a resposta for positiva, assine a nossa newsletter para receber os principais conteúdos sobre o que importa para a sua vida financeira, tudo isso em primeira mão! 

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *