Prazo para sacar o FGTS emergencial vai até dezembro

Quem não sacar o FGTS emergencial até o dia 31 de dezembro perderá acesso imediato ao recurso, que voltará ao fundo. Depois desse prazo, dinheiro poderá ser sacado apenas nas condições previstas por lei.

Heloisa Vasconcelos
Heloísa Vasconcelos

O prazo para sacar o FGTS emergencial acaba no dia 31 de dezembro. Depois disso, os trabalhadores só poderão ter acesso ao recurso nas condições previstas por lei ou por meio do saque-aniversário.

O valor de R$ 1.045 foi liberado de forma emergencial em razão da pandemia do novo coronavírus. O governo já liberou o recurso para uso digital para todos os beneficiários.

Continua após a publicidade

No entanto, os saques em dinheiro ainda não foram liberados para todos os trabalhadores. O último lote de retiradas está previsto para o próximo dia 14, para nascidos em novembro e dezembro.

Com informações do Agora.

Como sacar o FGTS emergencial?

Quem deseja ter acesso ao saque emergencial do FGTS deve ter os dados cadastrais atualizados no aplicativo do FGTS (Android/ iOS). Por meio da plataforma, também é possível solicitar abertura de conta digital, por onde o recurso está sendo liberado.

O trabalhador que não movimentar valores na conta até o dia 30 de novembro nem indicar que tem interesse em receber o FGTS emergencial até o dia 31 de dezembro terá o dinheiro devolvido à conta vinculada no ano que vem.

Veja o passo a passo para solicitar ou consultar o saque por meio do aplicativo

  1. Acesse o aplicativo e selecione a opção “Cadastre-se”;
  2. Então, é necessário informar CPF, nome completo, data de nascimento e e-mail e cadastrar uma senha; depois, clique em “Não sou um robô”;
  3. Será enviado um e-mail de confirmação. Clique no link que foi enviado e conclua o cadastro.
  4. Abra novamente o aplicativo informando CPF e senha cadastrada;
  5. Responda as perguntas que aparecerão sobre sua vida profissional;
  6. Leia e aceite as condições de uso do aplicativo; para isso, clique em “Concordar”;
  7. Em seguida, será possível consultar os valores e, se for o caso, resolver as pendências.

Cuidado com os golpes

Mesmo quem não quer ter acesso ao benefício deve ter cuidado com golpes relacionados ao saque do FGTS. Vários trabalhadores têm relatado o sumiço do dinheiro das contas, que tem sido transferido por estelionatários.

Quem perdeu o valor de R$ 1.045 deve ir a uma agência da Caixa com documento oficial com foto. Caso a Caixa confirme o golpe, o dinheiro será devolvido.

Também é recomendado prestar queixa por meio de B.O.

Então, gostou do conteúdo? Então, não se esqueça de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações Push para não perder nenhuma novidade sobre finanças pessoais.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.