Como lucrar revendendo roupas

Sabe revender roupas, mas quer aumentar seus ganhos? Leia as 10 dicas que preparamos para ampliar sua atuação.

Amanda Gusmao
Amanda Gusmão

A opção de revender roupas é uma constante para quem quer ganhar um dinheiro extra. Afinal, elas são um dos melhores produtos para comercializar em 2022 e há vários motivos para isso.

Além da necessidade básica de todo mundo, existem roupas de todos os tipos, estilos, bolsos e, claro, a demanda é constante o ano todo, assim como as chances de lucrar. Quer apostar nessa revenda de roupas? Veja as orientações que separamos para você:

Continua após a publicidade

Meliuz_Extensao

Dicas para revender roupas e ganhar dinheiro

  1. Escolha bons fornecedores de roupas para revenda
  2. Crie uma loja virtual para revender roupas
  3. Faça promoções sazonais
  4. Tenha um estoque das peças mais vendidas
  5. Ofereça a opção de pagamento por cartão de crédito (não precisa ter CNPJ! Saiba mais.)
  6. Aposte em nichos menos explorados
  7. Complemente a oferta com outros itens de revenda
  8. Saiba definir um preço de venda adequado
  9. Crie um clube ou grupo de Whatsapp com ofertas especiais para clientes fiéis
  10. Faça parcerias com outras revendedoras

1. Escolha bons fornecedores de roupas para revenda

Essa é a primeira dica e, em muitos casos, a que faz muitas pessoas desistirem de revender roupas. Isso porque ao pesquisar marcas para revender, a maioria exige uma compra mínima e com o CNPJ. Ou seja, antes mesmo de começar a ganhar dinheiro, você precisa se formalizar e ter alguns gastos, certo?

Porém, existem opções de bons fornecedores que não exigem o CNPJ! A loja Livny, por exemplo, permite fazer a compra sem o comprovante de cadastro de empresa. Para jeans, a Rocksham também aceita revendedores com CPF.

Continua após a publicidade

2. Crie uma loja virtual para revender roupas

Para ampliar o seu público, vale ter uma loja virtual. Nesse caso, a ideia é ter um site específico para as vendas. A vantagem dessa modalidade é que você tem mais autonomia. Portanto, pode interagir mais com seus clientes e estabelecer um relacionamento com eles.

Ainda existem os marketplaces. Eles consistem em outro tipo de venda online, já que você utiliza uma plataforma pronta para negociar. Por exemplo, a venda é feita pelo site da Americanas, da Amazon, da Dafiti, da Tricae etc.

Nesse caso, o benefício é ter toda a estrutura da loja virtual e somente fazer as vendas. Ou seja, não precisa se preocupar com domínio e outros detalhes. Além disso, já ganha publicidade automaticamente. Por outro lado, precisa pagar um valor sobre as vendas para manter seus produtos na plataforma.

O que é melhor? As duas alternativas são válidas e podem ser trabalhadas em conjunto. Você deve avaliar o que acha mais interessante nesse momento.

Continua após a publicidade

De toda forma, é possível atender todo o Brasil e aumentar a sua chance de revender roupas. Afinal, terá um número maior de cliente potenciais.

3. Faça promoções sazonais

As promoções sazonais são aquelas que utilizam produtos que vendem mais em determinados períodos do ano. Por exemplo, o biquíni tem um giro maior no verão.

Já os casacos costumam ser a preferência dos consumidores no inverno. Por isso, oferecer algum desconto ou benefício ao cliente é uma forma de incentivar a compra.

Inclusive, de aumentar o chamado ticket médio. Ou seja, o valor médio gasto na compra por cada cliente.

Continua após a publicidade

Então, o que fazer? Algumas dicas para alcançar o melhor resultado são:

  • tenha um bom plano de ação: prepare-se para o período com antecedência. Isso significa fazer os pedidos de maneira antecipada, reservar o dinheiro necessário para a compra e delinear como será a promoção;
  • aproveite as datas comemorativas: utilize esses períodos para vender mais. Para isso, coloque a criatividade à prova. Por exemplo, se você quer saber como revender roupa de cama no Dia dos Namorados, uma dica é oferece conjuntos românticos para o casal;
  • garanta que você terá um bom resultado: mesmo nas promoções, você deve lucrar. Por isso, precifique os produtos da forma correta, ofereça um bom atendimento e saiba os diferenciais de cada produto. Você ainda pode investir nas vendas adicionais. Por exemplo, se a cliente procura uma saia, indique uma blusa que combina;
  • invista em algum diferencial: várias estratégias podem ser utilizadas para fidelizar os clientes. Na promoção sazonal, aproveite para incentivar as compras em outros períodos do ano. Assim, ofereça cartões de fidelidade, cartões presente ou cupons de desconto. Dessa forma, há uma probabilidade maior da pessoa voltar a adquirir algum produto em um curto espaço de tempo.

4. Tenha um estoque das peças mais compradas

Para saber como revender roupa, primeiro é preciso identificar as peças mais compradas. Avalie qual é o modelo, a cor e os outros detalhes que fazem sucesso entre os clientes.

A partir disso, você pode definir quais dessas peças devem estar em maior número no seu estoque. O problema é chegar ao equilíbrio.

Isso porque ter um grande número de peças paradas em estoque representadas capital inutilizado. Ou seja, o dinheiro deixa de ser utilizado para o que é necessário. Por exemplo, pagamento de contas ou de dívidas.

Por sua vez, ter poucas peças leva à perda de oportunidades. Assim, o cliente chega para comprar e não encontra o que deseja. Isso faz com que ele vá para a concorrência — e, muitas vezes, não volta.

Continua após a publicidade

Para evitar essa situação, o ideal é usar a curva ABC de vendas. Esse é um método de classificação simples, que observa a relevância de cada produto para o seu estoque.

4.1. Exemplo de cálculo curva ABC de vendas

Para isso, os itens são divididos em categorias. Elas são as classes:

  • A: são os produtos com maior faturamento. Representam cerca de 20% do estoque, que totalizam 80% das vendas;
  • B: apresentam médio faturamento. Equivalem a aproximadamente 30% do estoque, que somam 15% das vendas;
  • C: têm faturamento baixo. Representam cerca de 50% do total do estoque, que totalizam 5% das vendas.

Para dividir os produtos nessas classificações, você deve verificar quanto vende de cada um e ver seu percentual em relação à receita total do período.

Assim, se você fatura R$ 10.000 vendendo 20 produtos, 4 produtos (20% do total) farão parte da classe A e devem corresponder a R$ 8.000 de receita (80% do total).

Para saber quais são esses produtos, faça o cálculo individual. Depois, separe em classes de acordo com os resultados. Por exemplo, o item X vende R$ 2.000. Assim:

Continua após a publicidade

R$ 2.000 / R$ 10.000 = 0,2 x 100 = 20% do total das vendas

Para saber em qual classe esse produto se encaixa, é preciso calcular todos os outros e organizá-los por importância. De toda forma, vale a pena fazer isso para evitar problemas com o estoque e otimizar os seus gastos.

5. Tenha uma maquininha de cartão de crédito

Outro item essencial para revender roupas é ter uma maquininha de cartão de crédito. Ela também aceita débito. Por isso, facilita muito na hora de fechar as vendas.

Para ter uma ideia, as vendas com cartão devem representar 60% do consumo em 2022. Além disso, uma das principais vantagens desses equipamentos é valerem tanto para pessoas físicas quanto jurídicas.

Continua após a publicidade

Ou seja, você nem precisa ser um Microempreendedor Individual (MEI) para ter acesso à maquininha. Basta ver as condições e encontrar aquela que atende ao que você precisa.

Para escolher a melhor alternativa, vale a pena considerar alguns fatores. Entre eles estão:

  • taxa aplicada sobre as vendas;
  • pagamento pela maquininha de cartão;
  • taxas de juros aplicadas sobre vendas parceladas;
  • condições exigidas para ter o equipamento.

A partir disso, você decide qual é a melhor opção para você. Algumas opções são:

Minizinha

Vender com Minizinha

T1

Vender com Ton (sem aluguel)

6. Aposte em nichos pouco explorados

Uma forma de saber como revender roupa e ganhar mais é investir em diferentes nichos. Isso porque é fácil encontrar pessoas que vendem peças comuns. Mas há espaço para opções mais específicas.

Por exemplo, o mercado plus size. A expectativa de crescimento é de 10% ao ano. Você também pode investir em roupas temáticas (como as fantasias), em peças infantis ou o que mais quiser.

Continua após a publicidade

Como definir? O ideal é focar a sua estratégia de vendas e verificar quem você já atende. Crie a sua persona — ou seja, personificação do cliente ideal — com base nisso e veja o que eles gostariam de comprar.

Com essa parte definida, você pode ter um diferencial. Para isso, confira o que a concorrência já faz, realize pesquisas e atenda a demandas ainda em aberto.

Nesse processo, analise os fornecedores de roupa. Faça uma verificação detalhada para identificar aqueles que oferecem o melhor custo-benefício. Ou seja, o melhor preço com a melhor qualidade e a entrega mais rápida.

Ainda pense na marca de roupas para revenda. A depender daquela que você escolher, poderá já encontrar clientes por elas serem bastante conhecidas dentro daquele nicho.

Continua após a publicidade

7. Complemente a oferta com outros produtos de revenda

Quando você revende roupas, também pode escolher outros produtos para agregar valor. Por exemplo, calçados, acessórios, maquiagens etc.

Tudo depende do que você deseja. No entanto, vale a pena investir em marcas já conhecidas. Afinal, elas permitem obter ganhos rápidos. A seguir, apresentamos duas boas opções. Confira!

7.1. Revender Eudora

A Eudora é uma empresa do Grupo O Boticário. A venda é feita exclusivamente por meio de revendedoras. Ainda assim, os produtos são bastante conhecidos e têm ótima aceitação no mercado.

Para revender, existem vários benefícios. Você concorre a prêmios, viagens e eventos exclusivos. Além disso, pode ter até 40% de lucro e pode ganhar dinheiro na internet. Isso porque pode usar ferramentas digitais para as vendas.

Continua após a publicidade

O cadastro é 100% online. O pedido mínimo é de R$ 220 pelo aplicativo, site, WhatsApp e telefone. Para espaços da Representante, o valor exigido cai para R$ 104,93.

Para quem mora no Maranhão, Alagoas, Pará, Espírito Santo, Piauí e Amazonas, o pedido mínimo por site ou aplicativo é R$ 340. O kit inicial não é obrigatório. Mesmo assim, você pode investir R$ 180 para ter alguns dos principais produtos para demonstração.

eudora

Revender Eudora

7.2. Revender Avon

Por sua vez, a Avon é uma das marcas de cosméticos mais conhecidas do mercado. Estabelecida no Brasil há vários anos, oferece produtos bem aceitos pelos consumidores. O lucro oferecido inicia em 20% e chega a 38%. Você também terá uma loja virtual para vender mais.

O cadastro é totalmente online. O pedido mínimo é de R$ 80 para as campanhas de vendas 6 a 8. Depois desse período promocional, é de R$ 140 para o primeiro pedido e de R$ 110 a partir do segundo.

Continua após a publicidade

Porém, as vendas feitas pela loja online não fazem essa exigência. Você também pode adquirir um dos kits e início por R$ 80. Outra opção é fazer um pedido com produtos escolhidos por você que totalizem essa quantia. No entanto, esse caso só vale para as campanhas 6 a 8. Caso contrário, é necessário comprar R$ 140.

avon

Revender Avon

8. Saiba definir um preço de vendas adequado

Diferente de ganhar dinheiro com a revenda de maquiagens e cosméticos, a comercialização de roupas não passa por uma padronização quanto ao preço cobrado dos seus clientes. Portanto, você deve calcular o que é o mais correto.

Como fazer isso? Você deve considerar os seguintes fatores:

  • custo do produto: representa quanto você pagou para revender a roupa;
  • despesas fixas e variáveis: são as contas de luz, água, internet, comissões de vendas, impostos etc.;
  • lucro desejado: é a margem que você efetivamente ganhará. Ela deve ser, no mínimo, ente 5% e 10%. Calcule com esses percentuais e, se o preço ficar abaixo do mercado, pode colocar mais.

Vale lembrar que esse é um modelo simplificado de precificação. Você pode estudar mais e utilizar outros fatores para calcular o preço correto.

9. Crie um clube com condições especiais para clientes fiéis

Você pode criar uma espécie de clube de assinatura. Aqui, existem algumas alternativas. Por exemplo, você pode transformar o seu produto em serviço recorrente.

Continua após a publicidade

Como? A resposta está em criar kits e fornecê-los todos os meses mediante um pagamento mensal.

Outra possibilidade é fornecer condições especiais de compra para quem adquire R$ X ou mais em 1 mês. Essa quantia é definida por você.

A partir desse valor, quem participa do clube gerenciado no Whatsapp ou Close Friends do Instagram pode parcelar em mais vezes, recebe um desconto maior, ganha uma peça etc. Existem várias possibilidades.

10. Faça parcerias com outras revendedoras

Por fim, você pode fazer parcerias com outras revendedoras para vender mais. Nesse caso, a ideia é vocês “trocarem” clientes. Por isso, o outro profissional deve comercializar produtos diferentes.

Continua após a publicidade

Por exemplo, maquiagens, acessórios, sapatos etc. Assim, a revendedora tem algumas imagens ou demonstrações das roupas que você revende e mostra para seus clientes. Fazer lives promocionais no Youtube para dicas de moda que envolvam os dois produtos também é uma dica de promoção bem interessante.

E você faz a mesma coisa, oferecendo os produtos dessa outra revendedora. Isso faz com que os dois lados ganhem e lucrem mais.

Ou seja, revender roupas exige estratégia e conhecimento. No entanto, as táticas que apresentamos ajudam a entender como lucrar mais. Então, que tal colocar em prática e aproveitar os ganhos?

Perguntas frequentes sobre revender roupas

  1. Que tipo de roupa mais vende?

    Existem vários tipos de peças com boa saída. Algumas das principais são jeans, camisetas personalizadas, cropped, regatas, roupas fitness e importadas.

  2. Preciso de CNPJ para vender mais?

    É ideal que você seja um MEI, pelo menos. Afinal, essa é uma forma de profissionalização e ajuda a fortalecer sua reputação.

  3. Vale a pena vender roupas pelo Instagram?

    As redes sociais ajudam a mostrar seus produtos para os potenciais clientes. No caso do Instagram, a vantagem é o foco em vídeos e fotos, que permitem apresentar os pontos positivos de cada peça.

Continua após a Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.