Redes varejistas aumentam os preços antes da Black Friday 2020

Redes varejistas aumentam os preços faltando poucos dias para a Black Friday deste ano. É o que diz o levantamento do site Vigia no Preço.

Isabella Proença
Isabella Proença

Redes varejistas aumentam os preços faltando poucos dias para a Black Friday deste ano.

É o que diz o levantamento realizado pelo site Vigia de Preço, divulgado pelo Tecnoblog.

Antes da chegada da Black Friday, é comum que algumas lojas cobrem mais caro por seus produtos para, na data promoção, realizarem ofertas que pareçam proporcionar um desconto maior do que o verdadeiro para o consumidor.

Continua após a publicidade

Popularmente, esta prática é conhecida como “metade do dobro”.

A seguir, confira mais informações sobre o estudo.

Levantamento de redes varejistas que aumentam os preços antes da Black Friday

No estudo, foram listados, de forma automatizada, os preços de 125 milhões de produtos em mais de 1.500 e-commerces no Brasil.

Todos esses dados são calculados e atualizados diariamente, sem nenhuma interferência humana.

O Vigia de Preço apontou que cerca de 27% dos produtos comercializados na loja online da JBL ficaram mais caros em relação ao último mês. Na Asus, esse número chega a 25%.

Já nas lojas online da Americanas, do Magalu e do Ricardo Eletro, aproximadamente 12% dos produtos tiveram um aumento significativo em seus preços, incluindo aqueles vendidos por parceiros dos marketplaces.

Segundo o Tecnoblog, as lojas online da Asus, da Ri Happy e da Casa Show estão entre as 10 empresas que mais tiveram aumentos em seus preços na última semana.

Confira a lista na íntegra.

Ranking de percentual de altas sobre a totalidade de variações de preços nos últimos 7 dias

  1. Ri Happy – 62,85% altas de 22.234 variações; 
  2. Ferracini  – 53,28% altas de 1.188 variações;
  3. Umec – 45,51% altas de 1.136 variações;
  4. De Chelles – 74,48% altas de 623 variações;
  5. Dimensional  – 66,44% altas de 578 variações;
  6. Bulking – 48,57% altas de 455 variações;
  7. Casa Show – 55,90% altas de 415 variações;
  8. ArcelorMittal – 78,47% altas de 339 variações;
  9. Cicero Papelaria – 40,52% altas de 306 variações;
  10. Asus – 57,66% altas de 222 variações.

Percentual de altas sobre a totalidade de variações de preços nos últimos 30 dias

  1. Ri Happy – 66,69% altas de 22.234 variações;
  2. Livraria Curitiba  – 71,77% altas de 15.767 variações;
  3. Papel Craft – 79,12% altas de 1.164 variações;
  4. De Chelles – 74,00% altas de 623 variações;
  5. CL Joias  – 61,75% altas de 604 variações;
  6. Dimensional – 66,09% altas de 578 variações;
  7. Bulking – 76,48% altas de 455 variações;
  8. Casa Show – 62,65% altas de 415 variações;
  9. Petite Jolie – 73,75% altas de 259 variações;
  10. Asus – 71,17% altas de 222 variações.

Esta matéria foi útil? Então, assine a newsletter do iDinheiro e se mantenha informado sobre a Black Friday 2020 e tudo o que importa para o seu dinheiro.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.