Poupança Santander: será que realmente vale a pena ter uma?

Neste conteúdo, você poderá aprender todos os detalhes sobre a poupança Santander, além de entender se ela é uma boa opção para você.

Cristina Boscolo
Cristina Boscolo

Poupança Santander: será que realmente vale a pena ter uma?

A conta poupança ainda é uma das principais maneiras de se poupar dinheiro no Brasil.

Por ser fácil, conveniente e, principalmente, seguro, o método é a primeira opção de 65% dos brasileiros na hora de guardar economias.

Continua após a publicidade

Os dados acima são da pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

Por esse motivo, escolher um banco para abrir uma conta poupança pode gerar muitas dúvidas. Afinal, cada instituição oferece seus diferenciais.

Por isso, no post de hoje, vamos falar especialmente sobre a conta poupança Santander. Você será capaz de analisar os serviços entregues pelo banco, além de entender se vale a pena ou não.

Continua após a publicidade

Vamos lá? Tenha uma ótima leitura!

Como funciona a conta poupança Santander?

O Santander oferece apenas um tipo de conta poupança e não é preciso ser um correntista para poder abrir uma. Ou seja, novos clientes também podem fazer a contratação.

Ainda assim, caso a pessoa interessada já seja correntista do banco, há a opção de Depósito Programado em Poupança.

Nesse sentido, um valor acordado é transferido mensalmente da conta corrente para a conta poupança, tornando o ato de guardar dinheiro automático.

Para esse serviço não é cobrada nenhuma taxa adicional.

Quem é correntista e abre uma poupança também tem a chance de receber descontos em seu pacote de serviços, conforme seus investimentos na poupança aumentam.

Continua após a publicidade

Como abrir uma uma poupança Santander?

Para abrir uma conta poupança no Santander existem duas maneiras distintas, a depender do relacionamento anterior com o banco.

Se a pessoa interessada na abertura da conta já for correntista, basta acessar normalmente:

Caso não haja nenhum relacionamento com o banco, ou seja, se a pessoa não for correntista, é preciso se dirigir até uma agência Santander com alguns documentos em mãos. Veja quais são eles:

  • CPF (cópia e original);
  • RG (cópia e original);
  • comprovante de residência (cópia e original) com de até no máximo 90 dias;
  • comprovante de renda (desejável).

Para contas conjuntas, todos os interessados devem apresentar os documentos relacionados acima.

Menores de idade podem ter uma conta poupança Santander?

A conta poupança muitas vezes é uma maneira que os pais ou responsáveis encontram para poupar dinheiro de maneira segura para o futuro de seus filhos ou dependentes.

Por isso, menores de idade também podem abrir uma conta poupança no Santander. 

Caso o titular tenha idade entre zero e 16 anos, é preciso que os pais ou responsáveis legais apresentem toda a documentação acima.

Continua após a publicidade

Além disso, é necessário apresentar também a certidão de nascimento ou documento de identidade (RG) da criança/adolescente.

Essa pessoa será responsável também por qualquer movimentação na conta até que o titular se torne maior de idade.

Como realizar depósitos e movimentar a poupança Santander?

Após a abertura da conta poupança, é natural que o titular passe a fazer depósitos frequentes com o objetivo de juntar dinheiro ou queira realizar saques de tempos em tempos.

Nesse sentido, é possível realizar a movimentação da conta nas agências do banco, nos caixas eletrônicos, pelo app Santander ou pelo internet banking.

Os depósitos também podem ser feitos como em qualquer outra conta comum: seja nos bancos, nos caixas ou por transferência.

Continua após a publicidade

Assim, não há valor mínimo de depósito estipulado. Portanto, é possível guardar quanto dinheiro o titular quiser, sem nenhuma taxa de administração ou desconto de qualquer tipo.

Quais os serviços inclusos?

Ao abrir uma poupança no Santander, o titular da conta tem direito a um pacote básico de serviços. Veja o que está incluso:

  • um cartão de débito para utilizar em compras ou fazer movimentações na conta;
  • saques (dois) por mês no caixa eletrônico ou no banco;
  • transferências (duas) por mês para contas Santander;
  • extratos (dois) por mês;
  • consultas pela internet ou app ilimitadas.

Como consultar o saldo?

Uma das maneiras mais práticas e rápidas de conferir o saldo da sua poupança Santander é pelo internet banking.

Para isso, basta acessar o site do banco e colocar o CPF do titular do lado direito superior.

Continua após a publicidade

Após essa etapa, será necessário inserir a senha para, então, acessar a conta.

qJORLOoBJQzsejbGb06kgKpTFZQKZEOY09ti_8gmT3QaRDJsp--32U3B9IJwIuGJvjUEZ-a6TwgQQaf0w5bbhNofHgZUN6iCvZsaulFd97C26RXVh68ZXE2GsQ0xsyT8vjNOn4s

Além disso, também é possível acessar o saldo da poupança pelo app Santander, por consulta no caixa eletrônico ou por telefone, na Central de Atendimento.

Quanto rende mensalmente a poupança Santander?

Assim como outras poupanças comuns, o cálculo do rendimento mensal da poupança Santander é feito baseado na taxa Selic.

Quando ela está igual ou menor que 8,5% ao ano, o rendimento será de 70% dessa taxa + TR (taxa referencial).

Por exemplo: se a taxa Selic estiver em 2% e a TR estiver zerada, o rendimento será de cerca de 0,12% ao mês.

Qual a reputação do Santander no Reclame Aqui?

A nota do Santander no Reclame Aqui é 7/10, o que está na média de outras grandes instituições financeiras.

Continua após a publicidade

Além disso, o banco tem 100% de reclamações respondidas, o que é um índice bastante impressionante e demonstra preocupação em não deixar os clientes sem resposta.

Entre as pessoas que enviaram alguma reclamação pelo site, 61% voltariam a fazer negócio com a empresa e o índice de solução de problemas chega a 69,7%. 

Conclusão

Ter uma conta poupança pode ser uma ótima maneira de guardar dinheiro de forma prática e com baixíssimo risco de investimento.

Nesse sentido, a poupança Santander oferece boas condições e pode ser ainda mais interessante para quem já é correntista do banco, por permitir algumas facilidades na manutenção.

Continua após a publicidade

Ainda assim, vale lembrar que o rendimento mensal das poupanças em geral pode ser bastante baixo quando a taxa Selic também estiver baixa.

Por isso, se estiver procurando investimentos mais lucrativos a curto prazo, é importante avaliar outras opções adicionais.

Aqui no iDinheiro temos uma seção completa sobre investimentos, onde você pode aprender um pouco mais sobre as suas opções. 

Gostou do nosso conteúdo e quer receber ainda mais informações sobre o universo financeiro? Então assine a nossa Newsletter!

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.