Planejamento Financeiro

Planejamento financeiro familiar: Entenda tudo sobre o tema e aprenda a montar o seu!

Victor Leitão
Victor Leitão
Ilustração de uma família e uma casa, representando o planejamento financeiro familiar
Montar um Planejamento Financeiro Familiar é mais fácil do que parece. Leia este artigo para conseguir montar o seu em 6 passos simples.

Artigo originalmente publicado em blog.mobills.com.br. Conteúdos e comentários foram integralmente mantidos.

Planejamento financeiro familiar: Entenda tudo sobre o tema e aprenda a montar o seu!

Você já deve saber que a vida financeira pessoal requer bastante organização e cuidado para que os recursos não se percam e se tornem dívidas ou despesas desnecessárias.

Bom, se a vida pessoal já requer todos esses cuidados, imagine a importância de administrar as finanças de uma família?

Continua após a publicidade

A importância desse ato pode ser observada quando percebemos que, em maio de 2020, 66,5% das famílias brasileiras estavam endividadas. 

Esses dados foram extraídos de uma pesquisa feita pela Confederação Nacional dos Comércios e Bens (CNC).

Continua após a publicidade

De fato, infelizmente, o planejamento financeiro não é algo comum à grande maioria das famílias brasileiras. 

Por outro lado, realizar um bom planejamento pode ser o que irá definir se você conseguirá dar a melhor condição de vida para a sua família no longo prazo, ou se você terá que realizar grandes sacrifícios para pagar dívidas.

Pensando nisso, montamos esse artigo que vai lhe ajudar a:

  • Entender a importância de realizar um planejamento financeiro familiar;
  • Saber como evitar dívidas e alcançar os maiores sonhos para sua família;
  • Aprender a fazer um planejamento para sua família agora mesmo em 6 passos;
  • Conhecer XX dicas práticas para começar a se planejar o quanto antes
  • Conseguir escolher as melhores ferramentas para lhe ajudar nesse planejamento.

Por isso, confira o artigo e tenha uma boa leitura!

O que é um planejamento financeiro familiar?

Por mais que seja uma ferramenta simples, o planejamento financeiro exige algumas características para que possa trazer os resultados esperados.

Isso se torna ainda mais importante quando se trata de um planejamento financeiro familiar, já que cada um dos integrantes da família pode ter uma visão diferente do dinheiro, e de como ele deve ser gerenciado.

Continua após a publicidade

Assim, um planejamento familiar envolve a participação de todos da família, diferentemente do individual, onde as metas dependem somente de um indivíduo.

Além disso, é importante que todos os envolvidos tenham ciência da situação financeira da família, para que assim o objetivo seja de todos.

De nada adianta definir um planejamento financeiro onde somente um dos integrantes será beneficiado.

Portanto, um planejamento financeiro familiar são estratégias financeiras adotadas a partir de uma análise do orçamento da família, onde o objetivo é alcançar metas que beneficiem a todos os envolvidos.

Outro ponto muito importante, é jamais deixar de lado o controle financeiro, pois não é possível definir metas e planos quando não se sabe para onde está indo o capital da família.

Continua após a publicidade

O que define um bom planejamento financeiro familiar?

O primeiro passo para desenvolver um planejamento financeiro familiar eficiente, é conseguir engajar toda a família.

alvo, representando um bom planejamento financeiro familiar

Para isso, podem ser realizadas reuniões que tenham como objetivo definir as metas comuns a todos os envolvidos.

O objetivo dessa etapa é conseguir alinhar a todos, para que as metas estejam de acordo com a forma que cada um dos membros da família enxerga o dinheiro.

Após isso, é importante definir a meta a se alcançada no longo prazo, para que assim possa ser definida uma estratégia.

Continua após a publicidade

Também é interessante lembrar que o controle financeiro é essencial nesse processo, pois somente por meio dele será possível identificar quais são suas principais despesas.

Os investimentos da família também devem ter prioridade no planejamento, e as despesas desnecessárias precisam ser eliminadas ou reduzidas.

Nesse caso, por exemplo, imagine que o objetivo principal da família seja a compra de uma casa: esse pode ser o melhor estímulo para todos toparem reduzir os gastos.

Além disso, é fundamental ficar atento a cada despesa. 

Assim, opções de financiamentos, parcelas excessivas e o uso descontrolado do cartão de crédito ou cheque especial são atitudes que precisam ser evitadas.

Continua após a publicidade

Entenda agora mesmo como usar o cartão de crédito a seu favor!

Como montar um bom planejamento financeiro familiar? 6 passos simples

mãe e filha reunidas representando o planejamento financeiro familiar

Agora que você entendeu melhor os princípios de um bom planejamento financeiro familiar, é importante seguir os 6 passos a seguir.

Tenho certeza que ao final seu planejamento financeiro estará completo e pronto para ser seguido!

1. Registre ganhos e gastos

Como já falamos anteriormente, o controle financeiro é o primeiro passo para montar um planejamento eficiente.

Portanto, entender quais estão sendo os seus ganhos e custos, e saber exatamente para onde o seu dinheiro está indo, é algo essencial no planejamento financeiro.

Continua após a publicidade

A melhor forma de realizar isso é registrar todos os seus ganhos e gastos, e o Mobills pode ser um ótimo aliado nessa tarefa!

2. Negocie suas dívidas e não crie novas!

Nessa etapa, é de grande importância que você consiga trocar suas dívidas ruins por dívidas boas.

Em outras palavras, a medida envolve trocar despesas com juros mais altos, por outras com juros menores.

A melhor forma de fazer isso é entrando em contato com os seus fiadores, e conseguindo um acordo.

Continua após a publicidade

Caso a medida não seja efetiva, também é possível tentar crédito nas melhores fintechs de empréstimo, que oferecem créditos a baixos juros.

Assim, você consegue trocar sua dívida ruim por outra que caiba no bolso.

3. Reduza seus gastos e aumente os ganhos

Após renegociar suas dívidas, é essencial que você identifique onde estão seus maiores gastos.

Portanto, classifique suas despesas (uma vez que já foram registradas com a ajuda do Mobills!) por ordem de prioridade. 

Aquelas que tiverem a menor prioridade, você deve eliminar ou reduzir.

Além disso, para melhorar sua situação financeira, é primordial que você busca maneiras de ganhar mais dinheiro. 

Essa atitude vai contribuir bastante para que você consiga cumprir e até aprimorar o seu planejamento financeiro.

Continua após a publicidade

Se não tem ideias para aumentar sua renda, sugiro fortemente que leia o artigo: Como ganhar dinheiro na internet de forma honesta e comprovada? Veja 57 formas!

4. Guarde dinheiro

Entenda, não é pelo fato de que você está ganhando mais dinheiro, que seus gastos devem aumentar também!

Sendo assim, aprenda a poupar dinheiro e investir a sua renda extra, pois isso vai lhe garantir segurança e tranquilidade financeira.

Muitas pessoas acreditam que só é possível juntar dinheiro se você ganha muito, mas isso não é verdade!

Continua após a publicidade

Recentemente, postamos um artigo bem interessante sobre o assunto: Como guardar dinheiro ganhando 1000 reais? Veja 10 dicas infalíveis!

5. Defina objetivos para curto, médio e longo prazo

Talvez esse seja o principal ponto do planejamento financeiro.

Podemos afirmar isso porque, sem objetivos, o planejamento financeiro sequer existe.

Portanto, é de grande importância que a família se reúna para conseguir definir seus objetivos, por maiores que esses sonhos sejam.

Isso é essencial, pois sempre que algum dos membros da família começar a se sentir desmotivado para economizar, são os objetivos que lhe darão forças para continuar seguindo a estratégia.

Desse modo, os objetivos precisam estar alinhados a todos os envolvidos. Somente assim, todos se sentirão motivados a seguir o planejamento financeiro de forma correta.

Continua após a publicidade

Se quiser dicas sobre como definir objetivos, leia o post: Aprenda como determinar e alcançar seus objetivos financeiros.

6. Invista o dinheiro seguindo o planejamento

Um planejamento financeiro é baseado em estratégias, e elas devem ser seguidas diariamente.

Por isso, o investimento do dinheiro deve ser feito baseado no planejamento.

Por exemplo, se o seu planejamento financeiro envolve uma viagem em 2021, é essencial que parte do orçamento seja direcionado para esse plano.

Além disso, lembre-se de investir seu dinheiro em aplicações que lhe tragam confiança.

Isso significa que, para muitas pessoas, é vantajoso optar por uma renda fixa quando o assunto é investimento em objetivos.

Para auxiliar nesse passo, existem algumas ferramentas que podem ser essenciais, mas falaremos sobre elas um pouco mais à frente.

Continua após a publicidade

Dicas para montar um bom planejamento financeiro familiar

Além do passo a passo apresentado, existem algumas dicas que podem facilitar ainda mais na sua vida financeira. Confira!

Possuir uma reserva de emergência

Após identificar todos os seus gastos, gostaria de lhe fazer um questionamento: O que aconteceria se a sua família perdesse a principal fonte de renda amanhã?

Se, ao responder essa pergunta, você fica tranquilo e entende que conseguiriam pagar suas despesas sem preocupações, parabéns!

Mas se a sua resposta envolve preocupação, vocês precisam se preocupar com sua reserva de emergência o quanto antes!

Continua após a publicidade

Reserva de emergência é uma quantia guardada para resolver somente situações inesperadas, que exigem um pouco mais de dinheiro.

Nesse sentido, procurem guardar pelo menos 10% do dinheiro da família a cada mês, para garantir essa segurança.

O objetivo aqui é conseguir sustentar a família por determinado período, mesmo sem a principal fonte de renda.

Para entender melhor sobre o assunto, basta acessar o nosso artigo sobre reserva de emergência clicando no link acima.

Continua após a publicidade

Esquematize os objetivos familiares

Novamente, os objetivos da família devem ser separados entre curto, médio e longo prazo.

Consideramos como objetivos de curto prazo aqueles que estão em um intervalo de 6 meses, como uma viagem de fim de ano, por exemplo.

Já os objetivos de médio e longo prazo, são todos aqueles que excedem 12 meses.

Nesse caso, podemos citar o planejamento de algumas férias como objetivos de médio prazo, e economias para a faculdade dos seus filhos como um objetivo a longo prazo, além da aposentadoria, é claro.

Invista, mas saiba escolher os investimentos corretos!

Sempre que você quiser guardar dinheiro, lembre-se que a melhor forma de fazer isso é investindo.

Continua após a publicidade

Contudo, existem diversas opções melhores do que a poupança, com maiores rentabilidades e até mesmo segurança!

Portanto, opte por aplicar o seu dinheiro em ativos rentáveis e seguros, e faça os seus investimentos sempre de acordo com seus objetivos financeiros.

Nesse caso, estamos falando dos investimentos de renda fixa, mesmo com a atual situação do CDI e da taxa Selic, principalmente quando os objetivos são montar a reserva de emergência ou outra meta de curto prazo.

Por outro lado, se você já tem uma segurança financeira, o ideal é analisar com mais carinho a diversificação e ativos que entregam retornos muito mais relevantes no longo prazo.

Continua após a publicidade

Nesse grupo, encaixam-se as ações, os fundos imobiliários e outros ativos de renda variável.

Entenda o seu padrão de vida

Não se engane, nós nos acostumamos muito fácil com certas mudanças de vida.

O grande problema disso é que, entender que estamos vivendo em um padrão de vida acima do que podemos pagar, pode ser algo bastante desafiador.

Assim, quando a situação financeira da família estiver bem ajustada, sempre virá uma vontade de gastar mais do que realmente se pode.

Quando isso acontecer, é importante manter a cabeça no lugar, e lembrar dos objetivos estabelecidos.

Isso é fundamental, pois são eles que irão lhe ajudar a entender que vale à pena economizar e se manter focado.

Continua após a publicidade

Pratique a educação financeira

Infelizmente, vivemos em um país onde a educação financeira não é nem um pouco valorizada.

Isso é um grande problema. E, por conta disso, diversos brasileiros enfrentam dificuldades com as dívidas todos os meses.

Portanto, comece a ensinar educação financeira para sua família de forma gradativa. Assim, ficará ainda mais fácil de alcançar os objetivos familiares.

Além disso, entender a respeito do assunto é essencial para o sucesso financeiro dos seus filhos.

Continua após a publicidade

Posso garantir que quando uma família estuda e pratica a educação financeira consegue colher bons frutos.

Como escolher uma boa ferramenta?

Existem diversas ferramentas para auxiliar no planejamento financeiro pessoal e familiar.

Por isso mesmo, é necessário saber escolher a ferramenta correta, pois isso pode ser decisivo para o sucesso do planejamento.

Diversas pessoas optam por utilizar planilhas durante o planejamento, mas essa decisão muitas vezes não é a melhor.

Elas se apresentam pouco práticas, e normalmente são atualizadas apenas em determinados dias da semana, o que pode levar a esquecimentos.

Continua após a publicidade

Nesse sentido, para escolher uma boa ferramenta, é importante que ela tenha as seguintes funções:

  • Registro eficiente de gastos e ganhos;
  • Definição e acompanhamento de objetivos financeiro de curto, médio e longo prazo;
  • Praticidade para utilizar no dia a dia;
  • Possibilidade de sincronizar suas transações e acessá-las em diferentes plataformas (web, smartphone, tablet);
  • Controle de cartões e diferentes contas bancárias;
  • Metas e orçamentos por categoria de despesas.

Desse modo, o Mobills pode ser a melhor opção nesse processo de planejamento financeiro.

A capacidade de acompanhar todos os seus gastos, possibilitar planejamentos e ainda poder ser acessado de qualquer lugar e a qualquer hora, fazem do Mobills o melhor aplicativo de gestão financeira do país.

Se você deseja entender como realizar o seu planejamento financeiro por meio do Mobills, basta acessar o link!

Conclusão

O planejamento financeiro familiar é essencial para a prosperidade financeira de qualquer família.

Espero que ao fim deste artigo tenha ficado claro a importância dessa ferramenta, e o impacto que possuir metas financeiras pode ter na sua vida.

Além disso, não se esqueça de realizar um planejamento financeiro para cada uma de suas metas. Faça o teste!

Tenho certeza que após adotar os primeiros planejamentos financeiros, e ver como é possível alcançar seus sonhos sem grandes sacrifícios, você nunca mais vai querer ficar sem realizá-lo.

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *