O PIX elimina custos operacionais das empresas. É o que considera o presidente do Banco Central, Campos Neto, em afirmação na última quarta-feira, 9. Para ele, principais beneficiados serão os pequenos negócios responsáveis pela operacionalização de transações e saques instantâneos.

Diante da abertura do Conexão PIX, Campos Neto disse que a nova plataforma de open banking, que será lançada em novembro, reduziu as despesas justamente para se tornar uma opção atrativa para todos os setores. 

Continua após a publicidade:

O presidente do BC também atribuiu a redução de gastos como uma maneira ajudar os negócios a investirem em despesas como transporte e segurança.

Com informações do Valor Econômico.

PIX elimina custos focando na transação online

“Com menores custos, os empreendedores terão maior margem de negociação e um valor mais acessível que chegará diretamente ao consumidor”, afirmou Campos Neto no evento.

Visto como uma das principais apostas do Banco Central nos últimos anos, o PIX chegará ao mercado com o objetivo de revolucionar a maneira que os brasileiros lidam com transações financeiras digitais. 

Pensando em fomentar cada vez mais as transações financeiras eletrônicas de maneira instantânea, o PIX elimina custos dos empreendedores pensando principalmente no mercado online. 

“Acreditamos que o e-commerce será adiantado em relação ao impulsionamento do PIX”, projetou.

Sobre o PIX

Chegando ao mercado em novembro de 2020, o PIX é um sistema de pagamentos simultâneos entre pessoas física e jurídica, que poderá ser utilizado a qualquer momento.

Com ele, será possível realizar pagamentos ou transferências para amigos, familiares e empresas a qualquer hora do dia, inclusive em finais de semanas e feriados. A transação ocorrerá de forma instantânea, com um prazo de até dez segundos.

O modelo apresentado pelo BC é bastante similar a outros que já funcionam ao redor do mundo, como Índia e Reino Unido, por exemplo. 

Fazendo o cadastro no PIX

O pré-cadastro do PIX já está sendo realizado pelas principais instituições bancárias do país.

A chave de acesso à plataforma deverá ser gerada pelo banco escolhido até outubro, para que a utilização seja autorizada em novembro. 

Procedimento pode ser realizado entrando em contato diretamente com o banco. Caso não tenha certeza se seu banco já está cadastrando chaves, entre em contato com a central de atendimento.

Até o momento, alguns bancos já deram início a esse processo como o Banco Inter, Nubank e Original

Quer continuar informado sobre as últimas notícias sobre o PIX? Não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações do Push. 

Publicidade