Picpay devolve meu dinheiro: entenda a polêmica gerada pela transferência do auxílio emergencial

 

A terceira parcela do auxílio emergencial já começou a ser paga, mas inicialmente o recurso só pode ser utilizado de forma digital por meio do aplicativo Caixa Tem.

Sendo que, para antecipar saques e transferências, liberadas a partir do dia 18/7, existe a possibilidade de utilizar carteiras digitais como o Picpay.

Continua após a publicidade:

Alguns usuários, porém, estão tendo problemas com o recebimento do recurso por esse meio.

Na manhã desta terça-feira, 7, milhares de usuários criticaram a fintech de pagamentos e pediram: Picpay devolve meu dinheiro.

A hashtag #picpaydevolvemeudinheiro chegou aos Trending Topics do Twitter e diversas pessoas compartilharam relatos de insatisfação com o aplicativo.

Continua após a publicidade

Picpay devolve meu dinheiro: entenda a polêmica

Como os saques e transferências do auxílio emergencial não são liberados imediatamente, uma solução para ter acesso ao recurso de forma mais rápida é o uso de carteiras digitais.

No site do Picpay, a fintech ensina o passo a passo para receber o auxílio na conta digital por meio do débito virtual ELO do aplicativo Caixa Tem.

Feita a transferência, o dinheiro cairá na conta do Picpay, podendo ser utilizado para saques e transferências.

O tempo médio de espera para que as transferências caiam na conta de preferência é de dois dias úteis.

Continua após a publicidade

Contudo, não é isso que usuários do Twitter têm relatado.

“Na sexta feira passada, dia 03 de Julho, fiz uma transferência da PicPay para minha conta bancária. Na mesma noite, o saque na PicPay apareceu como concluído, porém, o dinheiro não caiu na minha conta, estou esperando esse dinheiro cair até hoje. #picpaydevolvemeudinheiro”, escreveu um beneficiário.

“Mandei mensagem em todos lugares. Fiz uma transferência pra minha conta bancária e meu dinheiro sumiu. Vocês não dão suporte, falta de respeito com o consumidor e com os clientes. Vou entrar com uma ação na justiça. #picpaydevolvemeudinheiro”, reclamou outro.

Algumas pessoas relataram que o aplicativo respondeu nos SACs que havia tido problemas técnicos e que o valor seria estornado.

Usuários também reclamaram da demora no atendimento, chegando a até uma hora de fila no SAC pelo telefone.

Continua após a publicidade

Problema já estava sendo relatado

Na página do Reclame Aqui da empresa, usuários já haviam feito relatos reclamando do mesmo problema.

“Fiz uma transferência do aplicativo Picpay pra outra conta do Banco do Brasil já faz 6 dias, mas o dinheiro não caiu pra minha conta do Brasil, e no Picpay dá como o dinheiro está concluído”, reclamou uma usuária em maio. 

A empresa não emitiu resposta para essa reclamação na plataforma. 

O Picpay tem 43.518 reclamações no site, sendo 10.946 não respondidas. 

Resposta do Picpay

O iDinheiro entrou em contato com a assessoria de imprensa do Picpay para esclarecimento sobre a situação e para questionar providências que serão tomadas para resolver o problema.

A reportagem aguarda respostas e atualizará o conteúdo assim que possível.

A Caixa Econômica Federal também foi contactada. Em nota, a assessoria esclareceu que “que grande parte dos problemas apresentados nas operações para bancos digitais já foram solucionados, com os devidos créditos em conta nesta terça-feira, 7”.

Continua após a publicidade

“É importante ressaltar que nessas operações também podem acontecer inconsistências nas plataformas das fintechs, devendo esses casos serem apurados individualmente junto às instituições”, destacou.

Segundo a Caixa, casos mais específicos e que envolvam as plataformas do banco serão resolvidos ao longo da semana.

E aí, o que achou da notícia? Quer continuar recebendo atualizações sobre o auxílio emergencial? Então, assine a newsletter do iDinheiro.

Publicidade