13 formas comprovadas de conseguir o melhor negócio através da pechincha

Muitas pessoas têm vergonha de praticar o ato da pechincha, que é uma das mais efetivas formas de economizar no dia a dia.

Outros dizem não saber como fazer. Porém, não há segredo que não possa ser compartilhado quando o assunto é pechinchar.

Continua após a publicidade:

Neste post, vamos te ajudar com algumas dicas de como transformar a pechincha em uma prática simples e ótima para suas finanças.

Por isso, não deixe de ler este texto até o final e, caso goste, compartilhe com seus amigos e familiares através das redes sociais!

Continua após a publicidade

Pechincha de sucesso: 13 maneiras de conseguir o melhor preço

As emoções desempenham um papel importante na negociação, mas não podem orientar o negócio ou a sua resposta a ele.

Às vezes as coisas não dão certo, e você não precisa arruinar uma amizade ou o potencial para uma futura parceria.

Um bom negócio é aquele que é excelente para ambas as partes.

1. Pesquise e compare

A pesquisa é o primeiro passo para qualquer boa negociação, pesquise na internet e nas lojas físicas.

Não esqueça dos sites de usados, às vezes a melhor opção é comprar um seminovo. Alguns sites podem te ajudar com essa tarefa, como Buscapé, ZoomOLX.

Continua após a publicidade

Também faz parte da etapa de pesquisa conhecer bem o produto que deseja comprar.

Sendo assim, saiba o diferencial do produto que você tem interesse e as desvantagens dele em relação a outros produtos.

2. Conecte-se em nível pessoal

A conexão humana é primordial na negociação. Sua atitude e energia irão definir o tom e afetar o resultado.

Em outras palavras, se você for preparado para uma guerra, é exatamente isso que você experimentará.

Por outro lado, se você espera que faça um acordo que satisfaça os interesses de ambas as partes, é muito mais provável que você tenha esse resultado.

Continua após a publicidade

Tudo começa com sua mentalidade.

Você precisa deixar de lado a ideia de negociação como uma disputa entre dois adversários.

E, em vez disso, perceber que está trabalhando com a pessoa do outro lado da mesa, com o objetivo final de criar um acordo mutuamente benéfico.

Para chegar lá, você precisa se conectar.

3. Peça desconto

Em geral, os lojistas cobram um valor acima do lucro embutido no valor da mercadoria, para ter uma margem de desconto.

Contudo, as lojas não oferecem esses descontos logo de cara, é preciso pedir ou perguntar.

Continua após a publicidade

Portanto, não seja tímido!

Se não perguntar, não vão te dizer ou te oferecer de livre e espontânea vontade.

4. Negocie o preço

Pergunte o preço a prazo e, então, lance a pergunta “Qual o desconto se eu pagar à vista?”.

Na hora da negociação, a pesquisa inicial também te ajudará, já que você pode mostrar para o vendedor que conhece o produto e sabe que ele pode ser vendido por um preço menor.

Ademais, leve impressa a melhor proposta online que encontrar, isso te dará ainda mais poder na negociação.

Continua após a publicidade

5. Saiba com quem você está negociando

Muitas vezes, tentamos conseguir um melhor preço da pessoa errada.

Nem sempre o vendedor tem o poder de te oferecer bons descontos quando você quer fechar uma compra. Nesses casos, peça para falar com o gerente.

O gerente, quando bem abordado, pode te oferecer um negócio melhor que o esperado.

6. Pague em dinheiro

Leve sempre dinheiro consigo na hora das compras.

Já era prática de mercado dar descontos nos produtos à vista, mas com a lei 13.455/2017, esse costume se tornou ainda mais comum.

A referida lei permite que os preços no cartão de crédito e no dinheiro sejam diferentes, além de permitir tal diferenciação também quanto ao prazo de pagamento.

Outra tática interessante é jogar com o poder do dinheiro.

Quando for às compras, tenha em mente um valor para o que deseja comprar e separe esse dinheiro.

Continua após a publicidade

No momento da negociação, mostre o valor e diga: “só tenho isso, dá para fazer por este valor?”. Um bom negócio pode sair, ou você sempre pode voltar mais tarde.

7. Não tenha pressa

Fazer compras com calma é muito importante, já que você vai analisar produtos similares, fazer negócio com vários vendedores e escolher cores e modelos, dependendo do produto.

Ou seja, vá sem pressa!

Caso contrário, você tenderá a comprar o primeiro produto que lhe for oferecido sem comparar e sem ao menos pedir um desconto.

8. Procure locais especializados

Geralmente, nos centros comerciais, as lojas de um determinado gênero estão localizadas em um mesmo espaço.

Continua após a publicidade

Isso facilita a pesquisa, estimula a concorrência e aumenta suas chances de conseguir um bom desconto!

Por isso, para simplificar sua pesquisa e negociação, procure ir a locais que possuam essas características, pois você poupará tempo, energia e dinheiro.

https://www.youtube.com/watch?v=ACMIxUsRgLw&t=30s

9. Nunca fale primeiro

Nunca diga o primeiro valor. Sempre deixe que a outra parte entregue o valor inicial, especialmente em feiras.

Fique bisbilhotando os produtos que você tem interesse, sem dizer nada, espere que o vendedor te dê um valor, pois isso lhe dará muita informação para determinar a melhor estratégia de pechincha.

Continua após a publicidade

Se o valor inicial não estiver próximo do que você está procurando (sempre tenha em mente o valor que você deseja pagar), você pode decidir não perder tempo negociando ou ir pelas beiradas até chegar ao valor desejado.

10. Não compre lançamentos de imediato

Na maioria das vezes, produtos recém-lançados possuem preços bem maiores, que chegam até a ser abusivos, como os preços de alguns celulares no Brasil.

A dica é esperar a “onda passar” ou optar pelo modelo anterior.

Comprar produtos que não sejam lançamentos aumenta suas chances de sucesso ao pedir um desconto.

Procure também por produtos em liquidação, fim de estoque ou mostruário, até as lojas maiores têm política de descontos para esses produtos.

Continua após a publicidade

11. Seja simpático

A empatia ajuda na hora da pechincha.

Dessa maneira, seja sempre cordial e amigável com o vendedor.

Isso fará com que ele se sinta à vontade com você e mais propenso a ceder as suas investidas de baixar o preço do produto.

12. Não demonstre muita empolgação

Finja desinteresse pelos produtos.

Faça perguntas sobre formas de pagamento e condições, mostre que está indeciso e sem muitas expectativas.

Diga que está apenas dando uma olhada e aproveite para pesquisar preços em várias lojas.

Ao mostrar muito entusiasmo, o vendedor perceberá que você levará o produto independentemente do desconto, o que tornará mais difícil conseguir uma oportunidade de pechinchar.

Continua após a publicidade

Você também pode levar outra pessoa com você que fique colocando dúvidas sobre se você deve comprar ou não, para que o vendedor tente te convencer e vá cedendo aos poucos aos seus termos de negociação.

13. Use frases de efeito

Bons negociadores precisam conhecer algumas frases de impacto para uma pechincha de sucesso, tais como:

  • Na outra loja é mais barato.
  • Na internet é mais barato.
  • O que você pode fazer pra baixar esse preço?
  • Até quanto você pode chegar?
  • Desconto só com o gerente? Posso falar com ele?
  • Eu só tenho X… É o valor máximo que meu orçamento permite.
  • À vista tem desconto?

BÔNUS: Saiba a hora de ficar em silêncio

Quer você esteja fazendo uma oferta ou recebendo uma, ficar quieto é uma das maneiras mais fortes de influenciar uma barganha a seu favor.

Por quê?

Porque odiamos um silêncio constrangedor e faremos qualquer coisa para evitá-lo (se pudermos), até negociar contra os próprios interesses, visto que costumamos ficar com medo de perder o acordo.

Continua após a publicidade

O vendedor acabou de te dar um preço que você achou muito alto? “Concorde”, dizendo “Hmmm” e franzindo a testa. Então, se mantenha em silêncio até que ele fale de novo.

Essa simples atitude pode virar o jogo a seu favor.

É hora de pechinchar!

Ainda não conheço uma pessoa que se sente desconfortável em poupar dinheiro, mas existem muitos que se angustiam com o esforço para fazer isso acontecer.

Uma das maneiras mais fáceis de manter mais do seu dinheiro suado é praticar a arte de pechinchar.

Há inúmeras razões pelas quais as pessoas têm medo de pechinchar por um preço melhor, mas uma das principais é que muitos o comparam ao ato de implorar.

Continua após a publicidade

Mas não é a mesma coisa: de acordo com o dicionário, implorar é pedir humildemente ou insistir com alguém sobre algo, enquanto pechinchar, em nosso contexto, é mais semelhante a negociar ou barganhar com alguém.

Um dos principais obstáculos para os consumidores é a confiança: a maioria dos compradores aceita um preço antes mesmo de tentar pechinchar.

Sendo assim, use seu celular, veja os preços para o produto que você deseja, pesquise, compare. Isso dá a você a confiança necessária para barganhar.

Não perca mais tempo, nem dinheiro, é hora de utilizar as técnicas de pechincha e conseguir alguns bons descontos!

Continua após a publicidade

Anote seus gastos, mesmo aqueles com desconto

O Mobills é uma plataforma de controle financeiro pessoal online que te ajuda a organizar seu orçamento.

Você pode registrar despesas e receitas e, assim, saberá exatamente para onde o seu dinheiro está indo.

Desse jeito, você nunca vai gastar mais do que deveria nem olhar para a fatura do seu cartão de crédito e se perguntar como gastou tudo aquilo.

O aplicativo foi criado em 2013 pelos irmãos Carlos Terceiro e David Mosiah, dois estudantes de tecnologia apaixonados por soluções simples para problemas do dia a dia.

Inicialmente desenvolvido apenas para smartphones Android, o aplicativo cresceu para a Web e agora também pode ser usado nos dispositivos iOS.

Ainda não é um usuário?

Cadastre-se agora e mude sua vida financeira. Mais de 7 milhões de pessoas já tiveram seus resultados usando o Mobills!

Publicidade