Meios de Pagamento, Notícias, Serviços

Pagamentos via WhatsApp: expectativa é de autorização do BC em novembro

Rodrigo Salgado
Rodrigo Salgado
Uma mão segurando um celular com a logo do WhatsApp, simbolizando os pagamentos via WhatsApp
Em teleconferência com jornalistas, presidente da Cielo afirmou que pagamentos via Whatsapp devem ser autorizados pelo BC em novembro.

O novo serviço de pagamentos via WhatsApp deve ser autorizado pelo Banco Central (BC) ainda em novembro deste ano, espera o presidente-executivo da Cielo, Paulo Caffarelli.

“A expectativa que a gente tem ouvido de partes envolvidas no assunto é que a autorização do regulador sairá em novembro”, disse o executivo em teleconferência com jornalistas sobre os resultados da Cielo no terceiro trimestre de 2020. Em setembro, o BC deu um aceno positivo para a autorização do serviço.

Continua após a publicidade

Em junho deste ano, o WhatsApp, aplicativo de troca de mensagens pertencente ao Facebook, anunciou uma parceria com o Banco do Brasil, a própria Cielo e as bandeiras de cartão Visa e MasterCard para iniciar um novo serviço de pagamentos por meio da plataforma.

Agora, há uma grande expectativa em cima do início dessa operação. Isso porque, desde a desautorização do funcionamento do serviço, as ações da Cielo sofreram grande volatilidade, já que o novo negócio pode representar um caminho de recuperação para a empresa após longo período de queda.

A desautorização

O Brasil seria o primeiro país do mundo a receber o recurso. Entretanto, na ocasião, o Banco Central (BC) e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) suspenderam a operação. No mês seguinte, o próprio BC autorizou o início da nova função apenas em fase de testes.

Na época, o BC afirmou que o serviço precisava de uma “autorização prévia” (como toda nova operação de pagamento no Brasil) e que, sem ela, poderia afetar “a competição, a eficiência e a privacidade dos dados dos usuários”.

Na visão do Cade, levando em conta o altíssimo número de usuários do WhatsApp no Brasil, a parceria exclusiva com a Cielo “poderia implicar em exclusão de concorrentes a essa nova forma de pagamento eletrônico, além de reduzir as escolhas para o usuário”.

Os pagamentos via WhatsApp

O pagamento via WhatsApp permite que os usuários façam compras e enviem ou recebam dinheiro pelo próprio aplicativo, bastando apenas cadastrar um cartão de crédito ou de débito de um dos bancos parceiros da operação.

Inicialmente, somente seriam aceito cartões do Banco do Brasil, Nubank e Sicred, das bandeiras Visa e Mastercard. Outros bancos estavam em fase de negociação.

As transações seriam gratuitas para pessoas físicas, mas com limitações de valores e números de transferências. Empresas pagariam uma taxa para poder usar o serviço.

Quer continuar acompanhando as novidades sobre tudo o que importa para o seu dinheiro? Então, assine a newsletter do iDinheiro. 

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *