Responsabilidade Editorial

Por que confiar no iDinheiro

O iDinheiro tem o propósito de democratizar e simplificar os serviços financeiros. Nossa missão é te ajudar a fazer as melhores escolhas, a partir das mais completas informações e recomendações sobre cada serviço.

Pagamento por aproximação: é seguro? Como funciona?

O pagamento por aproximação está sendo cada vez mais usado, mas será que realmente é seguro? Entenda como funciona essa tecnologia!

WhatsApp Image 2022-05-19 at 13.41.02
Regyane Bittencourt Estagiária de conteúdo

O pagamento por aproximação se tornou um dos métodos mais utilizados no mercado, embora muitas pessoas ainda tenham dúvidas quanto à essa alternativa de leitura de cartões.

A tecnologia que possibilita essa prática já está sendo adotada por grande parte dos bancos digitais, e também tradicionais, como forma de tornar as operações de crédito mais simples no dia a dia.

Continua após a publicidade

Pensando nisso, preparamos um guia especial sobre o assunto, com tudo que você precisa saber para utilizar essa tecnologia com confiança e tranquilidade. Continue lendo para entender como funciona essa novidade!

O que é pagamento por aproximação?

O pagamento por aproximação é um recurso que permite ao consumidor finalizar as suas compras sem precisar inserir o chip do cartão na maquininha, tampouco digitar a senha.

Continua após a publicidade

Como o nome indica, basta aproximar o plástico que conte com essa característica, e aguardar a leitura dos dados do titular para realizar o pagamento.

A tecnologia responsável pelo pagamento por aproximação é o Near Field Communication (NFC), que pode ser traduzido como “comunicação por campo de proximidade”. 

Trata-se de uma programação que permite a realização dos pagamentos sem inserção direta do cartão na maquininha.

Além disso, alguns bancos e operadoras de cartão também já estão trabalhando para que o recurso seja utilizado aproximando celular ou smartwatch da maquininha, o que dispensa o uso do próprio plástico.

Continua após a publicidade

No entanto, o pagamento por aproximação ainda conta com alguns limites determinados pela Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abesc) como forma de aumentar a segurança do usuário.

Por esse motivo, o valor autorizado sem inserção de senha é somente de R$200, e cada instituição financeira pode trabalhar essa margem com autonomia distinta.

Essa função se tornou ainda mais comum durante a pandemia de coronavírus, em 2020, quando as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) incluíam distanciamento social e o menor contato possível entre as pessoas.

Assim, a aproximação surgiu como uma alternativa mais segura e protegida, além de ser prática e simples de aderir.

Continua após a publicidade

Como funciona o pagamento por aproximação?

A tecnologia NFC, responsável por permitir o pagamento por aproximação, funciona por meio de um chip instalado internamente nos cartões de crédito, e também nos smartphones e smartwatches que trazem essa função.

O chip emite ondas de radiofrequência, de curto alcance, que permite a conexão com outros aparelhos que também possuem essa tecnologia. 

Dessa forma, o dispositivo e o plástico podem realizar uma comunicação rápida de leitura, identificando as informações necessárias para finalizar o pagamento.

O alcance máximo dessas ondas de rádio frequência é de 10 centímetros, de modo a aumentar a segurança da operação, sendo necessário aproximar quase que integralmente o cartão do visor de reconhecimento.

Continua após a publicidade

Para compras abaixo do valor máximo permitido nos pagamentos por aproximação, não existe a necessidade de digitar a senha, finalizando a compra após identificação do titular e da modalidade vinculada ao cartão.

No entanto, caso o total supere R$200, ou outras margens, a depender de cada instituição financeira, após a leitura, o portador deverá colocar a senha que acompanha o cartão, de maneira tradicional.

Além disso, essa forma de pagamento funciona para todas as modalidades, tanto débito quanto crédito, além de cartões-alimentação, que algumas empresas já estão disponibilizando.

A tecnologia funciona de maneira semelhante para smartphones que possuam aplicativos de pagamento por aproximação e smartwatches.

Continua após a publicidade

Desde que possuam o chip de leitura, e máquina de cartão também apresente a função, será possível realizar a comunicação entre ambos para finalizar a compra.

Quais são as formas de pagamento por aproximação?

Para entender com maiores detalhes o pagamento por aproximação, vale a pena conferir quais as formas que estão habilitadas no mercado, atualmente. Desse modo, será possível optar pela alternativa que melhor atende ao seu perfil, de maneira segura:

Pagamento por aproximação com cartão

Atualmente, o pagamento por aproximação com cartão é o mais comum utilizado pelos consumidores.

Trata-se da disponibilização do chip NFC no plástico enviado ao titular. Com isso, basta aproximar o recurso da maquininha e aguardar a leitura. 

Um diferencial interessante é que a função pode ser lida de qualquer lado do cartão, independente da forma que o usuário o aproxime. Isso torna a experiência ainda mais completa e prática para quem está utilizando.

Continua após a publicidade

No entanto, antes de realizar os pagamentos dessa forma, é importante que o titular autorize o uso da aproximação.

Geralmente, as instituições financeiras disponibilizam essa opção nos aplicativos. Caso o usuário autorize, selecionando a liberação, o aplicativo envia um sinal para ativar o chip, permitindo que ele funcione com a tecnologia NFC.

Da mesma forma, caso o consumidor deseje cancelar a autorização, basta selecionar em seu aplicativo, cancelando a emissão do sinal.

O pagamento por aproximação com cartão foi uma facilidade adotada, inicialmente, pelos bancos digitais, que já enviaram seus plásticos com essa possibilidade.

Continua após a publicidade

Posteriormente, algumas instituições convencionais também incluíram essa função em seu serviço. No entanto, cartões mais antigos podem não ter o chip em sua composição.

Nesse caso, é necessário que o titular acione seu banco para receber um novo plástico com esse recurso incluso.

Para pagamentos superiores ao limite adotado, a senha utilizada deve ser a mesma do cartão físico, cadastrada no momento do pedido ou de abertura da conta.

Pagamento por aproximação com celular

Enquanto isso, o avanço da tecnologia também permitiu o desenvolvimento de funções que fossem acessíveis para outros dispositivos, como smartphones.

Continua após a publicidade

Com isso, se tornou possível utilizar o pagamento por aproximação pelo celular.

Isso porque a maioria dos aparelhos já são vendidos com tecnologia NFC< possuindo o mesmo chip que permite a leitura a distância dos dados.

Após autorizar o uso desse recurso, basta que o consumidor cadastre seu cartão em uma plataforma de pagamento no seu celular. Cada marca conta com uma plataforma distinta, como Apple Pay e Samsung Pay.

Elas funcionam como uma carteira digital, e o cadastro insere todos os dados necessários para finalizar as compras da mesma maneira que o plástico convencional faria.

No entanto, conta com algumas facilidades e seguranças, uma vez que não é necessário carregar o cartão físico o tempo todo, e, muitas vezes, os aplicativos só podem ser abertos com reconhecimento digital ou por senha.

Continua após a publicidade

Assim, o pagamento por aproximação com celular pode ser uma alternativa prática para quem gosta de aproveitar a tecnologia e deseja ter mais proteção em suas compras.

Após o cadastro, o método é o mesmo, utilizando o aparelho e aproximando-o da maquininha.

Pagamento por aproximação com pulseira

Por fim, uma das tecnologias que também ganharam o mercado foram as pulseiras que realizam pagamento por aproximação.

O modelo mais conhecido são os smartwatches, ou relógios inteligentes, com configurações de sistema operacional e diversas funções semelhantes aos celulares.

Continua após a publicidade

Dessa forma, eles também acompanham o chip de leitura, e permitem o pagamento diretamente pela pulseira, desde que o cartão tenha sido cadastrado em sua plataforma.

Além disso, diversas marcas já estão lançando pulseiras próprias de pagamento, voltadas unicamente para essa função, tornando a prática ainda mais simples.

Uma vez que o produto é associado diretamente ao sistema operacional, como a Apple, existe uma segurança maior na manipulação dos dados com o NFC.

Além disso, bancos convencionais também já lançaram suas pulseiras, como o Santander Pass, Visa Bradesco e Pulseira Ourocard.

Continua após a publicidade

Na hora do pagamento, basta aproximar o braço da maquininha e seguir os mesmos procedimentos, com exigência da senha somente acima do limite de valor indicado.

O pagamento por aproximação é seguro?

Sim, o pagamento por aproximação é seguro, e oferece as mesmas garantias do que um cartão plástico tradicional com chip.

Embora essa tecnologia tenha oferecido uma série de praticidades para os consumidores, muitos ainda questionam se essa função é segura.

Isso porque diversos casos de fraudes foram registrados por meio do uso desse recurso, o que deixa alguns titulares receosos em utilizá-lo, especialmente o público mais convencional.

Continua após a publicidade

No entanto, em termos de garantia, o cartão com aproximação traz tantas barreiras de clonagem quanto outros serviços convencionais, especialmente por conta da sua criptografia de ponta, que impede a cópia dos dados com facilidade, o que acontecia no passado.

Além disso, a implementação de um limite de valor para as transações também aumentou a segurança dessa função.

Dessa forma, o uso acima da margem exige a senha pessoal do cartão, que só pode ser confirmada pelo titular ou usuários que conheçam o código.

Por esse motivo, o pagamento por aproximação é igualmente seguro, com menos chances de clonagem ou uso indevido por criminosos.

Continua após a publicidade

O que fazer quando o cartão é roubado?

Uma das situações mais relatadas quanto ao pagamento por aproximação é o uso do saldo após o plástico ser roubado. 

Nesse caso, a principal indicação, ao perceber que o cartão físico foi levado, é acionar o aplicativo do banco e impedir o uso da tecnologia NFC, uma vez que existe a possibilidade de compras abaixo da margem de limite.

Dessa forma, ao cancelar a autorização para uso da aproximação, as chances de fraudes ou roubo do saldo diminuem consideravelmente.

Em seguida, é recomendável acionar a instituição, realizar um Boletim de Ocorrência e seguir com as principais orientações para lidar com a situação.

Continua após a publicidade

No entanto, após desabilitar o uso do pagamento por aproximação, o titular terá uma segurança maior, além da função ser facilmente encerrada pelo aplicativo de controle, conferindo ainda mais garantias.

Como saber se meu cartão tem a função de pagar por aproximação?

A indicação do pagamento por aproximação pode ser encontrada no cartão físico, por meio de um símbolo semelhante ao sinal de Wi-Fi, próximo ao chip de inserção. 

Depois de conhecer mais sobre o pagamento por aproximação e as práticas de segurança que acompanham o serviço, muitos podem se interessar pela função, mas não saber como identificá-la em seu cartão atual.

Nesse caso, para recursos que já acompanham essa possibilidade, basta identificar o símbolo próximo ao chip.

Continua após a publicidade

Cartões mais modernos possuem um design mais simples, somente com o chip na parte da frente do plástico. Dessa forma, encontrá-lo pode ser mais fácil.

Enquanto isso, produtos mais antigos podem apresentar essa simbologia no verso, próximo aos demais dados.

Caso o cartão já tenha sido emitido com tecnologia NFC, é possível verificar no próprio cartão físico.

Ainda, clientes que não possuem o plástico em mãos para realizar essa conferência podem confirmar diretamente com a instituição.

Continua após a publicidade

Na página da emissora do cartão podem existir dados quanto aos serviços que ele oferece, inclusive a aproximação. Essa confirmação, feita diretamente na plataforma, pode ajudar titulares que desejam ter certeza da existência do serviço.

Em outros casos, basta entrar em contato com a instituição por meio de canais de suporte, no aplicativo de controle, chat virtual ou mesmo telefone. Atendentes e consultores poderão informar corretamente quais as funções liberadas no cartão.

Depois de realizar essa conferência, será necessário ativar o recurso para usá-lo no dia a dia. Se a plataforma não apresentar essa disponibilidade, recomenda-se entrar em contato com o banco para fazer a autorização.

O que fazer se meu cartão não tiver pagamento por aproximação?

Se você não conseguir identificar o pagamento por aproximação no seu cartão, pode tentar solicitar outro plástico ou usar uma alternativa disponível.

Continua após a publicidade

Muitas instituições emitem novas versões do cartão para clientes que desejam essa tecnologia, enviando para o titular de forma convencional. Além disso, o serviço pode ser gratuito, sem taxas de emissão.

No entanto, nem todas as administradoras contam com essa opção liberada atualmente. Nesse caso, o titular pode optar por outros caminhos, como uso do smartphone ou de pulseiras.

Basta verificar a plataforma de pagamento no seu smartphone e cadastrar o cartão físico. Mesmo que ele não tenha aproximação, o celular realizará essa função, e sem precisar do plástico.

Além disso, parcerias e serviços adicionais de instituições financeiras podem oferecer pulseiras de pagamento aos seus clientes, ou mesmo smartwatches com essa função.

Continua após a publicidade

Assim, o consumidor pode aproveitar a aproximação sem, necessariamente, precisar do seu cartão, caso ele ainda não tenha o chip de reconhecimento instalado dentro do seu dispositivo.

Contudo, vale lembrar que as práticas de segurança são as mesmas, entrando em contato com a operadora para garantir que a função está habilitada ou desabilitada, e monitorando o uso para identificar compras suspeitas.

Vale a pena usar o pagamento por aproximação?

O pagamento por aproximação é uma facilidade que surgiu nos dias de hoje, e pode ser interessante adotar essa função para ter mais praticidade no dia a dia.

Afinal, as compras podem ser finalizadas em apenas alguns segundos, sem precisar seguir os passos convencionais, como leitura do chip ou inserção de senha.

Continua após a publicidade

Inclusive, cartões com mau contato ou danificados não precisam ser substituídos, uma vez que essa operação pode trazer taxas para os titulares. Basta que tenha a tecnologia NFC e continuará funcionando normalmente.

Assim, de forma geral, trata-se de um recurso interessante para o consumidor, que oferece mais simplicidade em suas compras e execução de pagamentos.

No quesito segurança, o cartão com aproximação é igualmente protegido, com poucas chances de fraude ou clonagem, graças à sua criptografia de ponta.

Dessa forma, titulares que possuem receio quanto a essa forma de leitura do chip podem testá-la com maior confiança.

Continua após a publicidade

Mesmo usuários mais convencionais podem ter mais facilidade em sua rotina por meio do pagamento por aproximação, e desabilitá-la caso não se identifiquem com o recurso.

Nesse caso, é importante ao menos conhecer essa tecnologia e como ela funciona, para saber como administrá-la de forma eficiente e ter uma experiência positiva com as suas compras.

Quer conhecer mais dicas e funções do universo financeiro? Ative as notificações do Push e assine a newsletter do iDinheiro para não perder nenhuma novidade!

Perguntas frequentes

  1. Tem como contestar compra por aproximação?

    A contestação de compras por aproximação depende de cada instituição, que pode apresentar uma política particular quanto a esse assunto. No entanto, em um primeiro momento, existe a possibilidade de solicitar suporte para compras não identificadas pagas com NFC.

  2. Qual o valor máximo para pagamento por aproximação no Nubank?

    Atualmente, o Nubank, um dos bancos digitais mais populares do mercado, apresenta margem de R$50 para pagamentos por aproximação sem necessidade de senha. Valores superiores não apresentam limite, mas exigem senha pessoal.

  3. Qual o valor máximo para pagamento por aproximação no banco Inter?

    O Banco Inter possui um valor máximo de até R$200 sem necessidade de senha pessoal.

  4. Como impedir pagamento por aproximação?

    Para impedir pagamento por aproximação, é necessário que o titular desabilite essa função em seu aplicativo de controle, ou por meio de contato com a instituição, impedindo que o sinal transmita os dados para a maquininha.

  5. Como funciona o pagamento via aproximação?

    O pagamento por aproximação funciona por meio de um chip inserido dentro do plástico ou do dispositivo, que emite ondas de radiofrequência emitindo os dados do titular para a maquininha, que conecta com essas ondas e processa a leitura.

  6. Como desabilitar o pagamento por aproximação do cartão Itaú?

    A desativação do pagamento por aproximação do cartão Itaú só pode ser feito via telefone, pelos números 3003-3030 para capitais, regiões metropolitanas e ligações via celular, e 0800 720-3030 para demais localidades e ligações via telefone fixo.

  7. Como bloquear a função de aproximação do cartão BB?

    O bloqueio da função em cartões do Banco do Brasil podem ser feitas pelo aplicativo, identificando a opção na tela inicial e desativando a função NFC.

Continua após a Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.