Fintechs, Notícias

Nubank investirá R$ 20 mi em diversidade após polêmica

Rodrigo Salgado
Rodrigo Salgado
Imagem de Diversidade no Nubank
Instaurada a crise acerca da diversidade no Nubank, o banco anunciou um plano de ações em prol da causa, com investimento de R$ 20 milhões.

A diversidade no Nubank foi um assunto que tomou conta das redes sociais após a declaração polêmica da fundadora Cristina Junqueira em entrevista ao Roda Viva nas últimas semanas. Por isso, o banco digital divulgou uma carta com o compromisso com a luta racial. Entre as medidas, está R$ 20 milhões em investimentos na área.

Além do investimento alto para tirar as ideias do papel, estão entre as medidas a revisão completa das práticas de RH, desde seleção e recrutamento até avaliação de performance, “de modo a eliminar vieses e barreiras que contribuam para a sub-representação de negros e negras”.

Continua após a publicidade

Em princípio, o banco também garantiu estar ampliando o time de diversidade e inclusão para 12 pessoas totalmente dedicadas à atração, à seleção e ao desenvolvimento de grupos sub representados.

Divulgou, ainda, um programa de treinamento em diversidade e inclusão, com conteúdos para todos os cargos; a primeira sessão, para lideranças, ocorrerá ainda neste mês.

Continua após a publicidade

Além disso, para 2021, o Nubank iniciará um programa formal de mentoria e aceleração focado no desenvolvimento de funcionários negros, negras e demais minorias.

Por fim, iniciou um mapeamento de profissionais e executivos negros e negras para as vagas de liderança atualmente ou eventualmente abertas.

As ações foram discutidas com o Instituto Identidades do Brasil (ID_BR). Agora, o Nubank conta com um banco de talento exclusivo para pessoas negras; clique aqui para conhecer.

Ações externas

As medidas em prol da diversidade no Nubank não ficarão restritas à comunidade interna da fintech.

Continua após a publicidade

Por “entender o papel e responsabilidade social”, o banco está desenvolvendo ações em conjunto com parceiros para estender os impactos também para as comunidades externas. O banco divulgou as ações já iniciadas.

Entre elas, está a abertura do Nulab@Salvador, um hub de tecnologia e experiência do cliente para trazer mais diversidade para o Nubank. O objetivo é entender melhor “a realidade dos milhões de clientes do Nordeste”.

Também está na lista a criação de um “fundo de investimento semente” em startups lideradas por negros e negras, para fomentar o desenvolvimento de um ecossistema de tecnologia mais diverso.

O banco ainda garantiu a formação de 1.000 jovens negros e de baixa renda para o mercado de trabalho, com foco no ensino de linguagens e matemática, inglês e programação.

Continua após a publicidade

Além disso, o Nubank garantiu que formará pelo menos 250 programadoras negras para para contratação por eles ou por parceiros.

Por fim, o banco ainda passará a incluir critérios de diversidade na avaliação e seleção de fornecedores.

Ademais, a carta completa traz dados de transparência. Os fundadores David Vélez, Edward Wible e Cristina Junqueira – personagem central desta crise – assinaram o documento. Leia na íntegra.

Relembre a crise de diversidade no Nubank

A polêmica acerca da diversidade no Nubank começou durante a participação da fundadora e vice-presidente Cristina Junqueira no programa Roda Viva, em 19 de outubro.

Continua após a publicidade

Quando questionada sobre as ações afirmativas do banco para levar mais negros às lideranças em aberto do Nubank, Junqueira respondeu que “não dá para nivelar por baixo”. Por isso, ela foi acusada de racismo.

Ela afirmou ter dificuldades em contratar executivos negros por “falta de requisitos técnicos”. Logo após a entrevista, no dia seguinte, ela pessoalmente se posicionou dizendo não ter se expressado da melhor maneira.

Posteriormente, o Nubank publicou um pedido de desculpas público, assinado pelos três sócios, reafirmando a posição do banco em prol da diversidade e assegurando ações de avanço na “agenda de reparação histórica e de combate ao racismo estrutural”.

Quer saber mais sobre fintechs? Então, assine a newsletter do iDinheiro e receba tudo em tempo real.

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *