Notícias

Nubank divulga atualização contratual de adequação à LGPD

Karina Carneiro
Karina Carneiro
nubank atualização contratual

Nubank divulga atualização contratual de acordo com as novas regras da LGPD para produtos como cartão de crédito e conta digital

Buscando estar de acordo com as novas normas da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), a Nubank começou a notificar sua base de clientes sobre a atualização contratual dos produtos como cartão de crédito e conta digital.

A LGPD entrou em vigor desde a última sexta-feira, 18, e a fintech resolveu atualizar as cláusulas de tratamentos de dados pessoais e política de privacidade para se adequar às novas regras.

Continua após a publicidade

Em uma das novas cláusulas, é possível encontrar a seguinte descrição: “A Nubank realiza o tratamento dos seus dados de acordo com a Política de Privacidade Nubank, com a qual você consentiu”.

Os clientes da fintech poderão ter acesso ao conteúdo na íntegra acessando o e-mail que vem sendo enviado de maneira gradual aos consumidores.

Atualização contratual Nubank – O que muda a partir de agora?

Com a implantação da LGPD, empresas como a Nubank precisarão explicar aos usuários quais dados serão coletados e quais os objetivos por trás do armazenamento. 

Dessa maneira, não poderão enviar propagandas nem divulgar dados dos seus clientes a empresas parceiras sem a prévia autorização dos consumidores.

A partir de agora, a criadora da Nuconta e empresas do mesmo segmento serão obrigadas a cumprir alguns requisitos como:

  • Fornecer e informar a você quais são os dados pessoais que possuem no banco de dados da empresa;
  • Informar quais são os dados que foram compartilhados ou de onde eles foram recebidos;
  • Pedir a remoção de dados não essenciais como a sua geolocalização;
  • Solicitar a portabilidade dos seus dados pessoais para qualquer outro prestador de serviços. 

Sobre as informações coletadas

Entre as principais informações armazenadas pela fintech ao longo do relacionamento do consumidor com a empresa, podemos listar:

  • Dados pessoais: Entre eles, estão nome, telefone e e-mail;
  • Dados biométricos: Fotos do rosto para comprovação de identidade e imagem do documento;
  • Informações coletadas por empresas parceiras: Busca por informações como Score de crédito, negativação ou valores em aberto com o mercado financeiro;
  • Dados do dispositivo e navegação: Endereço de IP e informações sobre o dispositivo móvel do consumidor, como número de IMEI e localização;
  • Dados públicos: Opinião geral do consumidor ou depoimentos deixados em sua rede social. 

Gostou do conteúdo? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações do Push para receber todos os conteúdos em tempo real. 

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *