FGTS poderá ser usado para pagar até 12 parcelas em atraso do financiamento imobiliário

Medida autorizada pelo Conselho Curador do FGTS é temporária e deve beneficiar cerca de 40 mil famílias.

rafela
Rafaela Souza

O Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) autorizou o uso do saldo do Fundo para o pagamento de até 12 parcelas em atraso de financiamento imobiliário.

A alteração foi publicada no Diário Oficial da União na última quarta-feira (20) e deve entrar em vigor no dia 2 de maio, com validade até 31 de dezembro de 2022. De acordo com o Ministério do Trabalho, cerca de 40 mil famílias devem ser beneficiadas.

Continua após a publicidade

Saiba mais sobre o uso do FGTS para financiamento imobiliário

Pelas regras atuais do FGTS, o trabalhador não pode ter mais do que três parcelas em atraso para utilizar os recursos do Fundo e amortizar o saldo devedor.

Além disso, o uso de saldo para liquidação ou amortização extraordinária de saldo devedor de financiamento habitacional pode ser feita, desde que haja um intervalo mínimo de 2 anos entre cada movimentação.

Segundo dados do Conselho pela Confederação Nacional do Sistema Financeiro (Consif), cerca de cinco milhões de mutuários têm atualmente contratos de financiamentos imobiliários. Desses, cerca de 80 mil possuem mais de 3 prestações em atraso.

A medida proposta para permitir o uso do saldo FGTS para a quitação de até 12 parcelas de um financiamento imobiliário é temporária e deve ser regulamentada em até 30 dias.

Saiba mais sobre o saque extraordinário do FGTS

Quer continuar acompanhando as notícias sobre o saque do FGTS? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações push. Se inscreva, também, no nosso canal do Telegram para receber todas as novidades.

Continua após a publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.