7 dicas de como retornar ao mercado de trabalho

Com desemprego em alta devido a pandemia, especialistas dão dicas sobre o que os candidatos podem fazer para retornar ao mercado de trabalho.

Isabella Proença
Isabella Proença

Retornar ao mercado de trabalho é o desejo de muitos brasileiros que perderam os seus empregos.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 14,1% da população está desempregada.

Continua após a publicidade

O percentual representa cerca de 14 milhões de desempregados, recorde histórico desde o início da medição do índice.

Em julho, na plataforma de recrutamento Connekt, foram registradas mais de 180 mil novas candidaturas. As pessoas estão em busca de alternativas.

Continua após a publicidade

No entanto, este retorno pode ser difícil e levar algum tempo, sobretudo pelo fato dos processos de recrutamento e seleção estarem ocorrendo, em grande maioria, online.

Dicas para retornar ao mercado de trabalho

Em entrevista à Exame, o CEO da Connekt e doutor em psicologia social, Celson Hupfer, e o fundador e CEO da Gama Academy, Guilherme Junqueira, deram dicas para auxiliar os candidatos a conseguirem se destacar entre os concorrentes.

1. Faça cursos

“Com o aumento de cursos online e gratuitos, algumas pessoas mudaram o comportamento e passaram a estudar, ler e se dedicar mais a atividades intelectuais, atitude que deve permanecer mesmo depois da pandemia”, explica Guilherme Junqueira.

Dessa forma, a recomendação é que o candidato procure cursos que agreguem para a área de interesse. E, ainda que ele não possua experiências prévias, ter cursos é uma maneira de mostrar dedicação e engajamento para se inserir no setor.

Continua após a publicidade

2. Tenha autoconhecimento

Ter conhecimento de pontos fracos e fortes é importante, sobretudo, no momento da entrevista.

Portanto, falar sobre experiências anteriores, aprendizados, habilidades e dificuldades é fundamental.

No entanto, ao falar sobre dificuldades, é preciso apresentar soluções para saná-las, pois isso mostra que você está sempre em busca da evolução.

3. Use as redes sociais para retornar ao mercado de trabalho

Hoje em dia as redes sociais são fundamentais durante a busca por emprego, pois tornam o processo de recrutamento mais simples.

“O LinkedIn é um excelente local para fazer networking e estar por dentro das novidades das suas empresas favoritas. O Facebook também pode ser positivo. Além da categoria para quem busca emprego, ele possui vários grupos direcionados a isso. O ideal é manter as redes sociais profissionais atualizadas”, indica Celson Hupfer.

Outra alternativa é acessar sites de busca de empregos, pois todos os dias novas oportunidades são publicadas e ainda é há como filtrar as vagas de acordo com o procurado.

Continua após a publicidade

4. Se prepare para os vídeos

Atualmente, os processos de recrutamento e seleção estão sendo realizados por meio de reuniões por vídeo.

Com isso, é importante se preparar previamente, tanto em relação ao que será dito na entrevista e as roupas que irá vestir, quanto em relação a questões mais técnicas, como conexão com a internet, funcionamento da webcam e dos alto falantes.

5. Seja objetivo

“Não dê voltas, não conte a sua história desde quando era criança. O que o recrutador perguntar, responda. Não significa ser extremamente sucinto, mas sim, ir direto ao ponto”, alerta Junqueira.

Então, escute o recrutador e responda as perguntas com clareza e objetividade.

6. Esteja aberto para aprender

Demonstrar que está aberto a aprendizados agrada os recrutadores, pois transparece entusiasmo pela oportunidade e dá a entender que você irá se dedicar ao máximo em sua função.

Continua após a publicidade

7. Conheça as skills do futuro para retornar ao mercado de trabalho

Por fim, estar ciente das competências que serão procuradas por grandes empresas te deixa alguns passos à frente.

Entre as habilidades comportamentais mais requeridas, estão: criatividade, inteligência emocional, flexibilidade cognitiva, comunicação capacidade de liderança, disponibilidade em ajudar o outro, gestão e pensamento crítico.

Esta matéria foi útil? Então, assine a newsletter do iDinheiro e receba nossas atualizações diárias diretamente no seu e-mail.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.