Após atualizações, agora é possível fazer prova de vida pelo Meu INSS

Agora os beneficiários podem fazer a prova de vida pelo Meu INSS. Para ter acesso ao serviço, é preciso ter biometria cadastrada no Detran e TSE.

Isabella Proença
Isabella Proença

A partir de agora, aposentados, pensionistas e demais segurados do Instituto Nacional do Seguros Social (INSS) poderão fazer a prova de vida pelo Meu INSS.

Tanto a página da internet quanto o aplicativo, disponível para download no Google Play e na App Store, passaram por atualizações e estão com um novo layout. 

Continua após a publicidade

Dentre as modificações relacionadas às funcionalidades, duas delas merecem destaque: a prova de vida por biometria e a confirmação de recebimento de carta de concessão de benefício.

Vale ressaltar que, para acessar o portal, é preciso criar login e senha.

Prova de vida pelo Meu INSS

Para a presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP), Adriane Bramante, a plataforma, além de funcional está mais fácil de acessar.

Segundo a presidente disse à Exame, a nova elaboração do Meu INSS vai evitar muitas ligações para a Central de Atendimento 135 ao oferecer alguns serviços que antes só estavam disponíveis por este canal.

Por exemplo, quem recebeu a carta de concessão para aposentadoria por idade antes tinha que ligar para a central e confirmar o recebimento. Agora, isso também pode ser feito pelo site.

Os segurados que tiverem seus benefícios cessados ou suspensos por falta da prova de vida também poderão realizar a comprovação por meio da plataforma. 

Porém, vale lembrar que para acessar o serviço, é necessário ter a biometria facial já cadastrada nos banco de dados dos Departamentos de trânsito (Detrans) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Segundo o governo, ao realizar a prova de vida pelo Meu INSS, automaticamente o benefício será reativado, sem a necessidade de sair de casa.

De acordo com o INSS, isso evitará que esses beneficiários se desloquem até uma agência da Previdência Social ou ao banco para voltarem a receber seus pagamentos.

O Meu INSS, além de ampliar a prova de vida por biometria facial, também atualizou as mensagens de orientação para aqueles que não podem realizar o recadastramento por esse método.

 Esse conteúdo foi útil? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações push. Se inscreva, também, no nosso canal do Telegram para receber todas as novidades.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.