FGTS: Mais de R$ 9 bilhões ainda não foram movimentados; veja até quando é possível fazer o saque

Saque extraordinário do FGTS permite que os trabalhadores retirem até R$ 1 mil de contas ativas e inativas do Fundo.

Escrito por Rafaela Souza

Por que confiar no iDinheiro?

Responsabilidade editorial: Nosso editores são especialistas nas áreas e isentos nas avaliações e informações. Nosso objetivo é democratizar e simplificar o acesso a produtos e serviços financeiros sem viés. Conheça nosso código editorial.

Como ganhamos dinheiro?

Podemos ser comissionados pela divulgação e cliques nos parceiros. Isso também pode influenciar como alguns produtos aparecem na página, sempre com a devida identificação. Entenda como o site ganha dinheiro.

Política de Cookies: Nosso site utiliza cookies para estatísticas gerais do site e rastreamento de comissões de forma anônima. Nenhum dado pessoal é coletado sem seu consentimento. Conheça nossa política de privacidade.


A Caixa Econômica Federal (CEF) informou que cerca de R$ 9,2 bilhões provenientes do saque extraordinário do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) ainda não foram movimentados pelos trabalhadores até o início do mês de agosto.

O saque extraordinário do FGTS, lançado em março de 2022, permite que o trabalhador retire até R$ 1 mil das contas ativas e inativas do Fundo. Dessa forma, todos os trabalhadores que possuem saldo disponível tem direito ao saque.

Saiba mais sobre o FGTS extraordinário

De acordo com a Caixa, os trabalhadores podem solicitar o saque de até R$ 1 mil até o dia 15 de dezembro. O crédito é realizado de forma automática na conta poupança social digital em nome do trabalhador, que pode ser movimentada através do aplicativo Caixa Tem.

Como consultar o saldo do FGTS

Para saber se possui valores disponíveis para o saque, o trabalhador pode fazer a consulta do saldo de cada conta do Fundo através do aplicativo FGTS, disponível para Android e iOS, ou pelo site da Caixa.

Valor do saque não caiu na conta? Saiba o que fazer

O crédito do valor é realizado automaticamente na conta do trabalhador. No entanto, caso o valor não tenha sido creditado automaticamente, será necessário fazer uma solicitaçãoSegundo a Caixa, o bloqueio dos valores pode ocorrer devido a alguns motivos, como:

  • determinação judicial;
  • garantia de operações de crédito de antecipação do Saque Aniversário;
  • pedido de devolução de valor recolhido pelo empregador;
  • inconsistência nos dados do trabalhador.

Assim, se o valor não caiu na conta automaticamente, é necessário atualizar o seu cadastro no aplicativo FGTS (disponível para Android e iOS) e solicitar o saque no menu “Saque Extraordinário”.

Leia mais: Veja se vale a pena sacar o FGTS extraordinário.

Quer continuar acompanhando notícias como esta, sobre o prazo para o saque do FGTS extraordinário? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações push. Se inscreva, também, no nosso canal do Telegram para receber todas as novidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Participe das comunidades do iDinheiro no Whatsapp