Quer pedir um aumento na sua empresa? Veja 5 dicas para ser bem sucedido

Antes de entrar na sala do chefe para pedir um aumento, o funcionário deve ter de forma clara motivações e justificativas claras. Veja passo a passo antes da conversa.

Heloisa Vasconcelos
Heloísa Vasconcelos

Com a inflação corroendo o poder de compra, pedir um aumento no emprego pode ser uma boa solução para fechar as contas. Contudo, com a pandemia, nem todas as empresas têm condições de oferecer esse bônus aos funcionários.

Quem quer pleitear um salário maior deve se preparar antes de chamar o chefe para uma conversa, tendo de forma clara as justificativas e motivações baseadas em produtividade e entrega, e não em necessidades pessoais.

Continua após a publicidade

O pedido não deve ser uma exigência, mas sim uma demonstração de como o funcionário agrega valor à empresa, merecendo, portanto, uma bonificação. O importante nesse momento é estar aberto a escutar feedbacks e entender, mesmo caso haja uma negativa por parte do empregador. 

Confira 5 dicas de especialistas entrevistados pelo iDinheiro para que esse momento seja mais bem sucedido e sem constrangimentos.

Continua após a publicidade

5 dicas para pedir um aumento

1. Por que mereço um aumento?

A primeira coisa que quem quer um aumento deve se perguntar antes de partir para a conversa é: eu mereço? Por quê?

O funcionário deve se colocar no lugar do empregador e analisar de forma crítica a própria performance na empresa. A promoção ou aumento não é resultado de tempo na empresa; muitas vezes, uma pessoa com pouco tempo de casa pode ser reconhecido em poucos meses e alguém pode passar anos sem bonificações.

“Quando as pessoas fazem tudo direitinho que o chefe pediu é apenas a manutenção do emprego. A gente só imagina promoção e aumento quando a entrega é maior do que esperam, quando estou maior do que a cadeira que estou sentando”, aponta a executiva especialista e soft skills e fundadora da B-have, Erika Linhares.

A motivação para o aumento deve ser, portanto, baseada em entregas acima da média, como projetos mais complicados ou resultados acima do esperado pelo gestor. 

Continua após a publicidade

“O argumento tem que estar muito em cima do desempenho. Não é muito legal quando coloca coisas como ‘meu filho vai nascer’, ‘vou casar’, ‘meu esposo perdeu o emprego’. Não leve situações como justificativa para não ficar em um papel de vitimismo”, recomenda a gerente de RH do Cebrac, Jéssica Giustino.

2. Maiores responsabilidades 

O funcionário também deve ter em mente que, com maiores remunerações, também vêm maiores responsabilidades. E, para pedir um aumento, ele deve estar capacitado para dar conta de novas demandas, seja de forma técnica ou comportamental.

“Se você quer um cargo de liderança, você já tem que exercitar o papel. Você tem que pegar um papel de líder antes de virar líder, não precisa ser líder para liderar”, exemplifica Erika.

Uma boa estratégia para conseguir o aumento é observar, antes mesmo de pedir ao chefe, quais são as tarefas e demandas de alguém que está em um cargo acima e começar, pouco a pouco, a incorporar atividades no escopo de trabalho.

Continua após a publicidade

Assim, quando o funcionário for pedir o aumento, pode pontuar essas habilidades e competências já demonstradas como uma justificativa para uma maior remuneração.

3. Momento da empresa

Independente das entregas do próprio funcionário, é importante perceber o momento da empresa antes de solicitar um bônus na folha de pagamento. Nem sempre a organização está na melhor hora para ter mais gastos.

“Algumas instituições estão vivendo reduções drásticas, com otimização dos próprios recursos. Tem que avaliar se esse é um momento pertinente”, ressalta a diretora da consultoria LHH no Rio de Janeiro, Cristina Fortes. 

Caso o empregado considere que está entregando mais do que é necessário mas a empresa não tem condições de arcar com o aumento, pode ser o caso de buscar uma transição de carreira. Mas pedir aumento ao chefe sem levar em conta esse contexto pode ser visto com maus olhos.

Continua após a publicidade

4. Postura de positividade

A comunicação no momento da conversa sobre remuneração é importante. O funcionário deve se colocar de forma positiva, mostrando vontade de crescer e colaborar na empresa, e não simplesmente insatisfeito com o salário.

“Quando se coloca em uma abordagem menos agressiva, tem mais chance de fazer o seu gestor imediato refletir. Tem que evitar reclamar, essa não é uma conversa construtiva, tem que ser uma conversa que leve o outro a perceber que a remuneração vai fazê-lo fidelizar mais. Tem que tomar cuidado para não abrir o saco de frustrações”, indica Cristina.

É importante estar munido de fatos e dados, destacando situações em que a performance profissional foi acima do esperado e feedbacks tanto de gestores como de pares. 

5. Abertura à escuta na hora de pedir aumento

Por fim, o trabalhador não deve entrar nessa conversa com um pensamento de exigência, mas sim de escuta. Essa postura é importante, inclusive, para o caso de uma negativa por parte do chefe.

Continua após a publicidade

“Você nunca pode chegar para pedir aumento entendendo que a empresa é obrigada a dar aumento. Você não sabe o cenário completo da empresa, então você tem que escutar de forma genuína. ‘Entendo que não é a minha vez, mas quero saber como posso fazer para chegar a minha vez’”, destaca Érika.

A conversa de pedido de aumento deve ter espaço para recebimento de feedbacks sinceros. O funcionário pode, inclusive, perguntar ao gestor qual o melhor momento para realizar a solicitação novamente no caso de uma negativa. E, com base na resposta, tomar uma decisão se deve ou não sair da empresa.

Quer continuar acompanhando notícias sobre o mercado de trabalho? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações push. Se inscreva, também, no nosso canal do Telegram para receber todas as novidades.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.