PIX tem novas funções previstas para 2021; conheça as 6 e entenda como funcionará

Uma das novas funções do PIX é a movimentação do auxílio emergencial, que começa a valer a partir desta sexta-feira, 30. Conheça as demais.

Heloisa Vasconcelos
Heloísa Vasconcelos

Lançado em novembro do ano passado, o PIX terá novas funções em breve. No último dia 22, o Banco Central publicou uma resolução com novidades para o sistema de pagamentos instantâneos.

Uma delas é a possibilidade de utilizar o serviço para movimentar o auxílio emergencial por meio das contas do tipo poupança social digital. Essa função está disponível para os consumidores desde a última sexta-feira, 30.

Continua após a publicidade

Desde o início de abril, os clientes do PIX têm a possibilidade de definir limites para transações diretamente com as instituições financeiras, possibilitando um maior controle do dinheiro. 

Para além dessas duas novidades, cinco funções estarão disponíveis ou serão obrigatórias ao longo do ano. 

Um exemplo é o PIX Agendado, que permite o agendamento de pagamentos. Ele era disponibilizado pelas instituições financeiras de forma facultativa, mas será obrigatório a partir de setembro.

Continua após a publicidade

Com o objetivo de democratizar e simplificar pagamentos eletrônicos, o PIX tem crescido desde o lançamento. Segundo o Banco Central, já são 206,5 milhões de chaves cadastradas. Até o final de março, as transações por meio do sistema somaram R$ 278,4 bilhões.

Inovação constante

Para a gerente de Inovação e Tecnologia da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Carolina Sansão, as novas funções do PIX fazem parte de uma agenda focada em inovação. Segundo ela, um dos focos da iniciativa este ano é impulsionar as transações entre pessoas e empresas.

“O PIX trouxe inovação para o sistema financeiro e maior conveniência para milhões de brasileiros em suas operações financeiras do dia a dia, a exemplo de outras ferramentas, como mobile banking, tokenização e internet banking. Os bancos estão, e sempre estiveram, em constante processo de preparação para se adequar às inovações tecnológicas e regulatórias, e por isso, estão na vanguarda tecnológica neste setor no mundo”, destaca.

O CEO da empresa de tecnologia para o mercado financeiro Matera, Carlos Netto, considera que o sistema de pagamentos está evoluindo para conseguir estar cada vez mais presente entre os desbancarizados. 

Continua após a publicidade

Uma das funções, prevista para o segundo semestre deste ano, é o Saque PIX, que possibilitará aos consumidores sacar dinheiro em qualquer estabelecimento, sem a necessidade de um caixa eletrônico.

“Hoje tem uma escassez de caixa eletrônico, então as pessoas sacam o dinheiro inteiro quando tem a possibilidade. Tendo disponibilidade, as pessoas não precisam disso. Deve ajudar muito nas localidades desbancarizadas”, espera.

Ele afirma que as novidades do sistema devem beneficiar, principalmente, o varejo físico. Ele reitera, contudo, que os lojistas devem ter cuidado.

“O lojista não deve acreditar apenas na tela do celular do cliente, ele tem que receber o comprovante de recebimento no sistema dele. Se o cliente falar que pagou e ele não receber, ele precisa pedir o ID da transação”, recomenda.

Continua após a publicidade

Novas funções do PIX

Auxílio emergencial com PIX

Desde a última sexta-feira, 30, os beneficiários do auxílio emergencial poderão utilizar o PIX para fazer pagamentos e transferências. A opção estará disponível por meio da conta poupança digital, acessada por meio do aplicativo Caixa Tem (Android/iOS).

A operação só não poderá ser realizada em caso de transferência para contas de mesma titularidade. Para começar a usar o sistema, o usuário do aplicativo Caixa Tem terá que cadastrar pelo menos uma chave PIX. 

PIX Agendado

A opção de agendar pagamentos para uma data posterior já era oferecida por algumas instituições financeiras desde o lançamento do PIX. A funcionalidade, que era facultativa para os bancos, será obrigatória a partir do dia 1º de setembro deste ano.

Com a função, o usuário pode escolher uma data para o pagamento, na qual a operação será realizada automaticamente desde que haja saldo na conta. É possível cancelar o agendamento antes da data previamente agendada.

Continua após a publicidade

PIX Cobrança

Com o PIX Cobrança, os usuários poderão ler um QR Code gerado pela empresa ou comerciante para realizar o pagamento. A função estará disponível a partir de 14 de maio para pagamentos com vencimentos.

Todas as instituições financeiras que não conseguirem oferecer a experiência completa do PIX — com leitura de QR Code e agendamento — entre 14 de maio a 30 de junho, terão que, pelo menos, possibilitar a leitura e o pagamento na data da leitura do QR Code.

O pagamento com PIX Cobrança para datas futuras deve ser disponibilizado para todos a partir de 1º de julho.

Conta salário PIX

Segundo o consultor no Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro, do Banco Central, Breno Lobo, a função de conta salário PIX deve estar disponível ainda no primeiro semestre deste ano.

Com isso, os usuários poderão utilizar o PIX para receber salário em qualquer instituição financeira de preferência, como carteiras e bancos digitais que utilizam o sistema de pagamentos. Ainda não foram divulgadas muitas informações sobre a funcionalidade.

Continua após a publicidade

Pagamento offline

Outra novidade ainda sem data certa para lançamento é o pagamento offline, que possibilitará que os usuários realizem operações mesmo que não estejam conectados à internet no momento. 

Nesse caso, o cliente conseguirá gerar um QR Code que poderá ser lido pelo comerciante para efetuar o pagamento. 

Saque PIX

Por fim, está previsto para o segundo semestre deste ano a disponibilização do Saque PIX. Com a funcionalidade, o usuário não precisará ir a um banco ou caixa eletrônico para conseguir dinheiro físico.

A operação poderá ser feita em qualquer tipo de comércio; o cliente realizará um PIX para a conta do estabelecimento e, em troca, receberá dinheiro físico do caixa. 

Quer continuar por dentro de notícias que impactam o seu bolso? Então, assine a newsletter iDinheiro e ative as notificações push para não perder nada!

Continua após a publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.