Maquininha de cartão para academias é lançada pela Gympass

A Gympass lançou uma maquininha de cartão para academias com o intuito de ajudar o pequeno empreendedor. Produto conta com taxas atrativas.

Karina Carneiro
Karina Carneiro

A startup Gympass anunciou recentemente o lançamento de maquininha de cartão para academias conveniadas com o aplicativo da empresa. 

Dessa forma, todos os negócios credenciados que utilizam o serviço poderão se cadastrar na plataforma para fazer a solicitação do produto financeiro.

Continua após a publicidade

O produto é fruto de parceria com a fintech Hash a fim de minimizar os impactos negativos que a pandemia da Covid-19 trouxe ao setor fitness.

“Desde o início, estamos focados em buscar alternativas para ajudar essa ponta tão importante dentro do nosso ecossistema. Agora, graças à tecnologia fornecida pela Hash, nossos parceiros poderão contar com taxas e benefícios que uma academia sozinha não conseguiria ter”, disse o vice-presidente do Gympass, Samir Zetun, à revista Exame. 

Como as maquininha de cartão para academias funcionarão?

De acordo com a empresa, os interessados podem realizar a aquisição da maquininha Gympass Plus a partir deste mês.

Entre as novidades do produto estão as taxas entre 0,91% a 2,50%, atrativas para esse mercado específico. Além disso, há a isenção da mensalidade fixa conhecida por esse mercado. 

Os estabelecimentos que optarem pela novidade poderão fazer a solicitação diretamente pelo site da empresa.

“Sabemos das dificuldades enfrentadas pelas academias nos últimos meses e temos certeza de que a maquininha de pagamentos será mais uma fonte de renda e crescimento para o setor”, afirma o fundador e presidente da Hash, João Miranda, ao mesmo veículo de comunicação. 

Desafios do novo mercado

Diante da mudança de comportamento dos consumidores ocasionada pela pandemia, o objetivo da parceria entre as duas empresas ao disponibilizar a maquininha de cartão para academias é justamente encontrar alternativas de se manter competitiva no mercado e ajudar os pequenos empreendedores. 

Ainda de acordo com o fundador da fintech, esse é o momento de testar novos recursos mercadológicos. 

“Nosso desafio é nos manter atualizados ao que está acontecendo. A pandemia acelerou em anos a implementação de serviços digitais, quem não acompanhar isso fica para trás”, considera.

Quer continuar informado sobre o que acontece no universo financeiro? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações do Push para receber os conteúdos diretamente no seu e-mail. 

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.