Lista das ocupações apresenta os maiores e menores salários de 2020 no Brasil

O Caged divulgou o valor médio pago por ocupação e a lista dos maiores e menores salários de 2020. Veja quais foram os resultados.

Fabiola Thibes
Fabíola Thibes

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgou a lista de ocupações com os maiores e menores salários de 2020. Os dados são do Ministério da Economia.

As maiores remunerações ficaram com os cargos de direção executiva e atividades relacionadas às seguintes áreas:

Continua após a publicidade

  • finanças;
  • tecnologia da informação;
  • engenharia;
  • saúde.

Em relação às ocupações, os maiores salários foram para diretor de produtos bancários e diretor de riscos de mercado. Nesses dois casos, o valor mensal ultrapassou R$ 30 mil.

O salário médio no Brasil fechou em R$ 1.777,30. No serviço público, o resultado ficou um pouco mais alto: R$ 2.152,35.

Em 2020, o Brasil gerou 142.690 postos de trabalho com carteira assinada. O número também vem da base do Caged.

Salário médio de admissão por atividade econômica

Assim que ingressa no cargo, a remuneração paga ao trabalhador é diferente da lista dos maiores e menores salários de 2020. Veja como ficou o salário médio por grupamento e sua variação relativa comparada a 2019:

  • agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura: R$ 1.506,99, com variação de 4,97%;
  • indústria geral: R$ 1.739,21, com variação de -2,83%;
  • indústrias de transformação: R$ 1.716,16, com variação de -2,57%;
  • construção: R$ 1.844,96, com variação de 1,82%;
  • comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas: R$ 1.518,22, com variação de 0,6%;
  • serviços: R$ 1.946,94, com variação de 6,68%;
  • transporte, armazenagem e correio: R$ 1.778,27, com variação de -0,24%;
  • alojamento e alimentação: R$ 1.397,06, com variação de 1,11%;
  • informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas: R$ 2.033,86, com variação de 4,38%;
  • administração pública, defesa e seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais: R$ 2.152,35, com variação de 10,54%;
  • serviços domésticos: R$ 1.318,22, com variação de -0,71%;
  • outros serviços: R$ 1.896,25, com variação de 8,43%.

Todos esses dados resultaram em uma média de R$ 1.777,30, com variação média de 3,65%.

O governo ainda destacou que esses salários são relativos ao valor dos profissionais contratados. Por isso, não servem como base da média salarial geral.

Lista dos maiores e menores salários de 2020

A lista do Caged divide os maiores e menores salários de 2020. Veja os cargos que receberam as remunerações mais elevadas:

  1. diretor de produtos bancários: R$ 37.456,48;
  2. diretor de riscos de mercado: R$ 36.294,90;
  3. diretor de câmbio e comércio exterior: R$ 29.171,82;
  4. diretor de produção e operações da indústria de transformação, extração mineral e utilidades: R$ 25.028,61;
  5. diretor de serviços de informática: R$ 24.846,02;
  6. diretor de crédito, exceto empréstimo imobiliário: R$ 23.134,48;
  7. diretor de suprimentos: R$ 22.752,74;
  8. diretor de mercado de capitais: R$ 21.987,47;
  9. diretor de pesquisa e desenvolvimento: R$ 21.630,10;
  10. engenheiro de minas (projeto): R$ 21.099,15.

Por sua vez, os menores salários de 2020 chegaram a ser abaixo do salário mínimo definido pelo governo. Veja os 10 primeiros da lista:

  1. oficial do registro de títulos e documentos: R$ 788,77;
  2. colecionador de selos e moedas: R$ 841,98;
  3. psicólogo acupunturista: R$ 873,07;
  4. médico cirurgião do aparelho digestivo: R$ 874,12;
  5. esotérico: R$ 845,62;
  6. gandula: R$ 970,47;
  7. técnico em carcinicultura: R$ 983,85;
  8. auxiliar geral de conservação de vias permanentes, exceto trilhos: R$ 1.006,43;
  9. carregador de aeronaves: R$ 1.014,91;
  10. operador de ceifadeira na conservação de vias permanentes: R$ 1.025,01.

Quer ver mais notícias interessantes? Então, assine a newsletter do iDinheiro e ative as notificações push para se atualizar!

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔

One thought on “Lista das ocupações apresenta os maiores e menores salários de 2020 no Brasil

  1. Marcio do

    Engraçado vocês tem que mostrar os empregos e de quanto está trabalhando e quando estão desempregado aí sim o povo vai se enterressar pois o povo brasileiro precisa de trabalho e pagar as contas, só os prefeitos estão ferrando nosso direitos de ir e vir fechando os estabelecimentos e comércios e empresas fechado quero ver se sai uma guerra civil pois está pertinho já o povo brasileiro estão passando necessidade o governo em si não faz nada as coisas só estão piorando eo pai de família precisa pagar as contas e levar sustento pra casa……o povo brasileiro estão mais interessado em trabalhar não os salários de quem fez faculdade e teve uma vida boa , o povo brasileiro quer saber das condições pra sobreviver e der suas coisas até sua casa tão bem sonhada ……o povo brasileiro precisa de oportunidade e trabalho logicamente se der pra pagar fazer um faculdade ou se especialização em algum lugar no mercado de trabalho…..o povo brasileiro quer isso salário alto como mostra nas pesquisas e legal mais vocês mostra também o outro lado da moeda do povo mais humilde que está atrás de oportunidade de crescer na vida dar suas coisas de bom pro seus filhos quando ele chegar em casa….. isso que vocês das pesquisas tem que pensar e dar pro meu povo brasileiro sofrido

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.