Isenção de taxa do Enem poderá ser solicitada entre 17 e 28 de maio

Governo divulgou na última segunda-feira, 3, as datas para que os candidatos peçam a isenção de taxa do Enem este ano. Saiba como.

Cristina Boscolo
Cristina Boscolo

O governo federal divulgou na última segunda-feira, 3, em edital publicado no Diário Oficial da União pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que os candidatos que quiserem pedir isenção de taxa do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) este ano deverão se inscrever entre os dias 17 e 28 de maio.

Esta é a primeira vez em que o Inep publica um edital separado somente para os casos de isenção. As datas para as inscrições comuns no exame e os dias de prova para este ano ainda não foram divulgados.

Continua após a publicidade

Ausentes no ano passado deverão justificar

É importante ressaltar que quem se inscreveu, mas faltou à última edição do Enem também poderá justificar a ausência entre os dias 17 e 28 deste mês. Isso é necessário para que seja possível solicitar a isenção de taxa do Enem novamente, caso o estudante precise.

De acordo com o cronograma divulgado, o resultado dos pedidos de isenção e justificativas de ausência serão informados no próximo dia 9 de junho. Em caso de recurso, o período disponível será entre 14 e 16 de junho, com resultados divulgados em 25 de junho.

O Inep reforçou também que mesmo os estudantes que tiverem a isenção aprovada terão que realizar uma nova inscrição no exame, quando o cadastro for liberado.

Conheça os critérios para pedir a isenção de taxa do Enem

Para pedir isenção de taxa do Enem, os estudantes deverão atender aos seguintes critérios:

  • ser aluno da última série do Ensino Médio em 2021 em escola da rede pública, em qualquer modalidade de ensino;
  • ter cursado todo o Ensino Médio em escola da rede pública ou ser bolsista integral na rede particular, além de possuir renda per capita inferior ou igual a um salário mínimo e meio;
  • ou declarar situação socioeconômica de vulnerabilidade, por ser membro de família com baixa renda e que seja inscrito no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal), desde que informe o seu NIS (Número de Identificação Social) válido e único.

Leia também: “Enem digital pode ser o único meio oficial da prova em 2026”.

Saiba todas as novidades relacionadas à isenção de taxa do Enem em primeira mão. Assine a newsletter do iDinheiro e ative as notificações!

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.