IPO do PicPay – Entenda como a fintech já pode abrir capital na Bolsa

Karina Carneiro
Karina Carneiro
celular com logo do picpay, que pode abrir ipo
Conforme a Folha de São Paulo, o Picpay vem estudando abrir IPO. Empresa registrou um crescimento recorde nos últimos anos e se tornou referência.

Diante do crescimento da fintech nos últimos anos, o IPO do PicPay pode estar próximo. Por conta dos bons resultados, a empresa vem estudando abrir capital na Bolsa de Valores em breve.

Um dos principais responsáveis pela aceleração do crescimento da empresa foi a pandemia da Covid-19. 

Continua após a publicidade

Se em 2019 a empresa terminou o ano com 14 milhões de usuários, em 2020 foram 36 milhões, com movimentações financeiras mensais em torno de R$ 2 bilhões. 

Procurada para dar declarações sobre o assunto pela Folha De S. Paulo, a empresa ainda não se manifestou sobre o assunto. 

IPO do PicPay – Entenda como funcionaria

Por conta do rápido crescimento e dos números alcançados nos últimos dois anos, a carteira digital já possui recursos e tamanho suficiente para abrir capital dentro da Bolsa de Valores brasileira. 

O PicPay vem sendo procurado nos últimos meses por diferentes instituições financeiras para conseguir viabilizar a ida à Bolsa de Valores.

Mesmo que a fintech não se manifeste a respeito, a previsão, segundo a Folha, é de que a operação comece após abril, já que ainda não existe um conjunto de bancos contratados para a operação em questão. 

Caso a ideia do IPO do PicPay venha a se consolidar, seria o caso da segunda startup a abrir capital na Bolsa dentro do país. A primeira foi o Méliuz, em novembro do ano passado.

Crescimento do PicPay

Além do número recorde de usuários utilizando o sistema da fintech, o crescimento também pode ser visto de maneira interna. 

Fundada em 2012, a empresa pertencente ao grupo J&F e controladora da JBS e do Banco Original saltou de 200 funcionários em 2019 para 2.000 até o fim do ano passado. 

Atualmente, 34 empresas estão com pedidos de IPOs em análise na CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Outras dez interromperam temporariamente o processo de abertura de capital.

Gostou do conteúdo? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações do Push para continuar acompanhando todas as novidades relacionadas ao universo financeiro. 

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.