Quer investir em 2021? Confira as dicas para montar uma carteira

Entender quais são os melhores produtos para as metas e objetivos traçados é fundamental para começar a investir em 2021. Confira os primeiros passos.

Karina Carneiro
Karina Carneiro

Para quem deseja começar a investir em 2021, é necessário entender quais são as prioridades para começar a montar uma carteira de produtos financeiros. 

Nesse caso, o ideal é que o investidor consiga escolher quais são os melhores produtos financeiros de acordo com suas metas, objetivos e prazo para fazer uso do dinheiro.

Continua após a publicidade

Geralmente, quem busca auxílio e orientação de assessores financeiros sem muita experiência no mercado pode acabar contratando produtos que sejam de interesse para o analista, e não para ele. 

Por isso, o ideal é montar uma estratégia para começar a fazer as aplicações com segurança e investir em 2021 de maneira correta.

Continua após a publicidade

Com informações do Valor Investe. 

Investir em 2021 – Por onde começar?

Para começar a investir em 2021, é necessário ter em conta o valor destinado a aplicações que se adequem ao perfil do investidor juntamente aos retornos desejados

Confira abaixo quais são as principais etapas para montar uma carteira de investimentos este ano. 

1. Anote os objetivos

Primeiramente, é preciso ter em mente quais são os objetivos com o dinheiro a ser aplicado.

Segundo a superintendente de educação financeira da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), Ana Leoni, ao escrever as metas em um papel, o cérebro já consegue experimentar tal situação. 

Continua após a publicidade

Dessa forma, se torna possível priorizar os planos para conseguir investir de acordo com a estratégia a ser desenvolvida. 

2. Tenha um orçamento financeiro

Para separar uma parte do dinheiro do mês para investir em 2021, é necessário que a pessoa tenha um planejamento financeiro e saiba o valor de suas principais contas.

Assim, é possível montar um plano financeiro de acordo com a realidade da pessoa, sem comprometer o orçamento fixo do mês.

De acordo com a educadora financeira e psicanalista Cassa D’Aquino, muitas pessoas não conseguem levar o plano de investir adiante por exagerarem nas expectativas de retorno, ao valor aplicado. 

Continua após a publicidade

Por isso, utilizar aplicativos para melhorar a organização das finanças pode ser uma boa alternativa para ter o acompanhamento financeiro com mais facilidade. 

3. Separe um valor fixo para investir em 2021

Por fim, o especialista financeiro Jaques Cohen indica que o orçamento destinado para investimentos seja entre 10% a 20% da renda.

 “Você não precisa ser especialista, investir o valor ideal, no produto mais rentável. Você precisa começar. Se não, você não vai investir”, aconselha. 

Para ler a reportagem completa e saber como iniciar a reserva de emergência, clique aqui

Gostou do conteúdo? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações Push para receber os conteúdos sobre o universo financeiro. 

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.