Investimentos com a Selic a 2% – O que fazer a partir de agora?

Entenda o que fazer com os seus investimentos com a Selic a 2%. Mercado acredita que a taxa de juros deve aumentar a partir do próximo ano.

Karina Carneiro
Karina Carneiro

Após a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) na última quarta-feira, 10, em manter a Taxa Selic a 2%, como ficam os investimentos?

A taxa, que serve como uma das principais referências para os produtos de renda fixa, continua sendo um dos principais fatores a se considerar para quem quer começar a formar um patrimônio. 

Continua após a publicidade

Mesmo que alguns economistas acreditem que a taxa de juros comece a subir a partir do ano que vem, é importante não deixar de realizar as aplicações esperando o momento ideal. 

Por isso, entenda a partir de agora o que fazer a respeito dos investimentos com a Selic a 2%.

Continua após a publicidade

Com informações do Valor Investe. 

Investimento com a Selic a 2% – Quais os melhores?

É importante estar atento às oportunidades de mercado para conseguir unificar segurança e uma boa rentabilidade. 

Mesmo que as taxas ainda não estejam tão atrativas, elas se mostram interessantes para o investidor iniciante que precisa começar a formar caixa sem abrir mão da segurança.

CBD’s

Deixar dinheiro aplicado na renda fixa visando montar uma reserva de emergência ainda é considerada uma boa alternativa pelos especialistas.

Escolher produtos como Certificado de Depósito Bancário (CDB’s) de liquidez diária com mínimo 100% de CDI pode ser uma boa opção.

Continua após a publicidade

Inclusive, esse tipo de investimento pode ser encontrado com facilidade em alguns bancos digitais como Banco Inter e C6 Bank.

Investimento no Tesouro Direto com a Selic a 2%

Além disso, o Tesouro Direto pode ser uma boa opção para o momento.

Após a B3 zerar as taxas de custódia para aplicações no Tesouro Selic de até R$ 10 mil, o investidor passou a ter a segurança de aplicação do Tesouro Nacional.

Para quem puder esperar determinado prazo de vencimento dos produtos, as alternativas pós fixadas indexadas à inflação podem ser uma sugestão interessante para realizar aportes.

Renda variável

Por fim, quem tem apetite a risco e deseja ter rendimentos melhores pode considerar a renda variável. 

Continua após a publicidade

De acordo com o sócio e chefe da Monte Bravo Investimentos, Rodrigo Franchini, a Bolsa de Valores segue com boas perspectivas.

“A bolsa continua sendo uma boa posição, mesmo com ajuste mais rápido de juros. Eles vão subir, mas em velocidade lenta. O prêmio pelo risco da bolsa ainda é vantajoso”, disse ao Valor Investe. 

Para ler a reportagem completa, basta clicar aqui

Quer continuar recebendo informações de como realizar investimentos com segurança? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações do Push para receber os conteúdos no seu e-mail. 

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.