Plataforma quer facilitar investimentos e oferece retorno fixo de 13% ao ano na compra coletiva de imóveis

A Inco Investimentos traz uma nova opção de investimento com retorno fixo na qual a rentabilidade pode chegar a 13% ao ano. Aplicação começa com R$ 1.000.

LinkedIn
Ana Júlia Ramos

Com a dinâmica atual de mercado, as opções de investimento com retorno fixo e maior rentabilidade estão mais difíceis. É aqui que entra a Inco, plataforma de investimento coletivo no mercado imobiliário.

A proposta da empresa é simples: facilitar que qualquer pessoa invista no financiamento de projetos. Com entrada inicial na casa dos R$ 1.000, o investidor garante uma alta rentabilidade — a empresa promete até 13,5% de retorno ao ano, sem cobrar taxa de serviço. 

Continua após a publicidade

A solução é interessante porque a Inco atua como uma mediadora entre empreendedores e investidores. Ganham os dois lados: o empreendedor ao conseguir taxas de juros mais justas e menos burocráticas; o investidor ao ter as aplicações descomplicadas. Por enquanto, mais de 2 mil investidores compõem a rede de aplicadores da Inco. Juntos, eles já captaram R$ 62 milhões, nas estimativas do projeto.

O investimento com retorno fixo da Inco é seguro?

A empresa tenta reduzir os riscos ao selecionar os projetos envolvidos. A fintech avalia a saúde financeira da empresa e dos sócios interessados em receber financiamento. Por isso, menos de 10% das iniciativas que chegam até à plataforma ganham sinal verde para receber investidores. Isso porque a renda da própria Inco é baseada nos títulos dos investidores. Dessa forma, os critérios sempre se baseiam no risco do projeto. 

Assim, a Inco não se responsabiliza pelo sucesso — ou insucesso — das iniciativas. Ela apenas é uma mediadora das ofertas e todas as oportunidades oferecidas são garantidas contratualmente pelo empreendedor por trás do projeto

E se o empreendimento falir? 

Para driblar eventuais problemas com falência, a fintech utiliza o Patrimônio de Afetação. É um mecanismo ‘trava’ o empreendimento imobiliário. Em caso de falência do empreendedor, os condôminos podem continuar a construção. Assim, o capital do empreendimento não poderá ser usado em outras obras e estará protegido da falência da construtora. 

Como funciona

Para entrar como investidor na Inco é preciso ser maior de idade (pessoas físicas) ou ser pessoa jurídica. O cadastro na plataforma pode ser feito por dispositivos móveis ou por computador. 

Veja como participar da Inco Investimentos: 

  1. Crie sua conta Inco e preencha todas as informações pedidas neste link.
  2. Cadastro criado, é hora de encontrar o empreendimento ideal na página de investimentos Os detalhes de cada iniciativa podem ser conferidos ao clicar no botão Saiba Mais.
  3. Achou um projeto que te interessou? Siga para a conclusão do investimento clicando no botão Investir e observe atentamente os detalhes do contrato de cada aplicação. Marque a caixa confirmando que aceita as condições e escolha o valor a ser investido. A seguir, clique em Próximo para seguir com a assinatura. 
  4. O sistema precisa conferir todas as suas informações para geração do contrato. Confira todos os dados e, sem seguida, clique em Gerar contrato. Na próxima tela, assine o contrato digitalmente clicando em Assinar.
  5. Pronto! Seu investimento foi reservado.  Para concluir o processo e confirmar sua aplicação, você deve gerar o boleto, como indicado nessa etapa, e realizar o pagamento.  

Este conteúdo foi útil? Então, assine a newsletter iDinheiro e se mantenha atualizado sobre tudo o que importa para o seu dinheiro.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.