Governo libera auxílio emergencial para novos grupos de beneficiários

Beneficiários que fizeram contestação em novembro e dezembro e que tiveram pagamento reavaliado receberão auxílio emergencial em janeiro.

LilianCH
Lilian Calmon

O Ministério da Cidadania liberou o pagamento do auxílio emergencial em janeiro para dois grupos: beneficiários que fizeram a contestação no período de 7 a 16 de novembro e de 13 a 31 de dezembro de 2020 (191 mil pessoas) e beneficiários que tiveram o pagamento reavaliado em janeiro de 2021 por conta de atualizações de dados governamentais (5 mil pessoas).

Eles receberão, de uma só vez, todas as parcelas a que têm direito. Os recursos estarão disponíveis na próxima quarta-feira, 28, para transferências, pagamentos e saques.

Continua após a publicidade

A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira, 26.

Quem recebe o auxílio emergencial em janeiro

Do total de 196 mil pessoas a receberem o benefício em janeiro:

  • 8,3 mil receberão a segunda, a terceira, a quarta e a quinta parcelas do auxílio emergencial;
  • 40,9 mil pessoas receberão as três últimas parcelas;
  • 68,1 mil terão direito à quarta e à quinta parcelas;
  • 78,3 mil receberão somente a quinta parcela.

Os trabalhadores podem consultar a situação do auxílio emergencial no site auxilio.caixa.gov.br ou pelo aplicativo.

Último saque dos Ciclos 5 e 6

A Caixa libera na próxima quarta-feira, 27, saques do auxílio emergencial residual para os beneficiários nascidos em dezembro, finalizando o ciclo de pagamentos.

Todos os beneficiários já tinham acesso ao benefício por meio da conta poupança digital, mas agora poderão realizar saques e transferências.

Ao todo, o benefício alcançou 68 milhões de trabalhadores, o que equivale a 32,2% da população e cerca de 40% das residências, pagando o total de R$ 330 bilhões.

Calendário de saques dos Ciclos 5 e 6
Mês de nascimentoCrédito dos Ciclos 5 e 6Quantidade de beneficiários
Janeiro e Fevereiro19/12/206,5 mm
Março04/01/213,6 mm
Abril06/01/213,4 mm
Maio11/01/213,5 mm
Junho13/01/213,4 mm
Julho15/01/213,4 mm
Agosto18/01/213,4 mm
Setembro20/01/213,5 mm
Outubro22/01/213,5 mm
Novembro25/01/213,3 mm
Dezembro27/01/213,3 mm

No Congresso, nove projetos propõem sua continuação

Desde dezembro, nove projetos foram apresentados ao Congresso Nacional para prorrogar o auxílio emergencial em 2021. 

Contudo, como os parlamentares estão de recesso até 1º de fevereiro, muitas propostas ainda aguardam a avaliação dos líderes de cada Casa. Além disso, as eleições para a presidência da Câmara dos Deputados e do Senado também podem acabar atrasando as análises.

Apesar de todos os projetos terem como objetivo a continuação do benefício em 2021, cada um tem suas especificidades, por exemplo, quanto a seu prazo de extensão.

Aproveite e leia também: “Auxílio emergencial é a única fonte de renda de 36% dos beneficiários”.

Quer continuar acompanhando as notícias sobre a possibilidade de prorrogação do auxílio emergencial em 2021? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações do Push.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.