Golpes de pirâmide apontam necessidade de investir com consciência; saiba como se prevenir

Entre os golpes de pirâmide mais populares, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) destacou as criptomoedas, mercado Forex, opções binárias e ações. Saiba como se proteger.

LinkedIn
Ana Júlia Ramos

Nas últimas semanas, dois golpes de pirâmide financeira foram desmontados por autoridades policiais. Um deles aconteceu no Rio de Janeiro e, segundo dados apurados pelo G1, a movimentação do esquema ultrapassou os R$ 2 bilhões. O segundo envolvia a compra e venda de carros usados e teve como vítimas os atores Murilo Rosa e Juliana Paes e o ex-jogador de futebol Luís Fabiano. Os três perderam mais de R$ 1,2 milhões.

Um levantamento divulgado em julho pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) aponta que os homens são as principais vítimas de golpes financeiros, sendo 91% do total. A maioria tem entre 30 e 39 anos de idade (36,5%) e pós-graduação (38%). Entre os ativos que mais renderam prejuízos às vítimas, as criptomoedas foram as mais citadas (43,3%), seguido do mercado Forex (29,8%), opções binárias (16,9%) e ações (15,2%).

Continua após a publicidade

Ambos os casos que ganharam espaço na mídia reforçam o padrão desse tipo de fraude. Segundo a educadora financeira e especialista em investimentos do iDinheiro, Melissa Nunes, o que atrai pessoas para esse tipo de golpe é o retorno absurdamente alto, garantido e em pouco tempo.

“Imagine ganhar um rendimento de 10% ao mês. Em 1 ano, você terá mais que dobrado seu capital, certo? Não existe nenhum investimento que dê esse retorno em lugar nenhum”, aponta.

Continua após a publicidade

O iDinheiro ouviu especialistas que destacam os perigos em investir sem devida pesquisa e segurança, buscando lucros altíssimos e promessas tentadoras, mas que não se sustentam.

Entenda os golpes de pirâmide financeira

Um forte indício de golpe, de acordo com Nunes, é a “famosa prática” de convidar mais pessoas para o esquema: geralmente, esse convite tem algum tipo de bônus em contrapartida. Além disso, empresas golpistas dificilmente explicam claramente como funciona o investimento e muitas vezes dizem que não existem riscos na operação, o que não é verdade para nenhum tipo de investimento.

A educadora financeira da Ativa Investimentos Bia Moraes completa: “Para ver o seu dinheiro crescer através dos investimentos, não existe a necessidade de trazer um amigo para aumentar a rentabilidade. As pirâmides financeiras usam as pessoas que já caíram no golpe para trazer mais vítimas para o esquema.”

Além disso, para participar, geralmente é cobrado um valor inicial para ser “rentabilizado”. Depois disso, os criminosos podem usar esse dinheiro para pagar os membros antigos, ou então, os criminosos oferecem uma espécie de comissão sobre o valor depositado. O grande problema é que esse sistema não é sustentável, além de ilegal, de acordo com a especialista.

Continua após a publicidade

Como se proteger para não cair em armadilhas

Melissa aponta uma reflexão necessária para aqueles que estão em busca de dinheiro fácil e rápido, mas podem se arrepender com o resultado. “Investir é exercitar a paciência e a persistência, além de estar sempre aprendendo. Se fosse fácil, estaríamos todos ricos, certo? Eu entendo a pressa de enriquecer, mas quando falamos em investimentos, essa é uma má ideia”, aponta.

“Em geral, para gerar muito dinheiro, também precisamos investir muito. Mesmo assim, quanto maior o retorno, maior é o risco também. Por isso, antes de investir, o ideal é estudar sobre o produto de investimento, entender para onde seu dinheiro está indo e quais os riscos dessa operação. Assim, você fica mais seguro e vai evoluindo aos poucos”, conclui Nunes.

Bia completa e indica formas de prever uma possível fraude. De acordo com a especialista, alguns golpes se apresentam associados à produtos ou operações, como criptomoedas, ações, daytrade, tentando dar alguma credibilidade ao processo.

“Todos esses investimentos dependem de uma instituição, como uma corretora, pra intermediar o processo. Então busque entender a procedência antes de depositar o dinheiro na conta de um terceiro. Na dúvida, é possível buscar informações na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), autarquia vinculada ao Ministério da Economia, ou na Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), que regulam e certificam os agentes do mercado”, aconselha.

Continua após a publicidade

Já que a pesquisa é fundamental, saiba como fazer verificações rápidas para se prevenir

O iDinheiro preparou um rápido tutorial para ensinar a fazer a verificação de empresas cadastradas na CVM. Primeiramente, você deve acessar este site, chamado de Sistemas CVM. Dessa forma, poderá consultar o registro de todos os participantes do mercado cadastrados na Comissão.

Depois, siga o passo a passo:

  1. Escreva a Razão Social ou Denominação Comercial do Participante;
  2. Coloque o CPF ou CNPJ. Se não souber, pode deixar o campo em branco;
  3. Escolha o tipo de empresa que será verificada. Também é possível deixar o campo vazio caso a informação não esteja de fácil acesso.
  4. Preencha um código de verificação, de acordo com a imagem que for exibida na tela do seu computador ou celular.
image-3

Apenas com o termo “XP”, exemplificando uma busca que deseja verificar se a empresa XP Investimentos está devidamente cadastrada na plataforma, rapidamente encontramos uma série de resultados. Dentre ele, aquele que procurávamos.

image-4
icon

Atenção

Caso você ou algum conhecido tenha sido apresentado a uma “grande possibilidade” de aumentar a renda rapidamente e de maneira quase milagrosa, recorra aos bancos de informação oficiais que regulamentam empresas e profissionais da área. Não encontrando, a possibilidade de se tratar de fraude é altíssima e qualquer tipo de investimento é desencorajado automaticamente.

Quer continuar acompanhando notícias golpes de pirâmide e cuidados para não se envolver nesse tipo de “furada”? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações push. Se inscreva, também, no nosso canal do Telegram para receber todas as novidades.

Continua após a publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.