Conheça as apostas de investimentos em fundos imobiliários em 2021

Assim como no ano passado, especialistas acreditam que os investimentos em fundos imobiliários devem continuar crescendo em 2021.

Karina Carneiro
Karina Carneiro

Mesmo com o grande impacto negativo do ano passado, os fundos imobiliários devem continuar comparecendo na carteira do investidor em 2021, principalmente para os insatisfeitos com o baixo retorno na renda fixa

Entretanto, é importante ter um pensamento a longo prazo ao aplicar em papéis desse tipo, assim como em ações e outros produtos da renda variável. 

Continua após a publicidade

Confira abaixo, quais são as principais apostas dos especialistas financeiros nesse segmento para este ano.

Com informações da revista Exame. 

Os fundos imobiliários em 2021

Após grande parte dos fundos imobiliários acumularem resultados negativos em 2020 por conta da desvalorização ocasionada pela pandemia da Covid-19, esse produto ainda continua sendo uma boa alternativa na carteira do investidor.

Continua após a publicidade

No momento de escolher um fundo imobiliário em 2021 para começar a fazer as aplicações, é importante verificar a distribuição de renda dos aluguéis.

Ano passado, por exemplo, os FII’s chegaram a distribuir aproximadamente 3% (fundos de shoppings) a 7% (fundos de recebíveis) em dividendos.

Conheça abaixo alguns títulos mencionados por especialistas do mercado. 

1. CSHG Recebíveis Imobiliários (HGCR11)

O fundo imobiliário, que teve início há mais de dez anos, tem um patrimônio de R$ 1,2 bilhões. O objetivo é obter retornos com CRI’s.

Com boa liquidez, esse fundo é gerido pela Credit Suisse Hedging Griffo, uma das melhores gestoras do Brasil, de acordo com a visão dos analistas da EXAME Research. 

Continua após a publicidade

Pulverizado por 41 títulos de CRI’s de setores como hotelaria, alimentício, residencial, saúde, varejo, logística, educacional e lajes corporativas, essa pode ser uma aposta interessante de diversificação. 

2. Fundos imobiliários em 2021: VBI Prime Offices (PVBI11)

Para quem busca valorização no longo prazo, o fundo imobiliário da VBI Prime Office pode ser uma boa alternativa. 

A indicação dos especialistas da Genial Investimentos está relacionada à propriedade de lajes corporativas bem localizadas em São Paulo, como em Itaim e Avenida Faria Lima. 

Por terem sofrido menos do que os fundos de salas comerciais durante o começo da pandemia, o repasse de preços conseguiu ser mais acessível.

Continua após a publicidade

3. Ourinvest Fundo de Fundos (OUFF11)

O objetivo principal deste fundo imobiliário é adquirir cotas de outros FII’s, além de CRI’s.

A aposta da Guide Investimentos se baseia na gestão qualificada com longo histórico do setor de fundos de fundos, que vem tendo uma retomada gradual dos dividendos e da distribuição do valor de mercado. 

Com foco na diversificação, esse pode ser um produto interessante para quem deseja investir no curto e médio prazo

Gostou do conteúdo? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações Push para continuar acompanhando as novidades sobre o universo financeiro. 

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.