Fundo de Investimentos do Safra deve trazer sustentabilidade e retorno aos investidores

Karina Carneiro
Karina Carneiro
fundos de investimento do safra
O fundo de investimentos do Safra, todo em renda variável, traz empresas com preocupações sustentáveis, unindo esse princípio a rentabilidade.

O Safra lançou um novo fundo de investimentos na última segunda-feira, 11, com o o objetivo de unificar sustentabilidade e retorno aos investidores. A iniciativa é mais uma investida do banco em aumentar a parcela de produtos financeiros oferecidos.

O produto, com foco em renda variável, busca ser mais uma opção de diversificação de patrimônio na cartela dos cotistas do banco. 

Continua após a publicidade

Por isso, todas as empresas que fazem parte do fundo de investimentos do Safra seguem políticas sustentáveis, baseando-se em gerar reflexos positivos para a sociedade de modo geral. 

Sobre o fundo de investimentos do Safra

O fundo de investimentos do Safra contempla pessoas que visam maior lucratividade no médio e longo prazo. 

Por isso, a carteira do Safra Impacto ASG, como é intitulada, é composta por empresas brasileiras que tenham em sua política pilares sociais, ambientais e governança. 

O fundo utiliza a metodologia de do J. Safra Sarasin, que tem mais de 30 anos de experiência em investimentos sustentáveis. Para a escolha das empresas que compõem o produto são considerados os planos futuros e o histórico das empresas no combate às emissões de carbono.

Além disso, também são avaliados alguns critérios, como a trajetória em que essas empresas estão para que possam ser refletidas na avaliação a ser divulgada. 

Outros produtos Safra

Além do fundo de investimentos do Safra, o banco tradicional lançou recentemente outros produtos financeiros para atingir um número maior de consumidores do mercado atual.

Entre eles está o banco digital do Safra, o Agzero. Com esse produto, a empresa pretende popularizar os serviços da empresa e se inserir no mercado digital, cada vez mais concorrido. 

A solução permite que os correntistas façam transferências gratuitas, contar com um cartão de débito sem anuidad. Futuramente, os clientes também poderão realizar operações por meio do PIX, sistema de pagamento instantâneo do Banco Central (BC). 

Gostou do conteúdo? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações Push para continuar recebendo informações sobre tudo o que acontece no mercado financeiro. 

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.