Enem digital pode ser o único meio oficial da prova em 2026

O Enem digital pode marcar uma série de mudanças na prova e no sistema do MEC, responsável por dar acesso ao ensino superior em universidades públicas.

Karina Carneiro
Karina Carneiro

Caso a realização de forma piloto do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) digital neste ano ocorra conforme o esperado, a intenção do Ministério da Educação (MEC) é implementar o formato como oficial até 2026.

Por conta da pandemia da Covid-19, essa será a primeira vez que a prova ocorrerá no formato virtual, abrindo margem para testes e possíveis estudos de aperfeiçoamento do método no futuro. 

Continua após a publicidade

De acordo com transmissão oficial realizada na última quinta-feira, 18, o objetivo é que a prova se torne totalmente digital em um futuro próximo. Quem afirmou foi o coordenador geral de exames para certificação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Eduardo Souza.

Apenas em 2020, o Enem digital conta com 100 mil candidatos e mais de 5,7 milhões de inscrições de candidatos.

Com informações da Exame.

Enem digital contará com a mesma estrutura física

Segundo Souza, toda a estrutura em torno do Enem Digital terá os padrões da prova física. O MEC espera manter o mesmo nível de qualidade em relação às regras do exame presencial. 

Em relação à correção da prova, o coordenador explicou à revista Exame que o sistema utiliza uma tecnologia chamada de “Teoria de Resposta ao Item”, capaz de identificar possíveis assimetrias entre as provas físicas e as digitais.

Dessa forma, nenhum estudante deve se sentir beneficiado ou prejudicado por conta do novo formato da prova. Além disso, o coordenador garantiu que o teste terá o mesmo nível de dificuldade da modalidade presencial.

Por conta da pandemia, o Inep e o MEC precisaram adequar o planejamento de aplicação do Enem Digital às novas normas de biossegurança estipuladas pelo Ministério da Saúde e pelos organismos internacionais, como a preservação do distanciamento social. 

Projeto piloto será determinante

Caso os testes ocorram de maneira esperada, o MEC deve começar a avaliar recursos para implementar a prova digital de forma oficial até 2026. 

A transição, caso ocorra de fato, será de forma gradual para não impactar os estudantes sem recursos e acesso à internet. 

Gostou do conteúdo? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações do Push para continuar acompanhando as informações sobre o universo financeiro. 

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.